Arquivo | 1.DIÁRIOdeBORDO RSS feed for this section

CHEGARAM! #Meus8Guias LONELY PLANET

6 abr

Que os guias Lonely Planet  são a bússola de qualquer viajante antenado, isso eu já sabia. Que, para melhorar a situação, eles estariam desembarcando no Brasil com guias quentinhos, saindo do forno, em Português, isso eu também já estava sabendo. Agora que eu teria na minha estante, de uma só vez, os 08 guias Lonely Planet em PT.BR… Aaaah! Por essa eu não esperava:

Um belo dia, estava eu de bobeira pelo Twitter, quando vejo o antenadíssimo Maurício, do Trilhas e Aventuras, lançar o concurso. Um comentário, alguns cliques e pronto… Você já estaria concorrendo ao grande prêmio: oito guias Lonely Planet + brindes. Como tentar não custa, fui, né? Certa de que sorteio nunca foi minha praia. Nunca ganhei nada, nem bingo de festinha natalina, mas tentei assim mesmo, com fé na hashtag #QueroMeus8Guias! rs rs

Eis que, algum tempo depois… O resultado… E mais… O ganhador… EU!… Eu mesma e Irene! kkk Imaginaram minha felicidade? Fiquei igual criança com a cartinha sorteada no Show da Xuxa! Até porque não era apenas ganhar o sorteio, mas ganhar #Meus8Guias, ora pois! OITO guias de viagem para uma pessoa que A-M-A guias de viagem. Vamos combinar… Deus foi muito justo! kkkkkk

Não bastasse isso, de quebra, incluído no kit, estava, digamos, um casal de capinhas para passaporte para um casal de viajantes… Uma minha e outra do Hélio, claro! Sobretudo para o Hélio, cujo o passaporte já está todo amassado e esfolado e destroçado…  Um consolo para o bichinho! Agora terá uma capinha para se proteger de todo mal.

Por fim, só para fechar com chave de ouro 18  o meu presente, entre os guias, nada menos que o Guia Lonely Planet completíssimo de Paris. Esse já está de mala pronta e seguirá em maio, na condição de melhor amigo, para nossa tão esperada viagem em família à Cidade Luz!

Valeu Trilhas e Aventuras e Lonely Planet!

#AmeiMeus8Guias

Para você que ainda não tem os seus, saiba mais seguindo a LonelyPlanet no Twitter e Facebook

E para não desantenar do mundo das viagens, não deixe de acompanhar o Trilhas e Aventuras.

Um fusca, uma rodovia e um piquenique. Limonadas da vida!

12 fev

Sabe aquela história de “quando a vida te der um limão, faça uma limonada”? Certo!  Mas não basta ser limonada, tem que ser bem docinha.

 Então, vamos lá. Íamos nós felizes e cantarolantes, ao som do ABBA, deslizando de fusqueta vermelho pela Rodovia Airton Senna (que liga Aracaju ao Litoral Sul de Sergipe). Era nossa primeira viagem no sonho recém realizado do Hélio, qual seja, a aquisição de um fusca 1975, ironicamente, novinho em folha ( ou quase novinho em folha).

Ventinho no quebra-vento, dia de céu limpo, em um azul radiante. Tudo eram flores até, após a segunda curva da rodovia, um “pipoco”, um distribuidor queimado e, na sequência, um fusca recolhido ao acostamento. Acabava ali o nosso Plano A: chegar ao nosso destino de fusca. O plano B era simples e emergencial: procurar uma sombra para tornar possível a espera do socorro.

Uma arvorezinha a poucos metros do fusca ( que a essa altura já não saía do lugar pra nada) parecia ser a nossa salvação. Mas ficar em pé, ainda que na sombra, também não parecia o mais humanamente adequado. Um calor de 37° pairava reluzente sobre a areia branca à margem da estrada e o asfalto grelharia qualquer peru de Natal em poucos minutos. De repente, O Hélio puxa um cigarro, lança um olhar questionador na direção do fusca e sai dizendo que está tudo resolvido.

Um minuto depois ele me retorna com um dos bancos do fusca nos braços. E, dois minutos depois, ele  vem com o segundo banco. Fusca tem disso, os bancos encaixam e desencaixam, práticos e providenciais, como aqueles produtos vendidos na Polishop, ideais para churrascos, praia e filas de banco. Leve seu estofado para onde quiser e tenha sempre um lugar confortável para sentar ao seu alcance 😉

Pronto! Com dois bancos e uma sombra, montamos nosso próprio oásis à beira da estrada. Só ficou faltando um isopor, equipado com umas cervejas e refrigerantes, porque pão integral de ameixa eu tinha na mala. Matamos o tempo falando besteira, comendo pão de ameixa e rindo da cara dos motoristas que passavam olhando pra gente, sem entender nada. Eis a nossa limonada! 🙂

Acabou que quebrar o carro e fazer um piquenique de emergência foi mais animado que chegar ao nosso destino sem nenhuma história para contar.

Blogagem coletiva: meus 7 (+1) links.

25 dez

Uma semana dessas abro o Twitter e sou surpreendida por esse convite: uma blogagem coletiva, com gostinho de confraternização e restrospectiva 2011, com os 7 links mais importantes da família tripblogs. Adorei ser convidada e agora brindo a oportunidade com os 8 links mais bacanas do Miss… Sim… Ehehe… Tomei a liberdade de acrescentar um, pois 7 não é um bom número para mim e, como não gosto de dar sorte para o azar… Vou de oito! rs rs.

Mas antes de começar, agradeço aos web-amigos  @LuTesch (perrengueiros.blogspot), Luciano @viagsemfrescura (viagemsemfrescura.blogspot) e @diademochileiro (diariodemochileiro.com.br) pelo convite. Muito bom fazer parte dessa comunidade! 😉

1º – O post mais bonito: Montmartre a pé.

Esse com certeza é um dos posts mais bonitos do blog. Não só pelas imagens de cartão postal  da encantadora colina da Sacré Coeur, em Paris, mas pelo espírito envolvente e pitoresco de Montmartre, o bairro que adotamos na cidade luz e que se tornou nosso cantinho preferido. O post nasceu, inclusive, dessa necessidade de mostrar a outras pessoas que, ao contrário do que se prega, Montmartre ainda vale muito a pena e reserva gratas surpresas para aqueles que se permitem explorá-lo.

2º – O post mais popular:  Boa Luz Zoo Parque.SERGIPE .

Quando meu amigo (e personal designer) João insistiu para que eu falasse sobre a Fazenda Boa Luz, eu ainda não imaginava o quanto este post seria procurado. Sempre gostei do lugar e não foi difícil um belo dia fugir da rotina e tirar dois dias de folga por lá. O resultado do passeio foi um SD carregado de belas fotos e a certeza de que a visita realmente vale a pena. O post  acabou se tornando um dois mais acessados  e praticamente toda semana desponta entre os mais lidos.

3º e 4º – estas posições seriam ocupadas, respectivamente, pelo post que gerou mais discussão e o que ajudou mais gente. Acabou que, diante dos últimos acontecimentos, com nosso infortúnio venezuelano , um post agregou as duas características: Perdendo as malas em Caracas – Alerta aos turistas.

Apesar da angústia e revolta de viver uma situação de violência e descaso em outro país, o relato da péssima experiência  e a discussão gerada em torno dele acabaram realmente servindo de alerta e ajudando a informar outros turistas sobre os cuidados necessários para ficar a salvo em  Caracas. Males que vêm para o bem (mas, realmente, preferiria que não viessem).

O post cujo sucesso surpreendeu: Serra do Machado.SERGIPE

Nunca imaginei que um post sobre um pequeno povoado do interior de Sergipe seria tão procurado, até porque o lugar tem pouquíssimo apelo turístico. A ideia de falar de Serra do Machado nasceu quando conheci, em Aracaju, o trabalho da cooperativa de Artesanato do lugar. Associamos a isto a vontade de estar sempre por aí, atrás de lugares novos para encher os olhos e a alma. Acabou que o post foi mais longe do que imaginávamos, chegando a ser citado na #Viajosfera do Viaje na Viagem. No meio de dicas sobre Europa, Ásia, América do Norte, lá estava ele… Realmente uma surpresa!

6º – O post que não recebeu a atenção que deveria: Igreja Nossa Senhora do Rosário – TIRADENTES.MG.

Fiquei encantada com a riqueza cultural da pequena e histórica  igreja dos negros em Tiradentes.  Entendi  obrigatório dedicar um post inteiro a ela, com todos os seus detalhes e contradições, acreditando que, através do post, outras pessoas, como eu, ficariam inebriadas com todo o contexto. Estava enganada. O post nunca teve a procura que pensei. Uma pena.

7º – O post de que mais me orgulho: Fim de tarde em Waterfort Arches – CURAÇAO

Não pelo post em si (que é uma gracinha), mas pelo o que ele representa para nós. Após perdermos tudo em Caracas, inclusive as lembranças (souvenires) e fotos de Curaçao, conseguimos juntar os caquinhos, erguer a cabeça e olhar para frente, certos de que a vida é boa e o mundo (ainda) vale a pena. Esse post provou a nós mesmos que ninguém tira de nós o que temos de melhor: a nossa essência… Nossa alegria de viver e as lembranças de momentos inesquecíveis.

8º – O post que me deu mais trabalho: Fotoguia da BR-235.

Como já havia avisado, acrescentei  mais um link só para driblar uma numerologia particularmente desfavorável… rs rs. Assim, tinha que falar desse post, que me fez parecer uma louca na beira da estrada, parando o carro diante de toda placa para tirar foto. Saímos trafegando pela BR e escolhendo os pontos principais, que pudessem servir como referência. No sol escaldante de Sergipe, tudo fica ainda mais difícil, mas, no final, valeu a pena. O post ficou exatamente como havíamos planejado.

Esses foram meus  7 (+1) links. E eu convido mais sete amigos para participarem dessa corrente blogueira. Espero que aceitem o desafio:

– Rod Rocha e Kadydja –  http://www.agenteviaja.com/

– Morgana – http://www.ticketdeviagem.com/

-Gina  – http://ginapsi.wordpress.com/

– Cintia – http://felicidadecomsimplicidade.blogspot.com/

– Enderson Rafael – http://endersonrafael.blogspot.com/

– Renata Araújo – http://youmustgo.com.br

– Flavia Mariano – http://www.juntospelomundo.com/

Havia pensado em várias coisinhas para o Natal do Miss, mas, enfim, saí meio de órbita e … Resumindo, desejo a todos um Feliz Natal e um novo ano cheio de realizações, felicidade, amizade, sinceridade, saúde, segurança e paz. Desejo continuar  junto com vocês através do blog e que nossos laços se fortaleçam, pois, depois de tantas histórias e momentos compartilhados, acabo tendo em vocês uma nova família! Obrigada por todo carinho. 😉

Voo TRIP… Com destino a fortes emoções!

7 out

Vamos combinar… O primeiro turboélice  a gente nunca esquece “mêêêsmo”!

Em razão dos últimos acontecimentos familiares, viajei final de semana passado  para Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia. Como de carro seriam aproximadamente 800 km de asfalto e quase dez horas de viagem, optamos pela “Voe Trip”. Além de menos cara, é a única, de verdade (embora a concorrência afirme o contrário), que oferece dois voos diários e em horários viáveis para o trecho Aracaju – V.da Conquista, com uma curta escala em Salvador.

O que a “miss porta” aqui não sabia: que, ao iniciar o embarque, eu me depararia com um avião estilo Indiana Jones, tipo “tó tó tó” voador do deserto, tecnicamente denominado turboélice. Certo! Já que não dava para correr, o jeito foi fazer cara de elegante e encarar. Outros desavisados como eu ainda ensaiaram um mini pânico, mas logo alguém vem com aquela conversa salva-vidas “não! Este tipo de avião chega a ser mais seguro que os de turbina”… Nessa hora, você nem questiona, já que acreditar cegamente é o melhor remédio. O mais interessante é a rapidez com que as pessoas sentam e imediatamente apertam os cintos, bem bem bem “todo mundo em pânico”.

O que também eu não sabia: que esse tipo de aeronave é mais “balançante” (balançante meeeesmo, vá por mim) nas turbulências, ventanias ou mau tempo e, nessas oportunidades, você pensa realmente que chegou sua hora e que o “bicho” vai cair, mas nada além de uma impressão leiga e desinformada. Li depois na internet que isso é normal neste tipo de aeronave. Falando sério, apesar dos sustos, o voo é rápido, tranquilo e você chega ao seu destino da mesma forma e com a mesma segurança de qualquer outra viagem aérea. Na pior das hipóteses, se durante o voo, por qualquer razão, você for acometido por uma situação de “mini pânico individual”, #ficaadica: procure observar o semblante das aeromoças. Caso elas permaneçam serenas e com a cara de que nada está acontecendo, é porque realmente nada está acontecendo… eheheh!

A aeronave que viajamos foi um ATR 72-500. Pequena, tem capacidade para 68 passageiros:

A bagagem de mão, quanto menor melhor, para não correr o risco de virar bagagem de pé, como aconteceu com a minha:

Como se trata de uma aeronave de pequeno porte (dimensão interna de 1,91m de altura), os compartimentos de bagagem têm pouca altura e profundidade, razão pela qual minha pequena mala  não coube nos referidos compartimentos e teve que seguir nos meus pés, reduzindo ainda mais o já curto espaço para esticar as pernas. Outra implicação é que a aeronave não se encaixa nos fingers (pontes de embarque que fazem a ligação entre o portão de embarque e a aeronave) e o acesso é diferenciado nos aeroportos que utilizam esse sistema (que não é o caso de Aracaju, tampouco de Conquista).

A franquia de bagagem despachada segue a regra dos 23 Kg. Serviço de bordo seguindo o atual modelo básico da aviação nacional,  “passagem em conta e biscoitinho”, ou seja, refrigerante e biscoitos. E, para quem se incomoda com barulho, no check-in peça um lugar longe da asa, ok?

Compartimento de bagagem de mão.

Mas, passadas essas pequenas agruras, vale dizer que o atendimento da empresa é VIP. Os funcionários são prestativos e atenciosos e a tripulação também é bastante solícita. Além disso, tanto na ida como na volta, as saídas dos voos foram pontuais. Pra mim, valeu muito o custo-benefício. Fiquei cliente!

Chegando no pequeno Aeroporto de Vitória da Conquista, em pouco mais de vinte minutos de carro estávamos em Planalto/BA, nosso destino final. De outra forma, sairíamos às cinco da matina de Feira de Santana, percorreríamos 400 km de tráfego intenso pela Rio-Bahia (Br-116 Sul), passando e engarrafando nos quatro pedágios espalhados pelo percurso. Diz aí? God save the TRIP!

Aeroporto de Vitória da Conquista/BA.

Planalto/BA

E Planalto… Um mimo à parte! Além de fazer parte da nossa história e das nossas lembranças de infância, é sempre uma delícia estar em família e reviver essa atmosfera típica de interior… Fogão a lenha, pomar no quintal, paz no espírito.

Tia Nice, a anfitriã, é a irmã mais velha do meu pai e mãe de coração de toda a família. Sorridente e sempre de bem com a vida, adora flores e gatos. Não é à toa que por todos os lados em sua casa você se depara com alguma espécie “floral”, sempre carregadas de beleza:

Destaque para a Açucena (Amaryllis)… Liiiinda demais! Cheia de vigor, vestida no seu vermelho radiante:

A casa sempre cheia e a mesa sempre farta de comida, conversa e carinho. Zelo e dedicação nos pequenos detalhes:

E cruzando um portãozinho de madeira improvisado no muro, damos no pomar da Dalva (querida vizinha de anos, parte da família):

PESSEGUEIRO

Pesseguinho (lindo!) 🙂

Berinjelo (isso! O marido da berinjela)

Em um canto do quintal, lenha para o fogão e, na cozinha, comida cheirando na panela. Por que comida feita em fogão a lenha parece sempre mais cheirosa?

Em Planalto, quase toda casa tem um fogão a lenha e pela manhã sai quentinho do forno o famoso biscoito avoador, típico da região:

A receita, feita à base de polvilho (goma), passa de geração em geração e mantém viva essa tradição regional. O chimango, outra espécie do gênero, também faz parte do cardápio local e é impossível ir ao planalto conquistense (região de Poções, Planalto e Vitória da Conquista) e não se deparar com esses biscoitos. Toda padaria, mercearia, mercadinho, barraca de feira e até posto de gasolina tem pra vender. Meu pai sempre volta de lá com um monte deles. Básico!

CHIMANGO

No mais… Boas risadas, boas histórias e sempre boas lembranças. Foi em Planalto, por exemplo, que aprendi a andar de bicicleta já “moça velha”, aos treze anos (todo mundo aprende aos  nove!). Guardo Planalto no coração e vale dizer que, em se tratando de viagem, não existe destino definido. Turístico ou não, destino certo é o que te faz feliz!

ÚTIL:

– Para tomar nota da receita do biscoito avoador e chimango, clique aqui e aqui. E mais um pouquinho sobre o biscoito aqui.

– Voos, passagens e mais informações sobre a TRIP em www.voetrip.com.br

Com destino às estrelas.

25 set

Eu tentei passar o dia inteiro fazendo de conta que não estava acontecendo, que não era comigo. Até me prometi não citar uma palavra sequer sobre esse assunto aqui, mas uma hora a ficha realmente cai, pesando toneladas, bem na sua cabeça.

Enquanto buscava, meio que robotizada, vôos para Vitória da Conquista (BA) na internet, tentando chegar a tempo… A tempo de que? Que tempo é esse que eu agora corria atrás como se pudesse detê-lo? Enquanto eu corria e buscava inexitosa, o telefone toca e meu pai, sereno, me avisa: ele se foi. O tempo se foi! O tempo de estarmos juntos, de darmos risadas, de tirarmos fotos de família e contarmos as histórias de nossas ceias de Natal, tudo se foi na mala, junto com ele.

Que tempo é esse que divide de forma tão veloz a linha entre estar aqui e, de repente, não estar mais? Que tempo é esse que pulveriza a existência e, em um segundo, transforma aquela pessoa de carne e osso apenas numa lembrança dolorida de saudade?

Meu avô paterno se foi hoje. Após 96 anos viajando pela vida, hoje ele partiu para uma nova viagem… Pelo tempo, pelas estrelas, pelos sonhos… Não sei. Para nós ficam apenas a partida e a vontade de que nos permitissem só mais um pouquinho.

Sempre que me deparo com a morte, percebo, por mais contraditório que pareça, que é ela que nos enche de vida. Corremos contra o tempo porque não sabemos quanto tempo temos. Queremos realizar nossos sonhos porque queremos ser lembrados através deles quando não estivermos mais aqui. No fundo, não sei quais eram os sonhos do meu avô, mas vou lembrar dele sempre como uma pessoa de olhos brilhantes, que sempre se permitiu ser feliz.

Natal de 2006 - Planalto/BA.

Tiras que ELA posta!!

17 set

Hoje eu me reservo ao direito de fazer um post pessoal, com uma história pessoal e desejos pessoais. Hoje só quero retribuir o carinho que tenho recebido, fazendo apenas o que posso fazer: desejar tudo de melhor para quem sonhou, buscou, encarou e agora se permite alcançar o sucesso que lhe está reservado. Lais! Já disse isso antes, mas vou repetir: todas energias positivas para você nessa nova etapa. A Lais Nascimento, designer de moda, está de malas prontas para Porto, onde vai desfrutar de uma bolsa de estudos que conseguiu por dois motivos: dedicação e talento. Falei que é pessoal, mas acho que histórias assim têm que nos servir de exemplo.  Motivação sempre, mesmo quando nada nos motiva! rs rs.

E por falar em motivar… Olha a Lais me motivando. Estava com a cara amarrada em um dia desses de stress (workmente falando rs), quando me entregam uma correspondência:

Abro e me deparo com isso… Um bloco de anotações personalizado do blog de Ilustrações da Lais, o inspirador Tirasqueuposto.blogspot.com. Ah! Me derreti! Com gatinho? Pegou no meu ponto fraco… rs rs.

Conheci a Lais aqui, no blog, trocando figurinhas sobre Portugal. Essa troca de amizade, de boas energias, de carinho… Isso realmente sequer passava pela minha cabeça quando tive a ideia de criar o MISS! Só posso agradecer e desejar que essa corrente continue!

E que a Lais curta muito sua estada em Porto. Que aproveite cada cantinho bacana que a cidade oferece e que, se tiver um tempo, conte tudo para nós. Sei que não é fácil arrumar as malas e partir sozinha para o desconhecido, mas no final toda dificuldade é recompensada. Todo esforço e privação volta em forma de conquista e realização. Pode esperar!

Para conhecer um pouco mais sobre a Lais e seu trabalho, acesse também  lalaisnascimento.blogspot.com .

E para conhecer o gatinho exclusivo que a Lais fez para o Miss Check-in, clique aqui (Ah! Mas clica mesmo, vai! rs)

Canetinhas viajantes da Cintia!

10 set

Aaah! Toda viagem tem um lado ruim… Pra mim, geralmente, é voltar! Passaria meses, anos, viajando! rs rs.

A Cintia Masa (do blog Felicidade com Simplicidade) já está de volta e, pelo o que estou acompanhando no blog, cheia de boas dicas e excelentes lembranças! Nessa troca de figurinhas blogueiras, não podia deixar de registrar a EuroTrip das nossas canetinhas com ela… Exibidas… Posando pra foto rs rs.

E aí vão elas… Orgulho da “mamãe”:

Em Roma

E na chiquéééérrima Paris

Lindas demais! Só posso agradecer pelo carinho!

-Para ver as dicas “pré-viagem” da Cintia, clique aqui.

– Para conhecer o blog Felicidade com Simplicidade e se inteirar dessa  EuroTrip, clique aqui.

 

Feliz Dia dos Pais!

14 ago

Ao meu pai…

 Devo tudo que tenho de melhor… Tudo que me tornei e conquistei. A ele devo todas as horas de insegurança em que ele me fez acreditar em mim e seguir em frente. Devo minha caminhada sem olhar pra trás para alcançar meus sonhos. E quando os sonhos chegaram, a ele devo a compreensão de que só a humildade nos faz entrar e sair de qualquer situação de cabeça erguida. O melhor que trago comigo é ter um pai como você!

TIGRE - ARGENTINA

RIO VERMELHO - SALVADOR/BA

PLAZA DE MAYO - BUENOS AIRES

PARQUE EDUARDO VII - LISBOA

JARDIM JAPONÊS - BUENOS AIRES

E… enquanto fazia o post, escolhia as fotos… Quem pitacava o tempo todo?

O neto preferido do vô… rs rs rs… Não podia faltar! 🙂

Feliz dia dos pais a todos!

Felicidade com Simplicidade!!!

2 ago

Depois de um dia de surpresas singelas e carinhosas… Não tinha outro título para descrevê-las 🙂

Meu “personal designer” e amigo querido, João Hungria ( @juaumhungria), todo início de semestre  me faz uma surpresa… Sempre lindas e cheias de arte… Mas a de hoje… Me pegou desprevenida… Perfeita nos mínimos detalhes:

O chaveirinho do “Miss” feito artesanalmente… Cópia fiel da logo do site… Foi demais, Jú! Só você mesmo!

Para quem não leu o post das canetinhas, o João é o responsável pelo visual do Blog… A bonequinha, a malinha, o topo do site , o BG do Twitter e a arte das canetas são obras dele. Um amigo especial e cheio de talento!

Mas não acaba por aí… Por falar em canetas e gestos de amizade, pela manhã recebo um e-mail da Cintia, do blog Felicidade com Simplicidade, avisando que levou a nossa canetinha para sua viagem na Europa… Adorei, claro! Só não esperava encontrar um post e uma foto sobre as “canetinhas viajantes do Miss”. Êh! Alegria!  rs rs… Não tinha como não agradecer  e, claro, tirar uma lasquinha mostrando essa foto chiquééééééérrima aqui também:

Obrigada amigos, pelo carinho e por gestos tão simples e tão cheios de significado pra mim!

Dia dos Namorados

12 jun

Olá!!!!

Primeiro, espero que todos, tanto os soltos (solteiros) como os colados (namorados ou casados), tenham tido um feliz Dia dos Namorados… Mais hora, menos hora, sempre nos batemos com o “pedacinho” que faltava!!!

 Aproveitando a deixa da data para fugir de casa, eu e meu “pedacinho”… rs rs… Fugimos para um hotel charmosinho  na Praia de Aruana!! 😉   Adoramos!!!

Mas, infelizmente, todos os detalhes vão ficar para “os próximos capítulos”. Muito cansaço nessa hora  😦

Ah… E o que é que tem nossa foto breguinha?… kkkkkkkkkkkk… Todo mundo tem um dia de WANDO… “Meu iáiá, meu iôiô” 😀 😀 😀

E ainda no contexto romântico,  hoje (12/06/2011) também tem foto nossa  no blog das meninas, LAS MOCHILEIRAS DE TACÓN ( tacón é  salto em espanhol… aprendi com elas!! rs rs). Passa lá pra ver !!! 🙂 🙂