Estudando espanhol em Buenos Aires – por Gustavo Pelogia.

17 jan

Sabe uma coisa que eu sempre quis fazer desde a primeira vez que estive em Buenos Aires? Ah-ah! Voltar para estudar espanhol. E agora, me pergunto: “Nossa! Será que todo mundo tem esse sonho?” rs rs… Tanta gente indo pra lá fazer o mesmo. Na verdade, Buenos Aires é uma cidade apaixonante e acho que quem conhece sempre procura uma desculpa para voltar. Estudar espanhol, que também é uma língua deliciosa, parece ser a melhor delas. Numa situação de escolhas decisivas, nada melhor então que ouvir a opinião de quem já foi, já voltou e já foi de novo. É o caso do Gustavo, que nesse momento está lá, em algum lugar próximo à Casa Rosada (muita inveja nessa hora! rs), aprimorando seu espanhol e ampliando seus horizontes. Sua experiência na Expanish  pode clarear nossas ideias na hora de definir como e onde estudar. Segue o relato por Gustavo Pelogia:

Estudando espanhol em Buenos Aires

A primeira vez que fui para Buenos Aires, meu único objetivo era, pela primeira vez, sair do Brasil. Um ano e dois meses depois, joguei tudo para o alto e me mudei para cá.

Viajei sozinho e a primeira coisa que pensei foi em fazer aulas de espanhol, para aprender um pouco da língua e aproveitar para praticar com as pessoas na cidade. Dei um Google e entre várias escolas, escolhi a Expanish (www.expanish.com). O preço de todas é bem parecido, mas o site deles era o mais confiável, me atenderam muito bem e a escola fica no microcentro (perto da Casa Rosada, 9 de Julho, Florida e outros lugares turísticos básicos). Fui trocando e-mails em português e inglês com o staff e me senti seguro. Conto minha história abaixo pela experiência que tive com eles, mas estes conselhos servem para quem vai estudar ou morar aqui, seja aonde for 🙂

Iria ficar só uma semana em Buenos e também contratei a hospedagem pela escola. Se você quer ficar algumas semanas por aqui (até um mês, por exemplo), é uma boa opção, mais barata que hotel e mais segura que hostel. Você tem seu quarto, fica em um bairro bonito (o meu foi a Recoleta, entre a Rua Junin e Av. Santa Fé), conhece mais pessoas da escola e minha host era uma argentina gente boníssima. Se quiser ficar muito tempo, vale a pena buscar um ape mesmo, dividindo com outras pessoas que já morem aqui. Janeiro é um mês bom para conseguir um emprego, já que turista para todo lado, principalmente brasileiros (você pode encontrar boas opções no Craigslist http://buenosaires.craigslist.org/).

Também da para ficar em casa de família e ter refeições inclusas, mas ai você entra no horário deles, precisa avisar caso não vá. Eu não queria ter horário para nada, então optei só pela residência compartida. No meu ape, tinha uma brasileira de São Paulo e uma menina dos EUA. Mas o que mais tem aqui na escola são suíços (14%), brasileiros (19%), reino unido (11%) e americanos (10%).

Não sabia nada de espanhol, então entrei no nível A1(vai até o C2) e tinha 4 horas de aula por dia, das 9h às 13h. Conselho: em uma semana dá para aprender bastante, mas se você já tiver algum nível de espanhol, é melhor ficar mais tempo (ao menos duas!). Só aconselho ficar pouco tempo se você não souber nada, ou pode acabar tendo aulas sobre coisas que já sabe (o programa de aulas aqui é baseado no modelo do Instituto Cervantes, da Espanha).

As aulas começam todas as segundas, então sempre tem alguém novo na classe. E é muito fácil fazer amigos de todo o lado. Já que é todo mundo é gringo e estão em uma cidade nova, só fica sozinho quem quer. A galera se encontra nos intervalos e no final da aula e explora a cidade, vai pra balada, sai pra jantar, etc.

Minha semana chegou ao fim rapidinho, eu voltei para São Paulo, mas não tirei da cabeça a ideia de retornar. Segui a vida e as coisas foram mudando: meu namoro acabou, todos que moravam comigo resolveram se mudar e eu não estava feliz no meu emprego. Tudo aconteceu meio que ao mesmo tempo e decidi que era hora de realizar meu sonho. Entre 2010 e 2011, segui estudando espanhol no Brasil e estava apaixonado pela língua, então fiz as malas, planejei tudo em dois meses e vim. Voltei para a Expanish em novembro, fiz mais um mês de aulas e conheci mais um montão de pessoas de vários países. Os suíços (as) são os que mais gostam da cidade. Tem três que chegaram mais ou menos comigo e, assim como eu, também não tem data para ir embora!

————————————————————————-

 Um #ficaadica direto de Buenos Aires. Adorei! 🙂

ÚTIL:

O site da Expanish é http://www.expanish.com/;

– Para conferir os preços de cursos e serviços oferecidos pela escola, clique aqui;

– Para tirar dúvidas com o Gustavo, encontre-o no Face e no Twitter, clicando aqui e aqui.

– Como falou o Gustavo, a localização é bem bacana. A escola fica na Tte. Gral Juan Domingo Perón, 698, no quarteirão entre as Ruas  Maipu e Florida. Perto de tudo. Confira no mapa (A= Expanish):

Anúncios

9 Respostas to “Estudando espanhol em Buenos Aires – por Gustavo Pelogia.”

  1. Rodrigo 18/01/2012 às 13:24 #

    Estudei na Expanish e tive uma ótima experiência.
    Vale a pena indicar.

    • Anna Guimarães 22/01/2012 às 18:31 #

      Opa Rodrigo!
      Que bacana. Não vou mentir que depois do relato e das fotos do Gustavo, estou tentada a tirar um semaninha para aprender espanhol em Buenas! 😉

  2. Nalana 19/01/2012 às 14:36 #

    Oi Miss!
    Conheci teu blog por acaso, procurando escolas de Espanhol na Argentina. Adorei a dica.
    Mas gostaria de saber sobre escolas em Mendonça e Córdoba.
    Vc indica alguma?
    Podemos nos comunicar por e-mail?

    Bjssss

    • Anna Guimarães 22/01/2012 às 17:30 #

      Oi Nalana!
      Olha só! Eu realmente não conheço escolas em Mendonça e Córdoba.
      Na verdade, sequer conhecia em Buenos Aires. O Gustavo foi quem me deu a dica. Talvez ele possa te ajudar mais do que eu nesse assunto.
      Ainda assim, fique pode mandar e-mail sim. Qualquer outra coisa em que possa ajudar, estou à disposição, ok?
      O contato é misscheck-in@hotmail.com e @misscheckin
      Abraços,
      Anna

    • Gustavo Pelogia 23/01/2012 às 16:57 #

      Nalana,

      Eu também nao conheco nenhuma escola em Cordoba. Vi uma vez um folheto no Consulado da Argentina em SP (que fica na Av. Paulista, em cima do Banco de La Nacion), mas nao conheco a escola! =/

      • Anna Guimarães 24/01/2012 às 16:35 #

        Pois é, Gustavo!
        Eu também não conheço. Vi uma reportagem na TV há alguns anos sobre brasileiros estudando espanhol em Córdoba, mas não cheguei a pegar detalhes. Mas com certeza há opções.
        Aproveitando… Obrigada pelo post. Descontraído, objetivo e informativo. Muito bom! 😉
        Abraço,
        Anna

  3. Allan 22/02/2012 às 17:29 #

    Estava buscando exatamente isso.
    Muito bom teu blog. Um amigo já havia me indicado a Expanish.
    Valeu

  4. Liliane 27/11/2012 às 13:56 #

    A escola oferece atividades extra curriculares para interação e imersão no idioma, por exemplo, organiza excursões, jogos, festas?

    • Anna Guimarães 27/11/2012 às 20:21 #

      Oi Liliane!
      Como o post não é nosso, não temos esses detalhes.
      Mas, embora o Gustavo não esteja mais na Expanish, você pode tentar entrar em contato com ele nos links indicados ou no blog dele também: aliembuenosaires.com.br
      Abraço,
      Anna

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: