A fúria da gaivota – PORTO.

2 maio

Viajar e não “micar” é não viajar… rs rs.

Isso é fato! E eu, como “miqueira viajante” profissional, ao longo da minha trajetória “micológica”, tenho percebido que micos são como músculos, alguns são voluntários e outros totalmente involuntários, ou seja, independem totalmente da sua ação para execução de suas tarefas inconvenientes.

Foi assim que, com base nessa inovadora classificação, posso dizer que, em Porto, fui vítima de um mico totalmente e radicalmente involuntário:

Estava eu tirando fotos das, até aí, lindas gaivotas que passeavam tranquilas pelo largo da subida da Sé de Porto… Tipo, para depois postar a foto no site e comentar: “vejam que fofas as gaivotas do largo da Sé… tre lê lê lê e tra lá lá lá”

Subida da Estação São Bento para a Catedral da Sé - PORTO.

 

De repente, em meio à minha ação fotográfica, eis que uma das bandidas levanta voo e, do alto de sua empáfia, mira na minha figura e atira, furiosa, seu conteúdo intestinal.

Ah, minha gente!!! Foi demais pra minha cabeça, não foi não??? E para o meu cabelo também, coitado, principal alvo da fúria fecal da ave sem noção.

Mamãe limpando meu cabelo... Ô dó!!

Duas inglesas, que vinham logo atrás de mim, já preparavam uma gargalhada quando, ao se aproximarem, viram o estrago causado pela “piriquita”, e acabaram se compadecendo com a minha desventura. Engoliram o riso e só soltaram um consternado: “Oh, God!”… E eu, tirando foto e onda da minha própria cara, no melhor estilo Pollyanna moça , falei no meu inglês hamburgônico: “no problem!” kkkk

A minha sorte é que cocô de gaivota portuguesa  é coisa fina, sabe? Sério!Tem aspecto de creme de leite e é totalmente sem cheiro.Ô!! Fazer o que? Depois do mico “gaivotante”, o jeito era buscar as informações mais otimistas sobre o cômico resultado da evacuação mal intencionada do “passarinho”.

Resumindo: Deus salve a Rainha e as fezes inodoras das gaivotas europeias!!  rs rs.

Vida de turista é assim… Pagando mico até pra ave sacana de primeiro mundo… K-K-K

Anúncios

2 Respostas to “A fúria da gaivota – PORTO.”

  1. Santana 02/05/2011 às 08:42 #

    Gaivota abusada heim?, que mira certeira!kkkkkkk. Mas, como diz o ditado: Dos males o menor. Como você mesma disse; cocô de gaivota portuguesa é coisa fina, sem cheiro. Já pensou se fosse uma gaivota brasileira?

    • misscheck 02/05/2011 às 10:12 #

      Que nada… Nós baianos iríamos tirar de letra. Deve ser algo tipo caruru!!! kkkkkkkkkkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: