DUBROVNIK – CROÁCIA por Marilda Uchôa

1 jun

Considerada a “Pérola do Adriático”, Dubrovnik faz jus à alcunha. Uma cidade imprensada entre o mar e as montanhas. Uma paisagem única. Limpa, linda e com muito verde. Gente alegre e simpática mesmo com a chuva que – às vezes finas, às vezes mais forte – não cessava.

Dubrovnik - Croácia

Mar Adriático e vista das muralhas ao fundo

Apesar do tempo nublado e chuvoso, sua beleza não se abateu. Seu clima já é bem mais confortável que o de Zagreb (única cidade visitada que não está na costa) e a antiga cidade murada é a atração principal. Bares, restaurantes, museus, lojas, igrejas e muitas residências, tudo dentro dos muros que, antigamente, comportavam toda a cidade.

Dubrovnik - Croácia

Uma das ruas principais já dentro da cidade murada – Dubrovink/Croácia

 Dubrovnik, apesar de pequena – 50.000 habitantes – possui um aeroporto. E foi por lá, no nosso terceiro destino e quinto dia de viagem, que a bendita mala chegou. Graças ao bom Deus, intacta. Todavia, como já citei no texto sobre Zagreb, fizemos todo o percurso de carro.

E aqui vale um parêntese para a DICA 02: Tanto a Croácia como a Bósnia estão com uma nova e bela autoestrada, a A1. Contudo, apesar de recém-atualizado, nosso GPS não identificava tais rotas (só soubemos de suas existências no meio da viagem), o que nos colocou em algumas situações indesejadas que contarei mais adiante.

De acordo com os próprios croatas, deve-se sempre evitar o alto verão na Croácia. As temperaturas chegam a beirar os 40°C e a quantidade de visitantes deixa as cidades costeiras intransitáveis. Resumindo, maio e setembro seriam as melhores épocas no ano. Se optar por meados de abril ou outubro, por exemplo, vá preparado para não largar o guarda-chuva, ouvir alguns trovões e deixar de presenciar a luz do sol dando um upgrade no colorido da cidade.

Ruínas da Cidade Murada - Dubrovnik - CROÁCIA

Ruínas Romanas dentro da cidade murada

Além disso, Dubrovnik é a sensação turística do momento em vários lugares do mundo, sem contar que sempre foi a queridinha do país com suas muralhas, patrimônio mundial da UNESCO desde 1979.

Ruínas Romanas - Dubrovnik - CROÁCIA

Ruínas Romanas

Muitos moradores de Zagreb a propósito, possuem casas de veraneio na cidade e para lá se mudam durante a estação mais quente. Ou seja, de todas as cidades costeiras por onde passamos, ela é a mais concorrida.

Dubrovnik - Croácia

  Um passeio que sugerimos – além é claro de “bater perna” por toda cidade antiga – é contornar a muralha de cima! Isso é pago. Cerca de R$ 45,00 por pessoa. Mas a vista e o passeio compensam!

Muralhas - Dubrovnik - Croácia

É uma caminhada muito particular, vendo o azul imenso do Mar Adriático de um lado e toda cidade intramuros de outro. Inclusive podendo observar casas, escolas e todo aquele dia a dia de uma realidade tão diferente da nossa. Sem contar as fotos que ficam incríveis!

Vista da Muralha - Dubrovnik - CROÁCIA

Vista da cidade intramuros de cima da muralha

Outro passeio recomendado é o teleférico que vai da parte baixa à alta da cidade. Este não nos foi possível fazer por conta do mau tempo. Inclusive perdia-se em meio às nuvens carregadas de chuva que às vezes pareciam querer nos engolir. A vista desde o topo da montanha tão próxima à costa deve ser de tirar o fôlego.

Dubrovink - CROÁCIA - Teleférico

Já fora dos muros. Nessa altura está o teleférico totalmente encoberto

Quanto a se buscar locais para hospedagem, é importante estar atento a um fato. Em todas essas cidades da costa croata que visitamos (região da Dalmácia), é um tanto difícil encontrar hotéis. A Croácia possui muitos “apartments”, como eles mesmos chamam, que são apartamentos de fato, contam com serviço de arrumadeira, mas não possuem recepção, café da manhã ou qualquer serviço de quarto.

Essa opção de hospedagem é muito encontrada também em Veneza, na Itália, e é uma alternativa pra quem quer pagar um pouco menos e não se incomoda com a falta dos itens acima. Geralmente são administrados por hotéis. Consegue-se informações sobre os mesmos na própria net ou questionando diretamente os hotéis.

 Alguns poucos e bons hotéis estão bem centralizados. No meio do “burburinho” como se diz. Porém, tem de se estar disposto a pagar um pouco mais por isso. E vale lembrar que, em sua maioria, esses bem centralizados – sejam hotéis ou apartments – não possuem estacionamento próprio, haja vista a cidade ser pequena e muitas vezes nem permitirem tráfego de carros na região central. Já hotéis maiores, de rede, com estacionamento e outros mimos, ficam geralmente distantes do centro turístico.

Ah! Não se pode deixar de jantar numa das inúmeras e estreitas ruelas dentro das muralhas! Há opções de preços para todos os bolsos. Fora das muralhas há também ótimas opções sempre bem indicadas pelos hotéis.

Ruelas de Dubrovnik - Croácia

Uma das ruelas de Dubrovnik, com bares, restaurantes, lojinhas, etc…

Os vinhos croatas também fazem sucesso! Não se pode deixar de prová-los. E se porventura estiver com o bolso cheio e pouca fome, ou seja, disposto a pagar, na verdade, pela inigualável vista, a opção mais famosa é o Restaurante 360º, o mais “fancy” do lugar.

360Dubrovnik

Restaurante 360Dubrovnik – Croácia| Imagem disponível em 360dubrovnik.com

Por fim, se tiver tempo e disposição, várias agências e alguns hotéis em Dubrovnik oferecem o passeio de um dia à Montenegro, país vizinho. Kotor é uma cidade também patrimônio mundial da UNESCO e possui os fiordes mais setentrionais do planeta! Budva é uma pequena cidade antiga que se tornou um grande resort também à beira do Adriático. Esta vem se tornando o hit do momento.

mapa-de-montenegro

Mapa disponível em www.sedeviajes.com

Infelizmente não tivemos tempo hábil para tanto, apesar de termos nos encantado com Montenegro desde as pesquisas no Brasil. Mas sem problema! Deixou o gostinho de quero mais e a promessa de volta!

Texto| Marilda Uchoa

Fotos| Marilda Uchoa e Hilton Rocha

_____________

Coisa linda, minha gente! Amando os posts da Marilda 😉

Anúncios

Uma resposta to “DUBROVNIK – CROÁCIA por Marilda Uchôa”

Trackbacks/Pingbacks

  1. ZAGREB – CROÁCIA por Marilda Uchoa | Miss Check-in - 06/06/2014

    […] Para continuar passeando pela Croácia, leia também o relato da Marilda sobre DUBROVNIK. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: