AfonsA, Sarita e Percílio no Reino dos Falcões – SERGIPE.

12 maio

Seria mais uma dessas tardes normais, de repetições cotidianas. Mas, diferente disso, naquela tarde de maio de 2011, assim que cheguei ao trabalho, colegas me chamaram e me levaram até o pátio da delegacia. Mostraram uma caixa de papelão de onde saía um som estranho, rasgado e nervoso. Quando abri a caixa me deparei com algo totalmente inesperado:

Gente! Uma corujinha! Acuada e super arisca. Ninguém sabia muito o que fazer com o bichinho estressado, mas eu, assim que bati os olhos nela, eufórica,  fui logo dizendo “deixa comigo!”

Neste ponto, entra a segunda (e melhor) parte da história:

BR-235 – Povoado Rio das Pedras – Itabaiana/SE.

A primeira vez que ouvi falar do Parque dos Falcões, no pé da Serra de Itabaiana, foi em um noticiário de televisão. Um lindo e raríssimo urubu albino havia sido entregue ao Parque e, a partir de então, seria mais um de seus ilustres moradores. Mesmo pela televisão, fiquei encantada com a ave… Urubu albino?… Sério… É algo, no mínimo, inusitado. Contudo, a bela ave acabou sendo furtada do Parque. Fiquei desolada, mas o Parque dos Falcões, desde então, ficou na minha cabeça.

Foto do urubu albino (disponível em culturamix.com).

Passado algum tempo… Em uma noite comum, sem nenhuma expectativa, chego no meu apartamento e percebo alguma coisa estranha batendo na janela da cozinha. Ao me aproximar, noto que é um pássaro. Recebi a criatura fofa como um pequeno presente de Deus. Tinha as pernas amarradas, estava cansado e com fome, precisava da nossa ajuda.

Bateu na porta certa! De cara veio o estalo: Parque dos Falcões. Até hoje não sei como cheguei à conclusão de que se tratava de um falcão, mas estava decidida:  ia levá-lo para o Parque no dia seguinte. Até lá, ele passou a noite conosco, no apartamento, voando de um lado para o outro,  comendo peito de frango e pão doce e deixando os meninos (Jean Luke e Jean Quique) apavorados, rs rs. Apelidei de  Afonso, meu pequeno falcão.

Conhecer o Parque dos Falcões também foi um presente. É o tipo de lugar que você precisa ir para ter a dimensão exata de sua energia. É um lugar especial, pois o Percílio é um ser humano especial.

Fundador do Parque, Percílio é um homem extremamente simples e simpático, uma pessoa totalmente do bem que, com seu dom sobrenatural de se comunicar e “encantar” aves de rapina, acabou se tornando famoso, sem, contudo, perder sua simplicidade natural. Já foi entrevistado pelo Jô e sempre aparece em programas de televisão, mas a única coisa que realmente lhe interessa é viver entre seus pássaros, garantindo-lhes conforto, segurança e harmonia.

VIVEIROS

Além de alimentadas e bem cuidadas, as aves também são treinadas, ao ponto de todas elas terem voos diários pela Serra. Voam livres por cerca de uma hora e, passado este tempo, voltam radiantes ao braço do treinador. Algo simplesmente fantástico.

Afonso me deu chance de conhecer o Percílio e eu lhe dei a chance de viver no paraíso. Foi o Percílio, inclusive, que me disse que o Afonso é um falcão quiriquiri, o menor falcão do Brasil, e que, na verdade, ele não era bem Afonso, já que se tratava de uma fêmea… Qüen qüen qüen  qüen… Ah!!! Não tinha como saber… kkkkkkk.

AfonsA mora até hoje no Parque e vive feliz ao lado de seu namoradinho, um outro pequeno falcão da mesma espécie.

Após ler tudo isto aqui, vocês têm alguma dúvida para onde eu levei a pequena coruja?

Coloquei a caixa no carro (Pedro Henrique, estão lembrados?) e me despedi da pequena, fofa e estressada, que seguiu viagem com o Hélio até sua nova morada.

Impressionante de novo! Na delegacia, ela estava super arisca, ninguém sequer conseguia se aproximar. No Parque, o Percílio já foi logo pegando no colo e ela se abriu toda para ele fazer carinho na sua barriga. Vê se pode? rs rs. A sintonia entre ele e as aves é realmente incrível.

A corujinha ficou em seu novo lar, feliz da vida, como se já soubesse desde sempre que ali era seu lugar.

Segundo Percílio, ela estava ilesa e saudável, apenas é muito novinha e, por alguma razão, foi separada bruscamente da mãe.

Não dei nome para a bichinha, mas dessa vez iria acertar, pois desde o início achei que era uma “menina”… kkkkkkkkkkkk. Pensei em Sarita! 🙂

Como chegar: O Parque dos Falcões fica no Povado de Rio das Pedras, entre Areia Branca e Itabaiana. Para saber como chegar até lá, partindo de Aracaju, basta dar uma olhada no Fotoguia da BR-235.

O Parque é aberto à visitação, mas, IMPORTANTE, as visitas devem ser agendadas por telefone: (79) 9962-5457 / 9131-3496.

Mais informaçãoes no site: http://www.parquedosfalcoes.com.br/

Anúncios

19 Respostas to “AfonsA, Sarita e Percílio no Reino dos Falcões – SERGIPE.”

  1. Santana 12/05/2011 às 16:41 #

    Parabéns à você e ao Hélio, por salvarem a “pobre” corujinha, que por ser muito novinha, sem a intervenção de vocês, ela poderia ser vítima de algum predador.

    • misscheck 13/05/2011 às 12:19 #

      Santana,
      O Parque dos Falcões é um lugar que vale a pena conhecer, sobretudo aqueles que gostam de animais (meu caso rs rs). O Percílio faz um trabalho muito bonito com as aves de rapina e também, vez por outra, recebe outros animais silvestres, em sua maioria, vítimas da ação predatória do homem. Da última vez que estive lá, para levar AfonsA, ele havia acabado de receber do IBAMA um filhote de tamanduá… Lindo!! Também tem uma águia chilena, própria da Cordilheira, que teve sua asa amputada por um tiro. Hoje ela está saudável e bem cuidada no Parque.

  2. Laise Moraes 13/05/2011 às 09:17 #

    Bina… tu nao existe! 😀

  3. jaira 13/05/2011 às 19:41 #

    Amei a corujinha, hummm!!!….Na chacara da minha irmã lá em Nossa Sra.da Glória tem uma corujinha miudinha que vive numa árvore…canta que só…daí qdo imitamos o barulhinho dela, ela responde, muito fofa…Acho lindo é qdo ela tá quietinha com o olhindo fechadiiinhooo,um tracinho na vertical e se a gente faz barulho ela abre aquele olhâaooo redondo parecendo uma moeda de 1 real, rsss…é um trocinho.

    • misscheck 13/05/2011 às 19:48 #

      Jaaaaaira!! Já estava com saudade!! rs rs rs.
      Ai… Corujas não são fofas? Se tiver foto dela, manda pra mim que eu posto aqui!!! Já deu pra notar que eu aaaamo animais… rs rs rs.
      Abraço (a caneta demora, mas chega, viu? kkkk)

  4. Gina 13/05/2011 às 21:48 #

    Adoro história com final feliz! Com certeza a avezinha está adorando esse paraíso! Também arrasto uma “asa” por animais, rsrs. Fico uma “arara” quando vejo alguém maltratando um bichinho. Gostei de saber da existência desse parque. Tá na minha lista! Bjs

    • misscheck 14/05/2011 às 07:43 #

      Gina! Você vai gostar muito do Parque. Ele fica bem no “pé” da Serra de Itabaiana, uma região muito bonita. Após tanta repercussão na mídia, acabou se tornando um importante ponto turístico de Sergipe.

  5. jaira 23/05/2011 às 00:01 #

    só vou lá no são joão e se eu conseguir focalizá-la escondidinha por entre os galhos, mando p vc. Ah sim, minha caneinha, ainda espero, rssss..beijokinhas

  6. Monique Ribeiro 17/01/2012 às 07:24 #

    Aaaaaah amei o post e a foto da corujinha! Estou me surpreendendo com os post sobre Sergipe. Tanta coisa legal! Preciso marca ruma viagem pra lá em breve!

    Beijoos

    • Anna Guimarães 17/01/2012 às 18:26 #

      Oi Monique!
      Que bom que está gostando! Sergipe tem muita coisa legal, apesar da escassa divulgação.
      Marque uma viagem pra cá mesmo! Vc não vai se decepcionar! 😉
      Bjo

  7. Daniel 14/10/2013 às 22:30 #

    Qual o valor pra visitar o parque? Dá pra chegar perto das aves?
    Parabéns hein! Muita informação e organização!

    • Anna Guimarães 17/10/2013 às 09:11 #

      Oi Daniel!
      Vou ficar devendo o valor. Mas você consegue todas as informações, inclusive agendar sua visita, nos telefones indicados.
      Na visita, você interage com as aves. Pode, inclusive, apoiar algumas delas no seu braço. Eles vão te explicar como são os voos diários e a rotina do Parque. É muito bacana.
      Abraço,
      Anna

  8. Keila Alves 17/06/2015 às 16:00 #

    Sensacional…. eu amo corujas, sou colecionadora. irei para Aracajú em dezembro/2015 e já coloquei o Parque dos falcões no meu roteiro.
    parabéns Anna pelas postagens , muitoo esclarecedoras e sinceras.
    Esta me ajudando muito a organizar as férias com minhas duas filhas e minha afilhada.

    Abraços .. Aracajú ai vamos nós.

    • Anna Guimarães 17/06/2015 às 19:31 #

      Que delícia, Keila!
      Sou suspeita pra falar, mas acho que você vai amar sua viagem rsrsrs
      O Parque dos Falcões, sem exagero, é um lugar mágico, tem uma atmosfera fascinante.
      Qualquer dúvida, estou por aqui. Até dezembro, podemos ir tricotando bastante sobre Aracaju 😉
      Abraço,
      Anna

Trackbacks/Pingbacks

  1. Dicas de Aracaju – post a post « Miss Check-in - 15/11/2012

    […] Parque dos Falcões (Serra de Itabaiana – aprox. 45 km da […]

  2. ARACAJU COM CRIANÇAS « Miss Check-in - 19/11/2012

    […] Sobre o Parque dos Falcões, também temos um post específico aqui. […]

  3. Pontos Turísticos – Suites Atalaia - 13/01/2016

    […] Parque dos Falcões (Serra de Itabaiana – aprox. 45 km da […]

  4. GUIA DE ARACAJU – SERGIPE | Miss Check-in - 30/01/2016

    […] Parque dos Falcões (Serra de Itabaiana – aprox. 45 km da […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: