The Mill Resort & Suites – ARUBA

27 fev

Quando você começa a pesquisar sobre hotéis em Aruba, encontra muita gente dizendo “em Palm Beach, todos os hotéis são pé na areia, exceto o Mill Resort”.

Certo. Não é pé na areia mesmo, mas olha, isso não é motivo pra tirar o Mill Resort dos seus planos, a não ser que praia seja o centro gravitacional da sua viagem e você faça questão de vista para o mar.

Mapa - Palm Beach - The Mill Resort - ARUBA

Para nós, ele foi uma excelente escolha. Bem localizado, ótimas instalações, quarto perfeito e o pé não fica na areia, fato, mas em uma esticadinha curta, apenas atravessando o hotel vizinho –  Westin –  e pronto, lá está a tão esperada areia de Palm Beach.

Westin Resort & Casino - ARUBA

Westin Hotel – em frente ao The Mill Resort – PALM BEACH – ARUBA

A RESERVA

A escolha pelo Mill Resort  se deu em razão do preço e da disponibilidade. Desconfiei. E imaginei logo que, mais em conta e disponível… em Palm Beach, devia ser UÓ. Mas pesquisando encontrei muitos comentários positivos e,  no site do Hotel, gostei do que vi (o que ainda não queria dizer muita coisa).

Site - The Mill Resort

– Por seis diárias s/ café da manhã em agosto de 2012, pagamos R$ 1.400,00. Fechamos a reserva pelo Decolar.

 Importante:O que não esperávamos era a exigência de um bloqueio de US$ 100 no ato do check-in no nosso já arruinado cartão de crédito (após uma semana em Curaçao). Foi um susto que quase me fez cair como um ovo estalado na recepção do hotel. Então, esteja preparado.

Mais importante ainda: O bloqueio funciona apenas como caução e tudo que você gastar no hotel durante a hospedagem será cobrado à parte. Eles não mexem no valor bloqueado. Estornam integralmente e cobram os valores gastos separadamente. A relevância disso é que, caso você esteja confiante que vai gastar por conta do que já foi descontado, esqueça. O estorno não entra automaticamente, demora algum tempo e, para  pagar todos os gastos que teve no hotel na hora do check-out, se sua pretensão é pagar via cartão, vai precisar, novamente, ter limite disponível, sem contar aqueles US$ 100, que só voltarão ao seu limite algum tempo depois.

O QUARTO

Pra ser bem sincera, o quarto do Mill Resort foi um dos melhores onde já me hospedei.

Quarto Duplo - The Mill Resort - ARUBA

Espaçoso, bem arrumado e funcional.

Quarto e Varanda - The Mill Resort - ARUBA

Tínhamos uma banheira conjugada com o quarto, estilo loft,  e uma pia enorme para espalhar meus apetrechos.

Banheira - Quarto Duplo - The Mill Resort - ARUBA

Além disso, claro, banheiro reservado, com box e ducha quente.

The Mill Resort - ARUBA

Varanda agradável, sobretudo para aqueles que, como eu, viajam com um fumante. Mas, veja, é terminantemente proibido fumar no interior quarto, sob pena de multa. O Hélio só fumava na varanda e com a porta fechada.

Varanda - The Mill Resort - ARUBA

Cafeteira, ferro, tábua de passar e frigobar. Como disse, funcional.

Agora vem O defeito: internet só pagando, comprando on-line o pacote que eles oferecem.

Tomadas no estilo americano –  110v (de novo, sempre bato na tecla, leve seu adaptador de tomadas).

Tomada - The Mill Resort - ARUBA

Os quartos variam e alguns deles, no lugar da banheira estilo loft, têm cozinha completa. Talvez, no ato do check-in, você possa manifestar sua preferência,  já que na reserva on-line, pelo Decolar no nosso caso, não houve nenhuma definição nesse sentido.

CAFÉ DA MANHÃ

Nossa diária não incluía café da manhã. Mas, pagando  US$ 16,00 por pessoa,  era possível participar do buffet matinal.

Café da manhã - The Mill Resort - ARUBA

Algumas coisinhas interessantes, como omelete  feito na hora.

Omelete - Café da Manhã - The Mill Resort - ARUBA

Mas nada que nos estimulasse a gastar US$ 32,00 a cada manhã. Fizemos comprinhas no supermercado e preparávamos nosso café no quarto mesmo, aproveitando bastante nossa cafeteira.

Comidinhas de Supermercado - ARUBA

O HOTEL

Como disse, as instalações são ótimas. O hotel é muito agradável.

Uma lojinha na recepção, tipo mercadinho, vende  itens bem variados, de frios a souvenires. Os donos são argentinos e muito simpáticos. Os preços não são tão legais, mas quebra um galho na hora da fome. Alguns produtos, como protetor solar, estavam em promoção, com preços bem interessantes.

Nessa lojinha, também é possível comprar o cartão telefônico para chamadas internacionais e, bem ao lado da loja, há um telefone que recebe este tipo de crédito.

O caso é que US$ 10,00 duravam pouco mais de cinco minutos de conversa.

E a piscina… Ah! A piscina, D-E-L-I-C-I-O-S-A. Fica no centro do hotel circundada pelos apartamentos.

Além disso, você se refresca sendo observado pela fauna local. Perfeito!

Eles só pedem que não alimente os animais. Uma pena. Minha vontade era levar todo mundo para o quarto e fazer uma farra kkkkk

A PRAIA

Palm Beach, na verdade, é uma praia sitiada pela tirania das cadeiras. A praia é loteada entre os hotéis, que distribuem suas cadeiras pela areia e, apesar de dispostas sem nenhum isolamento, só podem ser utilizadas pelos hóspedes (mas, não se assuste, apesar da cadeirada particular dos hotéis, a praia é pública).

Nessa política, o Mill Resort também tem sua faixa. Como disse inicialmente, basta cortar o hotel vizinho, o Westin. Depois da faixa de cadeiras deste hotel, bem lá no cantinho,  na pontinha de Palm Beach, está a praia do The Mill Resort.

Prainha do The Mill Resort – Palm Beach – ARUBA.

Início da faixa de cadeiras do Westin – Palm Beach – ARUBA.

Uma casinha com um funcionário atende os hóspedes, esticando e arrumando as cadeiras (elegante deixar uma gorjeta, viu?).

Casinha de apoio do The Mill Resort na praia – Palm Beach – ARUBA

Para tanto, os hóspedes do The Mill Resort são identificados por uma pulseira que é colocada no check-in e será sua companheira durante toda a estada. A pulseira também permite que você transite pelo Westin para chegar à praia.

Com toda essa dança de cadeiras e com uma praia bem movimentada, além do vento irritante que enchia os olhos e meu precioso sorvete de areia, por essas e outras, Palm Beach definitivamente não era nossa praia. Só fomos uma vez e depois nos soltamos pela ilha, em busca da praia perfeita. E não é que achamos (várias, Eagle Beach é apenas uma delas).

Fim de tarde em Eagle Beach – ARUBA.

FACILIDADES

Como disse, o hotel está muito bem localizado. Para deslocamento, tem um ponto de ônibus – ARUBUS –  bem próximo e de fácil acesso (bem ao lado do Westin, sentido Eagle Beach).

E farto estacionamento para hóspedes.

Além disso, apesar de não curtirmos a praia em si, não há como negar que a região de Palm Beach é muito legal. Em uma curta caminhada, a partir do Mill Resort, chega-se ao miolinho de lojas e restaurantes onde tudo acontece, super animado à noite. Por todos os pontos positivos, certamente, em uma próxima viagem a Aruba vamos repetir a dose no The Mill Resort.

???????????????????????????????

Todas as informações deste post referem-se a agosto de 2012.

Mais sobre Aruba

Aruba – Bonaire – Curaçao – Dicas úteis.

Iguana Joe – Caribbean Bar.

Quiznos – Aruba.

Anúncios

7 Respostas to “The Mill Resort & Suites – ARUBA”

  1. David 05/03/2013 às 21:13 #

    Ótima dica. Obrigado.

  2. mbavaresco 15/03/2013 às 17:51 #

    Ficamos no Divi Phoenix em Palm Beach tb. Enfrentamos o mesmo problema da caução e das tomadas! Mas valeu a pena. Lindo de doer né? Me lembro do teu hotel. Um dia estávamos tentando achar um supermercado e nos perdemos no entorno dele… =)
    Show teu blog!

    • Anna Guimarães 15/03/2013 às 19:53 #

      Oi, Marilia!
      Ah ah! A caução quase me causou insuficiência respiratória súbita kkkkk
      Palm Beach é muito bacana. Bons hotéis, ótimos restaurantes, mas a praia, apesar de toda estrutura, não era bem o nosso estilo.
      Abraço,
      Anna

  3. Cesar 22/04/2013 às 14:35 #

    Ótimo post 😀

  4. Izabel Brito 23/07/2013 às 10:54 #

    Meeus parabéns pelo Blog. Estou indo a Aruba em setembro e com suas dicas ajudou bastante. Podia dar algumas dicas das comprar de lá, se os preços são bem diferentes daqui do Brasil. Beeeijos

    • Anna Guimarães 03/08/2013 às 11:56 #

      Oi Izabel!
      Olha! Pense num lugar bom pra comprar. Melhor que Curaçao inclusive.
      O caso é que Aruba se sente meio Miami e isso se reflete nos seus preços.
      Fiz compras ótimas por lá. Grifes, cosméticos, perfumes. Tudo estava com preços bem legais.
      Nada comparado aos preços no Brasil. Comprei produtos da Clinique, que aqui não custam menos de R$100,00, por US$13,00.
      Vale a pena gastar um pouquinho por lá.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Donkey Sanctuary – ARUBA | Miss Check-in - 30/11/2014

    […] Mill Resort & Suites – nossa dica de hospedagem na ilha […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: