Fim de tarde em Waterfort Arches – CURAÇAO.

22 dez

Como eu sempre digo, “a melhor vingança é ser feliz!”. Então, vamos que vamos, porque Caracas – depois de tudo – só merece uma coisa: ficar para trás. Voltando ao que realmente interessa, dentre as fotos que conseguimos salvar, estão as do nosso agradável e dourado fim de tarde em Warterfort.

Waterfort Arches, os antigos arcos do Forte Amsterdam, estão localizados na entrada da Baía de Santa Anna, em Punda. Hoje, no local, funciona um complexo de restaurantes que, além de oferecerem as mais variadas cozinhas, da italiana à cubana, ainda garantem uma linda vista para o mar – sinta a pressão – caribenho:

Para encurtar conversa, diante dessa primeira descrição, não sobra muito pra dizer, a não ser que todo mundo merece um fim de tarde assim:

Dentro dos Arcos, todos os restaurantes oferecem varandas voltadas para o mar. E todos também têm horário particular de funcionamento, mas, no geral, boa parte deles começa a funcionar a partir das 17:30h. No dia em que estivemos lá (14/12/2011), uma quarta-feira, chegamos às 17h e o único que estava abrindo o bar era o Dal Toro.

Ficamos por lá mesmo. Mas, embora o cardápio avisasse que abriam às 17h, fomos informados que a cozinha só começaria a funcionar em meia hora e, como –  não vou mentir pra vocês –  meu foco era uma suculenta pizza margherita, fomos avisados que pizza apenas entre 40 e 50 minutos.

Mas como diz o Hélio, ninguém tinha panela no fogo – Ah! Pra que pressa? Enquanto isso, sentamos e tomamos um licor (experimentar o licor de Curaçao é algo obrigatório), admirando o céu dourar nas as últimas cores do sol, que, tranquilo e exuberante, ia se pondo no horizonte do mar caribenho. Perfecte!

Nesse meio tempo, fomos agraciados com uma simples, mas revigorante entrada, com um molhinho de ervas e azeite que tornou a espera ainda mais afável:

Molho de azeite e ervas - Dal Toro - Waterfort.CURAÇAO

Depois da entrada, a pizza ainda demorou um pouquinho e, quando chegou, embora tivesse uma cara excelente, no garfo não foi das nossas melhores pizzas, mas valeu pelo conjunto. A massa estava um pouco torrada (o que não me agrada). Talvez uns minutinhos a menos no forno a deixaria no ponto:

Pizza Margherita (média) - 18,00 Nafl.

No fim, a continha razoável. Note: 1- a entrada foi cortesia e 2 – os valores vêm em Nafl (florim das Antilhas Holandesas) e também em dólar. Você decide em que moeda pagar. Duro mesmo é quando você paga em uma moeda e o troco vem em outra. Já não sei fazer conta em uma moeda só, imagine em duas? O erro.

SOBRE WATERFORT ARCHES:

– Como falei inicialmente, há várias opções de restaurantes em Waterfort. A escolha fica a seu critério. Pelo o que vimos, em quase todos os dias em que estivemos lá, o Perla Del Mar (ao lado do Dal Toro) parece ser um dos mais badalados e sempre estava lotado para o jantar.

Restaurante Perla del Mar - Waterfort - CURAÇAO.

– Uma coisa é preciso aprender logo de cara em Curaçao: os horários de funcionamento nunca são cumpridos à risca. Tanto lojas como restaurantes, embora os guias ou os próprios letreiros indiquem tal horário, eles sempre acabam abrindo meia hora depois.

Varanda do Scampi's Restaurant - Waterfort Arches - CURAÇAO

– Alguns dos restaurantes de Waterfort abrem para o almoço, dentre eles o Dal Toro. Não estivemos por lá nesse horário, mas tudo indica que o complexo é mais freqüentado para jantar. Ainda assim, acho um desperdício chegar por lá apenas à noite, já que o mais bacana que Waterfort oferece é a vista para o mar e o belíssimo pôr-do-sol.

LOCALIZAÇÃO:


Os Arcos de Waterfort ficam em Waterfortstraat – no meu total desconhecimento do idioma local, acabei aprendendo por osmose que straat é algo tipo street e que eles costumam juntar as palavras formando uma coisa só! rs rs – confira no mapa (clique na imagem para ampliar):

Waterfortsraat, por sua vez, se inicia na entrada do Plaza Hotel Curaçao, o único prédio alto que há na paisagem, bem na entrada da baía de Santa Anna, no que seria a “esquina” entre o mar e a baía, em Punda:

– Tão logo você passa pelo hotel, seguindo por uma rua estreita, imediatamente à sua esquerda, logo se deparará com os arcos e, no centro deles, está a entrada para os restaurantes:

Simples assim! 🙂

Anúncios

10 Respostas to “Fim de tarde em Waterfort Arches – CURAÇAO.”

  1. Viagem para Mulheres 22/12/2011 às 13:24 #

    Pôxa… Um lugar tão lindo, precisava terminar de maneira tão ruim?

    Lembre-se desses momentos lindos e pronto!

    Que 2012 traga muitas lindas viagens para você! Estou com uma caneta sua na minha frente!

    Beijos

    • Anna Guimarães 22/12/2011 às 13:40 #

      Ô, Flavia! Você, como sempre, tão atenciosa! Obrigada!
      Pois é! O bom mesmo é que as boas lembranças ninguém tira de nós. O ano foi bom, com viagens ótimas, Curaçao foi um sonho. Dar mais ibope para as coisas ruins é exaltar o azar… rs rs… Vamos tocando, certos de que a vida é boa e o mundo vale a pena! Pessoas como você reforçam isso!
      Abraço forte e tudo de melhor para nós no ano que está chegando! 😉
      Ah! E que a canetinha te traga sorte! rs rs.

  2. jennifer 06/11/2014 às 09:53 #

    meeeu pai quase chamei os bombeiros pra apagar o fogo que vc causou aos meu neurônios kkk , me conte como faz pra conferir o troco , ou foi pela confiança de estAr certo e ponto ? estou querendo ir , mas com essa ideia de duas moedas fiquei muito receosa , me explica um pouquinho isso , please ?

    parabens pelo blog , ja estou virando ele do avesso kkkk

    • Anna Guimarães 06/11/2014 às 11:51 #

      Jennifer, menina! Aí você me pegou.
      Conta não é bem minha praia.
      Mas veja, não tem com o que se preocupar tanto.
      O índice de conversão é fixo. Aí, digamos, que você pagou em dólar e seu troco veio em florins.
      Para conferir é só fazer a conversão , tipo, se seu troco seriam 10 dólares e veio em florins, com índice de conversão a 1.75, seu troco em floris será 17,50 Nafl (1 dólar = 1,75 Nafl). Parece complicado, mas lá você vai ver que é muito simples. Geralmente, quase todos os estabelecimentos trazem a conta nas duas moedas. Não tem bicho de sete cabeças. Relaxe e curta sua viagem.
      Eu, que sou péssima com cálculos, e não quis ficar quebrando a cabeça com o que ou não sai mais em conta, pra não ficar quebrando a cabeça, levei dólar e pronto. Não tive problemas.
      Abraço,
      Anna

      • soudessasque 06/11/2014 às 14:08 #

        agora entendi rs desembaraçou bastante minha mente , muito obrigada

      • Anna Guimarães 07/11/2014 às 14:57 #

        Ahahah
        Que bom!
        Qualquer coisa é só falar 😉

Trackbacks/Pingbacks

  1. Scuba Lodge & Suites – CURAÇÃO « Miss Check-in - 11/11/2012

    […] – Waterfort Arches […]

  2. Gouverneur Restaurante & Café – CURAÇAO | Miss Check-in - 05/08/2013

    […] – Mais restaurantes em Curaçao? Confira também Mundo Bizarro e  Waterfort Arches; […]

  3. Queijos & Licores – Delícias de CURAÇAO | Miss Check-in - 15/11/2015

    […] – Waterfort Arches […]

  4. Guia de introdução a Curação a ilha mais colorida do Caribe! - 03/12/2016

    […] Em Punda também está localizado o WaterFront Arches, complexo gastronômico com vários restaurantes de diferentes tipos de culinária, de frente pro mar, ótimo pra um drink no fim de tarde! Infelizmente quando fomos estava era já noite e as fotos não ficaram muito boas. Acabamos não ficando por ali, mas acho que vale a visita pra cutir o pôr do sol, como fez a Anna, do blog Miss Check-in […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: