Primeira visita ao Louvre: o básico do básico – PARIS

27 fev

 

Um dos mais importantes museus do mundo instalado no Palais du Louvre (Palácio do Louvre). Construído em 1190, no reinado de Felipe Augusto, como fortaleza durante os ataques vikings. Ao longo da história, passou por diversas reformas em diferentes reinados e foi Palácio Real da França até 1682, quando Luís XIV transferiu a sede do poder francês para Versailles (Château de Versailles). Em 1793, poupado pela Revolução, tornou-se museu.

ESSENCIAL:

  1. O museu está dividido em três Alas: SullyRichelieu e Denon. Na foto acima: SULLY – pavilhão que aparece atrás da pirâmide; RICHELIEU – pavilhão à esquerda e DENON – pavilhão à direita;
  2. Ao entrar no museu pela pirâmide de vidro (entrada principal), descendo as escadas você irá se deparar com as entradas das três alas, nas direções indicadas acima.

    Entrada da Ala Denon no átrio da Pirâmide – LOUVRE

  3. Na direção oposta à Ala Sully, na área de apoio aos visitantes, há um grande balcão com mapas gratuitos do museu, disponíveis em alguns idiomas, inclusive Português. Não deixe de pegar o seu. De qualquer forma, o mesmo mapa está disponível no site do museu, em PDF, nesse link.                                                                    
  4. Entradas: A Pirâmide de vidro é a entrada principal do museu, mas há outras entradas alternativas, como pelo Carrousel du Louvre ou pela escadaria ao lado direito do Arco do Triunfo du Carrousel (que fica bem em frente à Pirâmide).  Todas levam ao subsolo que dá acesso às Alas (Sully, Denon, Richelieu). Confira no mapa
  5. A entrada pelo Carrousel du Louvre é uma das mais indicadas, geralmente com filas menores que a entrada principal. Para encontrá-la, entrenoCarrousel du Louvre, desça as escadas e siga numa linha reta até a pirâmide invertida. A entrada para o museu fica à esquerda da pirâmide.

    Pirâmide invertida do Carrousel du Louvre

    Entrada Louvre pelo Carrousel du Louvre

  6. Acredito que entre os pontos altos do Museu estão a Mona Lisa, a Vênus de Milo e os Fossos Medievais.

– A Mona Lisa  está na Ala Denon. No caminho, claro, você encontrará inúmeras obras magníficas, entre elas a escultura grega Vitória Alada da Samotrácia (séc. 3 a.C.).

Vitória Alada da Samotrácia

– Os Fossos Medievais e a Vênus de Milo ficam na Ala Sully:

Obs. Importante: O roteiro para visitar esses três pontos pode durar menos que duas horas e o percurso garante um primeiro contato com o museu, porém, bem e bem (e bem) reduzid0. Mas, para turistas com pouco tempo na cidade e que não tenham a pretensão de esgotar o Louvre, fica valendo a visita. A dica é, quando possível, visitar com calma e dedicar-se com afinco aos seus longos corredores de puro encanto.

Ala Richelieu também é maravilhosa! Se tiver tempo, ânimo e interesse, não deixe de ir. Não se tem o Louvre todo dia. Pense nisso. Os apartamentos de Napoleão III ficam nessa Ala e te convidam a um breve passeio pela ostentação reluzente de uma época.

Sala de Jantar de Napoleão III – Ala Richelieu – Louvre

INGRESSOS:

– Há máquinas para compra de ingressos no próprio museu, na área de apoio ao visitante e é possível comprar no cartão de crédito utilizando esses terminais. E sim, você entra no museu sem o bilhete, que pode ser adquirido lá dentro e cuja apresentação só é exigida na entrada alas. Para tanto, você deve guardar o bilhete durante toda a visita, pois ao sair de uma ala para outra sua apresentação será novamente exigida.

Máquinas de bilhetes para o Museu à esquerda e à direita na foto.

Em Maio de 2012, também era possível comprar os  bilhetes em uma loja de variedades, localizada no Carrousel du Louvre, no primeiro corredor à direita, após descer as escadas, no mesmo piso da pirâmide invertida. Além do Louvre, também vendem bilhetes para outros museus da cidade e o Museum Pass.

Bilhetes de Museus no Carrousel du Louvre (valores de maio de 2012)

– Também é possível comprar pela internet no site do museu ou aqui, através do TicketBar

HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO:

O Louvre abre diariamente, exceto às terças-feiras:

– Seg/Qui/Sab/Dom: das 09:00h às 18:00h.

– Quarta e Sexta: das 09:00h às 22:00h.

Obs. Importante: os salões de exposição começam a fechar meia hora antes do horário de encerramento do museu.

COMO CHEGAR:

– Metrô: estação Palais Royal/Musée du Louvre.

CARROUSEL DU LOUVRE:

O Carrousel du Louvre é um complexo comercial localizado no subsolo do Louvre. Sua entrada fica na Rua Rivoli, dentro dos arcos onde carros passam. Não tem errada. Ao chegar nestes arcos, você logo verá as portas de vidro com o nome Carrousel do Louvre. Além de ter lojas e restaurantes, o Carrousel também é uma das entradas alternativas para o Museu. Clique no mapa para ampliar.

Mapa Carrousel du Louvre

Na foto abaixo: Ao entrar pela Rue Rivoli e descer o primeiro lance de escadas rolantes, você chegará a este piso que aparece na foto. Para chegar à pirâmide invertida, basta descer estas escadas rolantes que aparecem na foto e seguir em uma linha reta.

carrousel-du-louvre-paris

LE CAFÉ MARLY:

Permita-se essa extravagância. Os pratos são caros, mas o lugar é requintado e a experiência de tomar um café contemplando o majestoso Cour Napoléon não acontece todo dia. O Café está instalado no Pavilhão Richelieu. A conta para duas pessoas pode ficar entre 50 e 60 EUR e os garçons são famosos por sua rispidez.

lecafemarly

Só pra constar:  O “pátio” da Pirâmide de Vidro é o Cour Napoléon e o pátio logo atrás deste, atravessando a Ala Sully, é o Cour Carrée. Na exata direção da saída do Cour Carrée para o Rio Sena está a Pont des Arts, uma das famosas pontes carregadas de cadeados.

Pont des Arts - PARIS

Pont des Arts, PARIS (foto gentilmente cedida pelo amigo Thiago Melo – @thiagobase no instagram)

– Mais informações no Site Oficial do Louvre. O site tem muitas informações úteis. Não deixe de conferir.

– Mapa Oficial do Museu em Português e compra on-line de bilhetes, aqui  aqui ou aqui.

– Saiba como chegar à Mona Lisa aqui.

– E mais informações sobre Paris aqui também.

– Todas as informações deste post, inclusive valores e horários, referem-se a maio de 2012. 

Desde abril de 2015 somos parceiros do TicketBar, site especializado na venda on-line de ingressos e passeios em várias cidades do mundo. Por lá você vai encontrar:

INGRESSOS PARA O LOUVRE

VERSAILLES DE ÔNIBUS

VERSAILLES À NOITE

City Tour + Cruzeiro + Almoço na Torre Eiffel

– Todos os serviços e passeios oferecidos em Paris AQUI.

Anúncios

18 Respostas to “Primeira visita ao Louvre: o básico do básico – PARIS”

  1. Renato 27/02/2011 às 17:13 #

    Valeu pela dica das entradas alternativas. O link indicado é bastante esclarecedor.

  2. Vanessa 28/01/2012 às 14:11 #

    Adorei seu blog e as dicas do Louvre. Vou a Paris em Fevereiro e, como tenho pouco tempo na cidade, preciso otimizar meu tempo no museu. Super obrigada. Bjs

    • Anna Guimarães 28/01/2012 às 17:32 #

      Obrigada, Vanessa!
      Foi exatamente o que aconteceu comigo.
      Agora já tem até mapa em português – dica da Tereza – facilita.
      Mas aproveitando a oportunidade, se tiver chance, não deixe de ir a Fauchon (confeitaria – Metrô Madeleine) e a Montmartre (tem post sobre os dois aqui no blog)
      Abraço e uma excelente viagem!

  3. Leticia 01/05/2012 às 17:39 #

    Seu cartão de crédito era de chip e com 4 ou 6 dígitos para senha?
    Esta dúvida me consome com medo do meu cartão não funcionar!
    Preciso poupar tempo! 🙂
    Blog sempre delicioso.

    • Anna Guimarães 01/05/2012 às 18:59 #

      Oi, Letícia!
      Era com chip sim! A senha era de seis digitos. Mas um amigo, com cartão com senha de 04 dígitos, fez o que a gerente dele ensinou: acrescentar dois zeros na frente. Funcionou!
      Abraço

      • Leticia 01/05/2012 às 20:19 #

        Muito obrigada, Anna! Vc como sempre muito gentil!

  4. Cris 06/05/2012 às 11:47 #

    Olá!
    Que Guia é este que vc está segurando ali no Caroussel?
    Qual Guia de Paris vc recomenda?
    Obrigada!

    • Anna Guimarães 06/05/2012 às 15:37 #

      Oi Cris!
      Eu sou fã dos guias da PubliFolha – Guia Visual de Paris… É este que estou segurando na foto.
      Tambem sempre viajo com um menorzinho, da Ciranda Cultural, mais objetivo, fácil de carregar e com mapa avulso, gosto muito dele também. Inclusive, semana que vem, que teremos apenas dois dias em Londres, vou levar o da Ciranda Cultural Londres. É ótimo para viagens mais curtas.
      Ganhei o da Lonely Planet. Muito bom também, mas como é muito informativo e pouco visual (não tem fotos coloridas) estou usando como fonte de pesquisa para a viagem…Há informaçães importantíssimas.

      Abraço,
      Anna

  5. Júlio Lopes 07/02/2013 às 11:36 #

    Anna,
    Muito bom seu Blog, Parabéns. Estou indo a Paris em Julho. Li que no primeiro domingo de cada mês vários museus tem entrada franca. Como se procede..é chegar e entrar???

    • Anna Guimarães 07/02/2013 às 12:13 #

      Oi Julio!
      Acredito que sim. Simples assim. Mas, provavelmente, as filas são enormes, ainda mais em Julho, que é Verão por lá e a cidade fica lotada de turistas.
      Algumas coisinhas mudaram, preciso atualizar esse post sobre o Louvre. Mas nada que possa atrapalhar sua pesquisa, viu?
      Os mapas em português (que agora estão disponíveis) facilitam muito.
      Abraço
      Anna

  6. Wanice Bon'ávígo 25/03/2013 às 22:48 #

    Boa noite, Anna!
    Eu te disse no Facebook que iria postar aqui…Pois bem, em primeiro lugar seu blog é o máximo! Fazer um post pode ser fácil, ainda mais quando se trata de uma cidade tão fotogênica quanto Paris, mas postar com essa sequência de fotos tão didáticas, explicação minuciosa, isso é demais de bom! Passa muita segurança pra gente! Bem, vou a paris pela segunda vez, agora em maio e ficarei novamente em Montmartre, inclusive no mesmo hotel, mas desta vez quero curtir mais o meu quartier e vi que você conheceu bem o pedaço. Adorei a dica das latinhas de biscoitos (Que Nossa Senhora do Juízo me ajude!), sou compulsiva por latas, principalmente na versão antiguinha…Mais alguma coisa assim “imperdível”? Uma boulangerie, restaurante (espero aproveitar o menu do dia)? Bjs e muito obrigada pela dedicação!

    • Anna Guimarães 26/03/2013 às 08:31 #

      Oi Wanice!
      Obrigada pelo carinho.
      E Paris, de fato, não é difícil falar dela, sempre tão apaixonante.
      Preciso fazer algumas alterações nesse post sobre o Louvre. Acrescentar algumas informações atualizadas. Algumas coisinhas mudaram.
      E Montmartre, que lugar, não é?
      Tenho sim algumas coisinhas que ainda não coloquei no blog. Amo aquele lugar. Vou reunir algumas indicações e te passo.
      Abraço,
      Anna

  7. Adelline 08/06/2013 às 22:28 #

    Saved as a favorite. I love your web site!

  8. oliveira 02/10/2013 às 06:39 #

    acho q tem um erro de ALA na localizaçao de venus de milo. Sera q tem outros erros desse tipo?

    • Anna Guimarães 02/10/2013 às 09:36 #

      Oi Oliveira!
      Obrigada pela indicação. Vou verificar.
      Quanto a outros erros, posso te dizer que no blog está a minha experiência. Você pode ter informações precisas no site oficial do museu, ok?

  9. Adriano 31/01/2017 às 18:17 #

    Olá comprei o bilhete na net
    Já mandaram por e-mail
    Posso apresentar pelo Movel o bilhete
    Ou e nessesario imprimir

    • Anna Guimarães 01/02/2017 às 16:29 #

      Oi Adriano!
      Tudo bem?
      O ideal mesmo é imprimir.
      Foi a orientação passada pelo pessoal do TicketBar.
      Boa viagem e bom passeio pra você.
      Abraço,
      Anna

Trackbacks/Pingbacks

  1. PARIS de METRÔ – rápido e fácil. | Miss Check-in - 14/01/2014

    […] – Guia Rápido do Louvre […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: