Uma rua chamada Portobello Road – Notting Hill – LONDRES

1 jul

Certo. Confesso! Eu assisti a  “Um lugar chamado Notting Hill” e fiquei com esse lugar na cabeça, planejando um dia estar por ali (mais alguém comigo?)

 Assim, previsivelmente, na minha única manhã de sábado em Londres, despenquei para Notting Hill Gate.

 Na verdade, o que todo o fluxo turístico busca em Notting Hill  está em Portobello Road, a longa rua onde, de segunda a sábado, floresce um animado e variado mercado, o famoso e centenário Portobello Road Market.

Ocorre que, ao descer em Notting Hill Gate (a estação de metrô), você ainda percorre algumas quadras até alcançar a Portobello Road. Confira no mapa:

Início da Portobello Road – esquina com Pembridge Road – Notting Hill

Nesse trajeto, prepare-se: respire fundo e siga firme, pois, caso contrário, boa parte das suas libras já ficam por ali, nas inúmeras lojinhas de souvenires, roupas e uma infinidade de itens que enchem os olhos e esvaziam os bolsos.

Entre uma loja e outra, ainda é possível ir admirando a arquitetura geminada e colorida, característica de Notting Hill.

Mas, eis que passado o primeiro round de  tentações, chega-se a Portobello Road e aí então começa a sequência de quarteirões cheios de curiosidades.

E, de quebra, artistas de ruas, o que, em Londres, implica dizer música da melhor qualidade.

O mercado está setorialmente organizado, cada setor por quarteirão. Assim, as antiguidades e bugigangas, distribuídas em lojas e barraquinhas, se espalham a partir da esquina da Portobello Road com a Chepstow Villas até a esquina da Portobello com a Elgin Crescent (as setas indicam o trecho):

São dois quarteirões de pura nostalgia e “zóinhos” curiosos como os meus não sabem nem pra onde olhar diante de tantas cores, formas, balangandãs, miudezas e lá vai – bric-a-brac. De coisinhas possíveis a peças raras e caras, tudo ao gosto do freguês.

Ainda no setor de antiguidades, atravessando de um quarteirão para o outro, bem na esquina da Portobello com a Westbourne Grove, uma pausa na ALLSAINTS SPITALFIELDS, uma rede de loja de roupas, cuja decoração – paredes revestidas com máquinas de costura antigas –  já faz valer a visita:

O terceiro quarteirão, que se estende da esquina com a Elgin Crescent até a esquina seguinte, com a Blenheim Crescent, é o mais envolvente. Isto porque, a gente se sente local de verdade quando sai pela rua saboreando comida de barraca. Pois então, eis o quarteirão da street food (as setas indicam o trecho):

 Barracas de frutas, legumes, pães… um corredor de inúmeros itens reluzentes e apetitosos.

Bruschetta ❤ ❤

 Cupcakes e brownies e croissants:

Bolinhos e wraps e tortas:

Nós acabamos laçados por uma “box” de camarões  quentinhos e crocantes, recém saídos do frigideira:

Box – Camarões – 5 Libras

E minha irmã, como sempre, se virou com uma fatia de pizza. A 1 libra era, realmente, irresistível:

THE TRAVEL BOOK Co.

No final deste quarteirão, virando à direita na esquina com Blenheim Crescent, está  o que, para mim, era o ponto alto do passeio (confira a localização aqui):

The Travel Book Co., a livraria de Will (Hugh Grant) em ‘Um lugar chamado Notting Hill’ foi inspirada na ‘The Travel Bookshop’, livraria que funcionou de 1981 a 2011 na Blenheim Crescent, n° 13-15. Hoje, no endereço, está  ‘The Notting Hill Bookshop’,  uma graça de livraria ❤ disputada pelos turistas.

No embalo, comprinhas para a estante 😉

Portobello Road – £13/ Lost London – £20/ Sacola de Pano – £4,00

E, na saída, pausa para foto… Clichê? Eu e mais duzentas pessoas que esperavam na fila para capturar esse ângulo:

– A observação pertinente do querido leitor @GuilaDidier é que a loja que serviu de fato como locação para livraria  no  filme  fica no número 142 da Portobello Road (aquela que aparece na primeira foto deste post). Para desvendar mais sobre o filme no bairro, há um interessante roteiro para as locações em golondon.about.com  😉

Do outro lado da rua, quase em frente à livraria, está outra livraria com uma proposta pertinente, a Books for Cooks, especializada em culinária. Além de livros apetitosos, o ambiente ainda conta com um café  e cozinha experimental. Vale xeretar 😉

A partir daí, caso ainda tenha ânimo e libras, você pode seguir pela Portobello Road, até o encontro com  Westway (o viaduto), onde o mercado prossegue com barracas e lojas de roupas e acessórios.

Para voltar, sem precisar fazer todo o caminho de volta, como João e Maria, é só seguir em frente até a estação de metrô Ladbroke Grove:

Nós voltamos da livraria – Notting Hill Bookshop –  e fizemos todo o percurso de volta para chegar ao ponto de partida – Notting Hill Gate. Aí vai a dica. Aos sábados, após às 10h, Notting Hill vira um inferninho, com uma avalanche de gente se espremendo pelas ruas.  Resultado, ao voltar, às 12h, a estação de metrô parecia um  formigueiro e havia fila para pegar a fila:

No sábado, a dica é chegar cedo para curtir o mercado no comecinho e com pouco movimento. De outra forma, você só se cansa, se estressa e  não aproveita o bairro com tranquilidade que esse passeio merece. Outra possibilidade, é escolher outro dia da semana.

RESUMINDO…

Uma rua chamada Portobello Road

Um Bairro chamado Notting Hill

Uma Feira  chamada Portobello Market (de segunda a sábado – manhã e tarde/ Qui- até às 13h/Não acontece aos domingos)

Uma Livraria chamada Notting Hill Bookshop (The Travel Book Co) – em Bleinheim Crescent, próximo à esquina com Portobello Road.

METRÔ – Uma estação  chamada Notting Hill Gate – para chegar

                     – Uma estação chamada Ladbroke Grove – para voltar

Roteiro completo – Notting Hill Gate a Ladbroke Grove

– Todas as informações constantes neste post, inclusive valores e horários, referem-se a maio de 2012.

Simples assim! 😉

Londres é uma cidade agitada,  lotada, mas ágil. Para evitar filas e aproveitar ao máximo seu tempo de viagem, a dica é embarcar  já com os ingressosna mala. Confira algumas opções:

LONDON EYE

MADAME TUSSAUDS

TORRE DE LONDRES

– LONDON PASS COM TRANSPORTE

– SHAKESPEARE GLOBE

TOUR PELO ESTÁDIO CHELSEA

TOUR NOTURNO- LONDRES ILUMINADA

Todos os serviços e passeios em Londres disponíveis no TicketBar aqui.

TicketBar é parceiro do MissCheck-in desde abril de 2015

Anúncios

22 Respostas to “Uma rua chamada Portobello Road – Notting Hill – LONDRES”

  1. Blenda 01/07/2012 às 21:42 #

    Amei o post! Decididamente o roteiro
    é uma festa para os olhos… Exatamente o tipo de lugar que me seduz e, inevitavelmente, o que faz aflorar o meu lado Becky Blomm rsrsrsrs Eu certamente iria curtir muito.

    • Blenda 01/07/2012 às 21:46 #

      Ops! Bloom kkk

    • Anna Guimarães 02/07/2012 às 17:51 #

      kkkkkkkk
      Amiiiga! E eu? Digo o que? kkkkk
      Mas juro que fiz apenas comprinhas sem importância kkkkk
      Muita saudade!:)
      Xerinho,
      Anna

  2. Bóia Paulista 03/07/2012 às 11:10 #

    Oi, Anna. Tudo bem?
    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Bóia Paulista

  3. @guiladidier 04/07/2012 às 11:59 #

    Anna, estou anotando tudo!!! Continue assim, muito detalhista nas suas dicas.

  4. lopes 04/07/2012 às 14:08 #

    OI Anna, esse devia ser um post musical com a musica “She” do Elvis Costello que faz parte do filme hehehe.Belo post como sempre. Fotos maravilhosas.abraços

    • Anna Guimarães 04/07/2012 às 21:00 #

      Amigo! Saudade de você!
      A trilha sonora de Notting Hill é figurinha certa no som do meu carro. “She” é uma delícia!
      De fato, merecia sim ser um post musical! 😉
      Abraço forte e manda beijo para todos aí.

  5. Paulo 04/07/2012 às 17:13 #

    Boa tarde,

    Pena q fecha quinta à tarde.
    Planejamos justamente ir na Portobelo Road numa quinta à tarde por causa do pouco tempo q estaremos em Londres.

    • Anna Guimarães 04/07/2012 às 17:47 #

      Pois é! Uma pena mesmo.
      Não dá para trocar pela manhã?
      Também tivemos pouco tempo em Londres, dois dias apenas, e a visita à feira pela manhã foi o ideal.
      Vale dizer também que o melhor dia é o sábado, quando ela funciona em sua totalidade.

      • nathalie 15/09/2012 às 09:10 #

        Cara Anna, pelo que pude constatar a Nothing Hill bookshop continua aberta??? Li algumas notícias em como tinha fechado portas. Felizmente parece que não!!! obrigada pelo post!

      • Anna Guimarães 15/09/2012 às 10:05 #

        Oi Nathalie!
        Pelo o que entendi, a original Travel Bookshop não existe mais. Esta foi aberta no lugar, preservando toda estrutura.
        Abraço,
        Anna

  6. Chris 04/07/2012 às 20:01 #

    thanks for the great post!

  7. Betina 27/07/2012 às 09:54 #

    This post shows the information which is close to standard. convincing way of expression due to that reason your post become so informative

  8. @guiladidier 16/09/2012 às 06:59 #

    A loja The travel bookshop original onde foi gravado o filme ficava no número 142 da Portobello Road, onde hoje funciona uma outra loja. A livraria de viagens que inspirou o filme ainda existe e fica na rua Blenheim Cresent, 13. Que foi essa que Anna visitou. Pouco importa isso. O que vale é o “clima” e a curtição. Beijos!

    • Anna Guimarães 16/09/2012 às 11:54 #

      Oi Guila!
      Suas visitas, como sempre, proveitosas!
      Então, essa mesmo, que inspirou o filme, de fato não existe mais. A que visitei a substituiu, preservando toda estrutura.
      Mas a informação do local onde de fato foram gravadas as cenas do filme, no nº 142 da Portobello, estou sabendo agora, através de você… O jeito vai ser voltar para conhecer também… O que, imagine, será um grande sacrifício… kkkkkkkk
      Abraço,
      Anna

  9. Patricia Sorato 28/05/2013 às 16:28 #

    Acabei de voltar de Londres e segui todo o roteiro, simplesmente perfeito, não faltou nenhum detalhe, aprovadíssimo !!! obrigada por compartilhar e facilitar a vida de turista principiante como eu … rs. beijos

    • Anna Guimarães 28/05/2013 às 19:14 #

      Oi Patricia
      Obrigada, obrigada e obrigada pelo retorno.
      Tão bom saber que estamos ajudando 😉
      Abraço,
      Anna

  10. Rafaella Pinto 27/06/2014 às 08:12 #

    Adorei esse post, Ana! Mês que vem vou pra Londres e vou colocar na minha “lista de coisas pra ver” Portobello Road. Adorei tudo! hehe. Um beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: