Na corda do Cordel – ARACAJU.SE

1 jul

Para encerrar nosso passeio pela Praça dos Mercados, nada melhor que um pouquinho de poesia cordelista… Meio que letra repentista…  Fechando com chave de ouro nosso passeio retratista…kkkkkkkk

Pois é… Cordel é a cara do Nordeste! Embora tenha surgido em Portugal, se tornou elemento indiscutível da cultura nordestina. O nome –  CORDEL – também vem da Pátria Lusa e se refere aos cordões onde os folhetinhos eram pendurados para exposição à venda.

Não vou ficar aqui blabazando sobre o tema. O próprio Cordel se explica… Com poesia e beleza… Nos versos rimadinhos de Zé Maria Fortaleza:

DIDÁTICA DO CORDEL  (Zé Maria Fortaleza/Arievaldo Viana/Klévisson Viana)

Então… Quando vier ao Nordeste não deixe de dar uma paradinha nesse cordão …  Que conta de Manifesto Comunista até Virgulino Lampião:

Aqui em Aracaju, no Mercado Antonio Franco, tem o Box do Cordel do poeta João Firmino Cabral. Seu Firmino, que aparece na foto abaixo, infelizmente faleceu no início de 2013, mas sua família manteve o box, semeando a tradição cordelista deixada por ele.

Olha Seu Firmino aí no cantinho… rs rs.

O Box do Seu Firmino fica na saída do Mercado Antonio Franco que leva ao corredor das flores, ligação com o Mercado Thales Ferraz:

Esses (aí embaixo) são os meus… rs rs… Tem de 1 real,   1,50  e 2 reais… Baratinhos e cheios de cultura 🙂

Quer saber mais sobre os Mercados de Aracaju?  Todos os posts em ARACAJU.MercadosPopulares .

Anúncios

8 Respostas to “Na corda do Cordel – ARACAJU.SE”

  1. Santana 02/07/2011 às 10:23 #

    Eu sou um amante da Literatura de Cordel. Quando criança, eu ia para a feira-livre da minha pequena cidade (Cipó), no interiorzão da Bahia, só para assistir os cantadores de cordel, e ficava encantado com as estórias contadas e cantadas por eles. Infelizmente, os cordelistas sumiram das feiras; pouco a pouco essa cultura tão fascinante está desaparecendo, mas, ainda resiste, graças a persistência de alguns poetas abnegados que não deixam morrer a nossa cultura popular do nordeste.

    Parabéns Anna, pelo post. Tenha certeza que você deu uma grande contribuição à nossa cultura popular. São com iniciativas como essa, que a nossa Literatura de Cordel vai se mantendo viva.

    • misscheck-in 02/07/2011 às 22:31 #

      Ô Santana!! Que lembranças gostosas!!! Também aprendi a gostar de cordel ainda garotinha… Na terra do meu avô (entre Uauá e Monte Santo) a garotada já gostava de brincar com esses contos!! Cordel me lembra o sertão e aquela gente que brinca e sorri mesmo com pouco pra comer e pouca água no pote.

  2. João Hungria 08/07/2011 às 00:45 #

    No trabalho de Henriete tive o prazer de conhecer Sr. João Firmino, uma figuraça de uma sabedoria incríveel *-*
    E agora então que cordel tá no auge por causa da novela, é ótimo para expandir o interesse por esse bem tão precioso da nossa cultura ^^

Trackbacks/Pingbacks

  1. Dicas de Aracaju – post a post « Miss Check-in - 01/12/2012

    […] – Cordel no Mercado […]

  2. Pontos Turísticos – Suites Atalaia - 13/01/2016

    […] – Cordel no Mercado […]

  3. Suite 101 – Suites Atalaia - 14/01/2016

    […] – Cordel no Mercado […]

  4. Suite 102 - 14/01/2016

    […] – Cordel no Mercado […]

  5. GUIA DE ARACAJU – SERGIPE | Miss Check-in - 30/01/2016

    […] – Cordel no Mercado […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: