Tag Archives: Alagoas

DUAS BARRAS e DUNAS DE MARAPÉ – ALAGOAS

27 mar

Que a rodovia litorânea de Alagoas – AL-101 –  é o caminho mais bonito entre Aracaju e Maceió, já batemos nessa tecla nesse post aqui. Mas, para inovar na sua viagem, acrescente ao seu roteiro a possibilidade de sair da estrada e desbravar as placas despretensiosas pelo caminho.

Por vezes, seguindo pela AL-101 SUL, passamos batido pelo Povoado Duas Barras, no município de Jequiá. Não cometa esse erro! O pequeno povoado é o endereço da foz do Rio Jequiá, onde manguezais, coqueiros e água doce  completam a beleza azul turquesa do litoral de Alagoas.

POVOADO DUAS BARRAS

O acesso para o pequeno povoado fica na AL-101 SUL, no trecho entre a sede do município de Jequiá e a divisa com o município de Coruripe. Pela estrada, fique atento às placas. A entrada para Duas Barras fica quase em frente ao Posto de Gasolina São José – Bandeira Shell.

Saindo da rodovia, uma ruazinha de paralelepípedos e casinhas simples resume a localidade.

Para chegar  à praia, siga em frente, onde duas escolhas aguardam os visitantes.

DUAS BARRAS X DUNAS DE MARAPÉ

Seguindo até o final da rua, para os desavisados, todos os caminhos … e funcionários fardados…  levam o turista ao estacionamento do Complexo Dunas de Marapé.

– Primeiro ponto – Duas Barras é o povoado e Dunas de Marapé é o complexo turístico situado no povoado.

– Segundo ponto – o acesso a Dunas de Marapé é pago. O acesso a praia de Duas Barras é gratuito.

Dito isto, vamos por partes.

 

DUNAS DE MARAPÉ

Para ter acesso a Dunas de Marapé,  estacione no pátio do complexo (que aparece na foto aí em cima).

Um funcionário logo se aproxima dizendo que o pacote para passar o dia é R$ 65,00 por pessoa (valor no carnaval de 2017), incluindo a travessia e o almoço (que consiste em buffet self service sem bebidas incluídas).

Se você não perguntar, o funcionário não vai te dizer, mas você pode optar  só pelo  acesso ao complexo, sem almoço – o  Day Use, que, no carnaval de 2017, estava custando R$35,00 por pessoa.

Definido o seu pacote, um barquinho faz a curtíssima travessia para o píer de acesso ao complexo.

Do outro lado, você encontra boa estrutura e contato com a natureza.

Redário, mirante, banheiros, lojinha , serviço de bar na praia (lembrando que no bar, tudo é por sua conta).

E o refeitório, onde de 12h às 14h é servido o almoço.

Sobre o almoço, vale dizer que a fila é grande e, pelo preço, esperávamos mais do buffet e da comida.

O lugar é lindo. Mas, do lado de cá, fiquei me perguntando sobre aquela praia do outro lado do rio, cheia de gente animada, com queijinhos na brasa passando pra lá e pra cá e caixas térmicas embaixo dos sombreiros.

PRAIA DE DUAS BARRAS

Ao deixar o Complexo Dunas de Marapé, fomos abelhudar  o esquema do  outro lado do rio. Descobrimos  então que, para curtir a região sem gastar toda essa grana cobrada pelo complexo, a dica é seguir até o final da rua do povoado. Você vai se deparar com outro estacionamento, na porteira da ‘Fazenda Duas Barras’, no ponto exato onde a rua termina.

No estacionamento, você pode deixar o carro por R$10,00 (valor em fevereiro de 2017) e seguir, em uma curta caminhada,  para a praia de Duas Barras < aquela que fiquei  paquerando do outro lado do rio >. Se não quiser pagar os R$10,00, pode deixar o carro ao longo da rua e seguir a pé para a praia, cujo acesso é gratuito.

No caminho, de bônus,  você ainda encontra  o casarão sede da Fazenda Duas Barras, que dá nome ao Povoado.

PASSEIO PELO RIO JEQUIÁ

Na “porteira” do estacionamento de Duas Barras,  vários barqueiros da Associação local – Asbarques – oferecem o  passeio pelo Rio Jequiá, cobrando R$ 20,00 por pessoa (valor em fevereiro de 2017). O bacana é que você fica com um barquinho a sua disposição e faz tudo no seu tempo.

Subindo o rio, a primeira parada é nas dunas de Jequiá, de onde é possível apreciar a vista da região.

De lá o barco segue pela paisagem de manguezal e águas tranquilas.

Na parada para banho, os mais dispostos ainda podem entrar no mangue e se lambuzar com argila.

Nós optamos por só entrar no mangue, sem argila 😛

O passeio é rápido e em uma hora dá para aproveitar o circuito sem atropelos. Nosso barqueiro foi o Rogério (082-99947-3257), super simpático e solícito. Indicamos 😉

IMPORTANTE – Para quem quiser  o ‘Passeio pelo Rio + Almoço em Dunas de Marapé’, os barqueiros da Associação  têm parceria com o complexo e fecham o pacote todo por R$75,00 por pessoa (valores em fevereiro de 2017).

Barcos da Associação de Duas Barras – ALAGOAS

– Para quem quer só conhecer o complexo, os barqueiros fazem a travessia por R$5,00 e você não precisa pagar aqueles R$35,00 de Day Use que citamos lá em cima  < isso para quem não quiser ir nadando. A travessia é muito curta no extremo da foz do rio, mas é preciso ter cuidado com a correnteza>.

PERGUNTA: Quem atravessa com os barqueiros e não compra o almoço de Dunas de Marapé, pode conhecer o complexo? Sim! Conhecer o complexo e curtir a praia. Mas você não será atendido pela equipe deles, ok? Pelo menos é o que os barqueiros avisam (na prática, não testamos essa modalidade).

RESUMINDO…

Em Duas Barras, para curtir gastando menos,  a dica é seguir até o final da rua e procurar os barqueiros da cooperativa. Converse com eles sobre passeios e valores e compare com os preços oferecidos pelo complexo (confira na tabela abaixo – valores de fevereiro de 2017).

PERGUNTA: Vale a pena pagar para conhecer Dunas de Marapé? Sim! Os preços poderiam ser menos salgados, né? Mas o complexo oferece a melhor estrutura para o turista em Duas Barras e, pelo menos na primeira visita ao Povoado, é bacana curtir o empreendimento.

Além disso, eles cumprem propostas ambientais de recuperação de áreas degradadas e proteção da fauna e flora nativa, atendendo à necessária tendência de turismo sustentável 🙂

DICA EXTRA

Em Dunas de Marapé, reserve um pouco do seu tempo para conhecer o trabalho do Mestre Manoel da Marinheira Filho.

Filho do artista popular alagoano, Manoel da Marinheira, Manoel Filho seguiu o ofício do pai, reproduzindo com arte a fauna brasileira em troncos de árvores.

As peças são perfeitas e, em um cantinho no restaurante de Dunas de Marapé, você pode ter a sorte de encontrar o artista, sereno, talhando a madeira.

INFORMAÇÕES ÚTEIS

– De carro, dá para conhecer Duas Barras em um bate-volta, partindo de Maceió.

– Se pernoitar na região, dá para combinar Duas Barras e o passeio a Foz do Rio São Francisco.

– A Foz (Pontal do Peba) está a 75 Km de Duas Barras.

– Para conhecer a região, nós ficamos em Coruripe, a 25 Km do povoado.

– Penedo, a cidade mais estruturada na região da Foz está a aprox. 95Km de Duas Barras.

Para continuar passeando por ALAGOAS, leia também:

Restaurante Castanho – Cânion do Velho Chico – Delmiro Gouveia/AL

Opção de hospedagem em Piranhas/ALAGOAS.

– Para saber como cruzar Sergipe e Alagoas, leia também Bahia, Sergipe e Alagoas, de carro pelo três Estados.

UMA VEZ EM SERGIPE, APROVEITE TAMBÉM PARA CONHECER A FOZ DO VELHO CHICO, NA DIVISA COM ALAGOAS:

Como chegar a Foz do São Francisco partindo de Aracaju.

Delta do Velho Chico.

Piaçabuçu – Alagoas.

– Todas nossas dicas de Aracaju e Sergipe em Aracaju post a post.

– CONHEÇA NOSSO INSTAGRAM – @misscheck     você vai encontrar fácil nossas dicas de Aracaju, Sergipe e Alagoas nas hashtags:

#aracajunomiss

#sergipenomiss

#alagoasnomiss

Anúncios

MIRANTE DO TALHADO – a terra encantada do Seu José Francisco – CÂNION DO VELHO CHICO.ALAGOAS

29 jan

No caminho de terra que leva ao Restaurante Castanho, em Delmiro Gouveia (confira como chegar aqui), uma plaquinha sutil com a indicação “Mirante do Talhado” chamou nossa atenção.

estrada-para-o-mirante-do-talhado-foto-do-blog-misscheck-in

Como tropeçar numa placa e não correr atrás não é de nós, seguimos a seta! E, entre uma placa e outra do Castanho, uma  outra plaquinha do Mirante do Talhado surge pelo caminho. Seguindo a direção indicada, no meio da caatinga, chegamos a… nada.  Foi a nossa sensação quando a estrada terminou em duas porteiras, uma ao lado da outra 😦 😦

Por sorte, uma delas (a da direita) estava sendo aberta e um senhor muito simpático se aproximou do carro. Era Seu José Francisco, o dono da propriedade “Mirante do Talhado”. Um homem que tem o nome do Rio e vive como o Santo, cercado de animais adoráveis. Destaque para o Foguinho, o pinscher hiperativo, assessor direto do Seu Francisco

Foto do Instagram @mirantedotalhado

Logo na entrada, estacionada embaixo de uma palhoça, está a carroça desgovernada da novela Cordel Encantado.

seu-jose-francisco-e-carroca-da-novela-cordel-encantado-foto-do-instagram-misscheck

Para gravar a morte de mentira da Rainha Cristina (Alinne Moraes), a carroça caiu de verdade no Velho Chico. Foi o Seu José Francisco que a resgatou das águas do rio e pediu autorização a  Rede Globo para ficar com ela. Confira a cena aqui.

carroca-cordel-encantado2

Imagens de Cordel Encantado na GloboPlay

Além da carroça global, a vista é a outra grande atração do “Mirante do Talhado”, cujo nome faz referência à vista do trecho mais famoso do cânion de Xingó.

mirante-do-talhado-alagoas-foto-do-instagram-misscheck

E é com essa vista que os hóspedes do Seu José Francisco acordam todos os dias, rodeados apenas de mato e das notas afinadas da natureza.

vista-do-chales-do-mirante-do-talhado-alagoas-foto-do-blog-misscheck-in

Por acreditar que o ecoturismo poderia transformar a realidade de sua localidade, Seu Francisco investiu na sua intuição empreendedora. Hoje seu sítio conta com chalés rústicos e charmosos, equipados com rede, TV, frigobar  e ar-condicionado,  prontos para receber até dois casais, cada um.

chales-da-pousada-mirante-do-talhado-alagoas-foto-do-blog-misscheck-in

Você pode fazer a reserva e ter mais informações no site da pousada www.mirantedotalhado.com.br . O valor que aparece no site é individual e inclui as três refeições.

6tag-564103610-1325349785016645197_564103610

Foto do Instagram @mirantedotalhado

A hospedagem é ideal  para quem busca se aventurar de verdade pela região do Cânion, fazendo trilhas pela caatinga e praticando esportes radicais nos paredões do rio. Quem tiver interesse nessa pegada, pode conferir a experiência do pessoal do Blog Mochilinhos  aqui.

Imagem do Programa ‘Como Será’ na GloboPlay

Apesar de tanta coisa bacana que encontramos, para nós a grande atração foi mesmo Seu Francisco, de sorriso sincero e acolhedor, caminhando com o Foguinho  agarrado pelos dentes à barra da sua calça.

Uma energia boa paira no ar, misturada ao cheiro do sertão que vem no vento quente que corta a caatinga. Saímos de lá certos de que iremos voltar para uma visita mais comprida.

CONTATOS PARA INFORMAÇÕES E RESERVAS

WhatsApp – (82)98805-7026

Site – www.mirantedotalhado.com.br

Email – mirantedotalhado@hotmail.com

Instagram – @mirantedotalhado

Confirmando nossas impressões, descobri que o Seu Francisco foi um dos personagens da série ‘Heróis possíveis para Causas Impossíveis’, exibida no Programa Como Será, da Rede Globo. Uma história linda de perseverança e respeito a natureza. Vale a pena assistir ao episódio da série aqui.

como-sera

herois-possiveis-como-sera

Imagens do Programa ‘Como Será’ na GloboPlay

O Mirante do Talhado fica no caminho para Castanho. Confira nosso post sobre esse Restaurante Ecológico aqui.

Para continuar passeando pelo Cânion do Rio São Francisco, leia também:

Xingó: nosso passeio no catamarã da MF-Tur.

Nosso passeio com a Agência O Pioneiro, partindo do Rest. Show da Natureza.

Opção de hospedagem em Piranhas/ALAGOAS.

– Para saber como chegar à Rota do Sertão, partindo de Aracaju, leia também Fotoguia da BR-235.

UMA VEZ EM SERGIPE, APROVEITE TAMBÉM PARA CONHECER A FOZ DO VELHO CHICO:

Como chegar a Foz do São Francisco partindo de Aracaju.

Delta do Velho Chico.

Piaçabuçu – Alagoas.

– Todas nossas dicas de Aracaju e Sergipe em Aracaju post a post.

– CONHEÇA NOSSO INSTAGRAM – @misscheck     você vai encontrar fácil nossas dicas do Velho Chico, Sergipe e Alagoas nas hashtags:

#velhochiconomiss

#sergipenomiss

#alagoasnomiss

RESTAURANTE CASTANHO – verde, rede e boa comida no Cânion do Velho Chico – ALAGOAS

23 jan

No meio da Caatinga, entre  cactos e bromélias,  um caminho de poeira e sertão leva a um dos cantinhos mais agradáveis da região do Cânion do Rio São Francisco: o Restaurante Ecológico Castanho, em Delmiro Gouveia/ALAGOAS.

No auge do verão  de 2017, a seca castiga a paisagem. A terra vermelha, coberta pela mato seco sob o sol a pino, parece levar a lugar nenhum.

sertao-delmiro-gouveia-alagoas-foto-do-blog-misscheck-in

 Até que… Entre os cactos e as pedras, do alto do morro, vai surgindo a resistente abundância do Velho Chico.

vista-do-velho-chico-na-estrada-para-o-castanho-alagoas

Após as curvas sinuosas que finalizam o caminho, chega-se ao Castanho, sereno e verde, com mesinhas à beira do rio e redes entre as árvores.

praia-do-sao-francisco-no-retaurante-castanho-foto-do-blog-misscheck-in

Superado  o “saculejo” da estrada, procure uma mesa e “carpe diem” 🙂

6tag-434834870-1432212567891225566_434834870

Batidas| Foto do Instagram @restaurante_castanho

O Castanho já foi fazenda, tornou-se reserva ecológica e hoje também é um estruturado restaurante, com boa comida e bela vista.

Na foto| Tilápia ao molho de coco – R$60,00/Tilápia ao molho de camarão – R$80,00 (valores em janeiro de 2017).

cocada-cremosa-castanho-alagoas

Cocada Cremosa| R$6,00 (valor em janeiro de 2017)

E, entre mergulhos e garfadas, para nós, o contato com a natureza nativa foi o maior atrativo < gente que não resiste ao charme dos passarinhos >

instagramcapture_8389b340-c117-4772-9b37-871a60f7c99d

Várias mesas cheias de frutas e grãos esperam os passarinhos. E gaiolas abertas, também cheias de comida, traduzem  a essência  da onda sustentável. Sempre perto, sempre livres ❤

passarinhos-no-castanho-canion-do-velho-chico-alagoas

E eu, que já era “arriada” pelo Velho Chico, arrumei mais um canto para mergulhar  no seu encanto, brindando sua natureza, dócil, mas indomável < me identifico rsrs> Gratidão define ❤

PASSEIO PELO CÂNION

O Castanho também oferece o passeio de lancha ou catamarã pelo Cânion do Rio e, fechado diretamente com o restaurante, acaba saindo mais barato que outras opções da  região.

As lanchas saem diretamente do Castanho.

lanchas-do-castanho-alagoas

O catamarã tem embarque todos os dias, pela manhã,  na praia da Dulce, em Olho D’Água do Casado, a 15 minutos de Piranhas.

Catamarã do Castanho no ponto de parada para banho no atracadouro da Gruta do Talhado –  Cânion do Velho Chico.

Em janeiro de 2017, tanto o catamarã como a lancha estavam custando R$80 por pessoa. Confira valores e horários direto com o Restaurante nos contatos abaixo:

Telefones: (82) 9.9959-1405/ (82) 9.8114-7070.

WhatsApp: (82) 9.8855-1290.

Instagram: @restaurante_castanho

COMO CHEGAR

No trevo de Piranhas/Olho D’Água do Casado, vire à esquerda, sentido Delmiro Gouveia, como indicado na foto:

direcoes-trevopiranhas

A partir do trevo, percorra 23 Km na rodovia asfaltada/AL-220, sentido Delmiro Gouveia/AL.

estrada-piranhas-delmirogouveia-alagoas

Ao completar os 23km, uma placa verde aparecerá à margem da estrada, indicando que você deverá  virar à esquerda (para quem trafega no sentido Piranhas/Delmiro).

placacastanho

Virando à esquerda, começa a estrada de terra. São 17 km (16,8 km, precisamente) de terreno bem arisco, mas que, com cautela, podem ser levados na paz, mesmo em carros sem tração < nosso caso >.

caminho-do-castanho-delmiro-gouveia-alagoas-foto-do-blog-misscheck-in

Fique atento às placas que indicam a direção do Castanho.

estrada-de-terra-para-o-castanho-delmiro-gouveia-alagoas-foto-do-blog-misscheck-in

Já nos quilômetros finais, a estrada fica mais estreita, mais pedregosa e com curvas bem sinuosas.

curvas-na-estrada-para-o-castanho-alagoas

Redobre a atenção neste trecho e, em pouco tempo, chegará ileso ao restaurante, que tem estacionamento gratuito para os visitantes.

DICAS EXTRAS

 – Não se engane com a dificuldade da estrada. Apesar do caminho arisco, o restaurante lota aos finais de semana e feriados. Para não correr o risco de perder a viagem, melhor chegar cedo.

redes-castanho-delmiro-gouveia-alagoas

– Se quiser um passeio tranquilo pelo Cânion, a lancha é uma ótima opção. Conhecer os cânions sem agitação e muvuca é uma dádiva. Além disso, é possível conhecer o Vale dos Mestres, um cantinho delicioso onde os catamarãs  do Karrancas não chegam 😉

vale-dos-mestres-canion-do-velho-chico

Vale dos Mestres – Velho Chico – Sergipe

– Caso queira se hospedar na região, a hospedagem mais próxima do Castanho (por enquanto) é o Mirante do Talhado, do simpaticíssimo José Francisco. Saiba mais no nosso post sobre o Mirante aqui< vale muito a visita, viu? Ainda que só pra conhecer  a propriedade, o Seu Francisco  ou apreciar a vista >.

Para continuar passeando pelo Cânion do Rio São Francisco, leia também:

Xingó: nosso passeio no catamarã da MF-Tur.

Nosso passeio com a Agência O Pioneiro, partindo do Rest. Show da Natureza.

Opção de hospedagem em Piranhas/ALAGOAS.

– Para saber como chegar à Rota do Sertão, partindo de Aracaju, leia também Fotoguia da BR-235.

UMA VEZ EM SERGIPE, APROVEITE TAMBÉM PARA CONHECER A FOZ DO VELHO CHICO:

Como chegar a Foz do São Francisco partindo de Aracaju.

Delta do Velho Chico.

Piaçabuçu – Alagoas.

– Todas nossas dicas de Aracaju e Sergipe em Aracaju post a post.

– CONHEÇA NOSSO INSTAGRAM – @misscheck     você vai encontrar fácil nossas dicas de Aracaju, Sergipe e Alagoas nas hashtags:

#aracajunomiss

#sergipenomiss

#alagoasnomiss

Passeio pelo Cânion do Rio São Francisco partindo de Olho D’Água do Casado/ALAGOAS

11 set

POST COM INFORMAÇÕES ATUALIZADAS EM JANEIRO DE 2017

Retornamos ao Cânion do Velho Chico em julho de 2016. Dessa vez, seguimos  a dica do Blog Algo Relevante e fizemos o passeio com a Agência O Pioneiro, de Alagoas.

OPioneiro - ALAGOAS

COMPARANDO OS VALORES (PREÇOS EM JULHO DE 2016)

– O passeio pela Nozes Tour  –  incluindo o transporte entre Aracaju e Canindé e o passeio pelo Cânion no Catamarã da MF-Tur  –  estava custando R$170,00 por pessoa.

Confira nossa experiência com a Nozes Tour aqui.

– Só o passeio de catamarã, fechando direto com a MF-Tur, estava custando R$ 90,00 por pessoa (o catamarã da MT-Tur parte da margem sergipana do rio, no Restaurante Karrancas, em Canindé/SE).

MF-Tur - Catamarã de Canindé

O passeio de catamarã com a Agência O Pioneiro custou R$85,00 por pessoa, partindo do Restaurante Show da Natureza, em Olho D’Água do Casado/AL. Acertamos tudo pelo Whatsapp – 82-98174-6206 < atendimento atencioso e eficiente > O SHOW DA NATUREZA FOI FECHADO TEMPORARIAMENTE EM NOVEMBRO DE 2016. ATUALIZE-SE COM O PESSOAL DA AGÊNCIA PIONEIRO e confira outras opções ao final do post.

– Adicione ao menor valor a vantagem de ser uma embarcação pequena, com lotação máxima de 20 pessoas e o plus de nos levar até o Vale dos Mestres, que não está incluído no percurso da MF-Tur.

– De carro, gastamos 2h30 de viagem no percurso Aracaju-Olho D’Água do Casado/AL e R$120,00 de gasolina (ida e volta, abastecendo a R$3,55/litro em julho de 2016). < Ao todo, eram quatro pessoas no carro. Dividindo a gasolina por quatro + o valor individual do catamarã ($85), totalizou R$ 115,00 por pessoa >

COMO CHEGAR AO PONTO DE EMBARQUE

– Para quem vem de Aracaju, pela Rota do Sertão, chegando a Canindé, corte a cidade em uma linha reta, sentido Piranhas.

Confira como acessar a Rota do Sertão aqui.

– Atravesse a ponte sobre o Rio São Francisco (divisa SE/AL) e siga em frente até o trevo de acesso a Piranhas.

– Neste trevo, vire à esquerda, sentido Olho D’Água do Casado e Delmiro Gouveia. < São aproximadamente 5 km deste trevo até o acesso para o Restaurante >

– Siga novamente em uma linha reta… sempre. Depois de Olho D’Água do Casado, fique atento. Uma placa irá sinalizar o acesso para o Restaurante Show da Natureza.

acesso-ao-restaurante-show-da-natureza

– Saindo da pista e entrando à esquerda, começa uma estrada de terra. Siga  em frente e fique atento à sinalização.

sinalizacao-para-o-show-da-natureza-alagoas

– Seguindo as placas, é fácil chegar ao Restaurante, que fica às margens do Cânion.

restaurante-show-da-natureza-no-canion-do-sao-francisco-alagoas

RESTAURANTE SHOW DA NATUREZA

– Só o almoço em um dos seus quiosques já valeria a pena.  < Quem tem  medo de passeio de barco, pode ficar tranquilo por ali mesmo, petiscando à beira do rio com a vista do Cânion >

showdanatureza-al-blogmisscheck-in

– Fora isso, apesar de simples, tem boa estrutura, banheiros limpos e uma equipe esforçada.

– Pedimos uma porção de BODE FRITO (porção tira-gosto – R$60 reais em julho de 2016), que chegou crocante, com queijo coalho derretendo por cima da carne.

PASSEIO PELO CÂNION DO RIO SÃO FRANCISCO

– Como dito no início do post, reservamos quatro vagas no catamarã. Além de nós quatro, só embarcou mais um casal. < Bem mais confortável que o passeio lotado que fizemos no Carnaval de 2011. Confira aqui >

– Partindo da margem alagoana, a Gruta do Talhado, ponto alto do passeio,  está a um minuto do embarque. Mas a parada fica para o retorno. Seguimos pelo Cânion, emparedados por sua bela vista.

– A primeira parada é no Vale dos Mestres, um estreito trecho de várzea, com pouca profundidade, onde é possível caminhar e tomar banho no Rio São Francisco com água na altura dos joelhos.

– No retorno, a esperada pausa para a visita à Gruta do Talhado.

– Atualmente, dois atracadouros recebem as embarcações visitantes. O atracadouro para as embarcações menores, nosso caso, fica do lado oposto à Gruta e, por R$10,00 (valor em julho de 2016), canoas fazem a travessia e levam até o estreito de pedras.

– Desse ponto, retornamos ao Restaurante Show da Natureza. Ao todo, incluindo as paradas para banho, o passeio durou 2 horas.

CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES

– Se Aracaju for seu ponto de partida, vale lembrar que – apesar de ser a capital mais próxima do cânion – de carro é uma viagem cansativa para um bate-volta. São aproximados 250 km entre Aracaju e a região de Canindé e Piranhas.

– Se pretende ir de carro, a melhor opção é pernoitar por lá. Piranhas é uma ótima cidade para pernoite, com boa variedade de hospedagens, restaurantes e noite movimentada. Além de ser histórica e linda! Confira nossa dica de pousada em Piranhas aqui.

No Restaurante Show da Natureza, em Alagoas,  além da opção do catamarã, também oferecem  lanchas. Nesse caso, cobram a partir de R$400,00 pelo passeio ( valor em julho de 2016, para até quatro pessoas).

– Além do Restaurante Show da Natureza, o Restaurante Ecológico Castanho também está às margens do Cânion e oferece ótima estrutura para os visitantes < Pretendemos conhecê-lo em nossa próxima viagem ao Velho Chico 😉 >

IMPORTANTE – Em janeiro de 2017, o Show da Natureza ainda não havia retomado suas atividades. Mas não desanime! Vale a pena fazer o passeio pelo RESTAURANTE CASTANHO. Em janeiro de 2017, o passeio de catamarã fechado direto com eles estava custando R$60,00 por pessoa. Confira os valores no Instagram @restaurante_castanho e nos telefones (82)98855-1290. < Ainda não conhecemos o local, mas quem já foi super indica 😉 >

6tag-393939263-1422026402462796260_393939263

Catamarã do Restaurante Castanho no Cânion do Velho Chico

CONTATOS/SITES

O Pioneiro –  www.opioneiro.tur.br

MF-Tur – www.mfturxingo.com.br

Nozes Tour – www.nozestur.com.br

Para continuar passeando pelo Cânion do Rio São Francisco, leia também:

Xingó: nosso passeio no catamarã da MF-Tur.

Opção de hospedagem em Piranhas/ALAGOAS.

– Para saber como chegar à Rota do Sertão, partindo de Aracaju, leia também Fotoguia da BR-235.

UMA VEZ EM SERGIPE, APROVEITE TAMBÉM PARA CONHECER A FOZ DO VELHO CHICO:

Como chegar a Foz do São Francisco partindo de Aracaju.

Delta do Velho Chico.

Piaçabuçu – Alagoas.

– Todas nossas dicas de Aracaju e Sergipe em Aracaju post a post.

– CONHEÇA NOSSO INSTAGRAM – @misscheck     você vai encontrar fácil nossas dicas de Aracaju, Sergipe e Alagoas nas hashtags:

#aracajunomiss

#sergipenomiss

#alagoasnomiss

 

Praia do Carro Quebrado – Litoral Norte – ALAGOAS

22 fev

Era uma manhã de dezembro <de 2014> e eu estava em Maceió, querendo que caísse do céu um destino inusitado para mim, ali pela AL-101 Norte. Feriado prolongado, tudo meio que lotado, e eu só queria um lugar meio esquecido.

Vista do Mirante da Praia da Sereia - ALAGOAS

Vista do Mirante da Praia da Sereia – ALAGOAS

Foi assim que, já quase desistindo, resolvi arriscar.  Estávamos sentados no Mirante da Praia da Sereia, perto do hotel, quando uma família de Maceió se aproximou, tirou várias fotos e, antes de saírem, uma das crianças perguntou: “vamos pra onde agora?”. Um dos adultos respondeu: “Barra de Santo Antônio”.  Pronto. Era o sinal que eu queria: um nome e uma direção. 20 km após nosso hotel (em Riacho Doce, a aproximadamente 35 km do centro de Maceió), pela AL-101 Norte, chega-se à entrada da Barra de Santo Antônio:

Entrada para Barra do Santo Antônio - AL-101 NORTE

Logo na entrada, fomos abordados pelo pessoal que fica por ali, oferecendo passeios de buggy. Eles não sabiam, mas ouvi todo o texto publicitário, com fotos e preços, pensando apenas em como enfiar o C3 nos lugares que eles estavam mostrando.  E assim seguimos, com C3 e sem tração, em busca do nosso destino perdido.

Praia do Carro Quebrado - ALAGOAS

Chegando em  Barra do Santo Antônio, uma ponte  te leva ao outro lado do rio, para a Ilha da Crôa, onde você terá acesso às praias da região.

Ponte para a Ilha da Crôa - ALAGOAS

A praia do Carro Quebrado é um dos principais atrativos desse passeio e o pessoal dos buggys, lá da entrada, entre outras coisas,  oferece  uma parada nessa praia, conhecida por suas falésias e areias coloridas.

Carro Quebrado - ALAGOAS

Nós seguimos por conta e risco na nossa teimosia. Chegando à praia da Ilha da Crôa, basta ir seguindo  a rua que, de perto ou de longe, basicamente, vai  acompanhando a linha da praia, sentido norte < fatalmente será preciso recorrer a um e a outro morador pelo caminho, nem que seja para confirmar se está indo na direção certa > Dá pra chegar? Dá. Desde que você não tenha tanto apego ao seu veículo e esteja pronto para a possibilidade de atolar e/ou furar o(s) pneu(s).

Estrada para a Praia do Carro Quebrado - ALAGOAS

São aproximados cinco quilômetros – de estrada arisca –  da Ilha da Crôa até o primeiro ponto da Praia do Carro Quebrado. E assim, chegamos (ilesos):

Chegada a Praia do Carro Quebrado - ALAGOAS

A praia realmente é imponente… E linda. Mesmo sem nenhuma estrutura, atrai um fluxo considerável de banhistas nos feriados e finais de semana.

Primeiro trecho da Praia do Carro Quebrado - ALAGOAS

E esse primeiro trecho é o ponto de encontro de locais, turistas e bugueiros.

???????????????????????????????

Mas a gente ainda tinha a sensação de que havia algo mais. Eu ainda estava em busca do meu destino perdido, quando  um rapaz nos abordou e garantiu que havia um trecho ainda mais bonito e pouco frequentado, mais ao norte,  depois “daquela ponta” das falésias. Certo! Fomos… Mais terra, mais poeira, por dentro de canaviais intermináveis, seguindo sempre ao norte. Por sorte, o mesmo rapaz que deu a dica,estava conduzindo um outro grupo e, quando achamos que estávamos perdidos, eles apareceram e nós os seguimos.

Por dentro dos canaviais, a caminho do Carro Quebrado.

Estacionamos no alto do morro e descemos até a areia da praia  ainda desconfiados.

Carro Quebrado-AL

Uma barraquinha de palha, um paredão de falésias e uma praia inteira só pra nós. Era tudo o que eu queria.

Barraca da Elma - Carro Quebrado - ALAGOAS

Os buggys não chegam nesse ponto  e esse finalzinho da praia, até o Pontal do Gamela ( a extremidade da praia que aparece na foto acima) ficam esquecidos, prontos para saciar com paz e beleza a sede dos espíritos mais desbravadores.

Pontal do Gamela - Carro Quebrado - ALAGOAS

Eu já estava satisfeita com toda aquela atmosfera paradisíaca e excêntrica, sentadinha na minha cadeira de praia com minha coca-cola…

Carro Quebrado - ALAGOAS

Quando a Elma, dona da barraca, chegou com um sorriso tão sincero, oferecendo uma porção de lagostins, que não pude resistir.

Praia do Carro Quebrado - ALAGOAS

Eu nem era fã de lagostim, mas a simpatia e simplicidade da Elma me ganharam de tal forma, que… “desce uma porção de lagostim”.

Lagostim da Elma - Carro Quebrado - ALAGOAS

E então… Aquele gostinho de cebola na manteiga com o lagostim macio, fresquinho,  e aquela vista para me lembrar que na próxima segunda eu não estaria ali. Menos que isso já seria suficiente, mas já que a praia veio com pacote completo… relaxamos e aproveitamos 😉

Carro Quebrado - ALAGOAS

Comemos, batemos papo, curtimos a rede, fizemos amizade com a Charlô e a Charlotte (as duas cadelinhas da Elma)…

Charlô e Charlotte - Praia do Carro Quebrado - ALAGOAS

E fomos conhecendo a família. O filho da Elma, o Claudemir, foi o rapaz que nos abordou lá no primeiro trecho da praia e nos deu a dica de seguir adiante. O esposo dela, conhecido como ‘Nêgo do Buggy branco’, também faz transporte de turistas e,pode, inclusive, pegar você na Ilha da Crôa ou na Barra, caso não queira chegar até lá < a praia da Elma> em carro próprio.

Elma e Nego do buggy branco

Mais que a praia, o jeito sorridente da Elma foi para mim, particularmente, o up do passeio. Ela fala sorrindo que já perdeu sua barraca (sua fonte de renda) e todos seus utensílios algumas vezes, porque a maré levou tudo.

Barraca da Elma - Carro Quebrado - ALAGOAS

Sorrindo também ela conta que qualquer dinheiro que entra no dia já ajuda e sorrindo ela segue, todos os dias, para sua barraquinha de palha em uma praia esquecida.

Barraca da Elma - Carro Quebrado - ALAGOAS - Litoral Norte

Vendo a Elma sorrir, quando eu, no lugar dela, estaria reclamando, fui também repensando o meu caminho e… Acabou que o meu destino perdido também era uma lição de vida, de gente simples que escolheu pintar seus dias com sorrisos. #hashtag FicaDica 😉

Carro Quebrado - Miss Check-in - ALAGOAS

NO MAIS

– A porção com seis lagostins na barraca da Elma, custou, em dezembro de 2014, R$ 50,00 ( tudo no dinheiro);

– Chegar ao trecho da praia onde fica a barraca da Elma é bem complicado e o meu conselho é que você busque seguir com alguém que conheça o local ou siga pela faixa de areia da praia, sentido norte, até bater lá.

– O marido da Elma, o Nego do Buggy branco, além de te levar sem “aperreio” até lá, também faz outros passeios pela região e, caso tenha interesse, pode acertar seu passeio com ele através dos telefones:(82)9399-6862 ou (82)9349-1970(Claudemir).

– Alguns passeios de lancha (não todos), tipo aqueles que visitam as piscinas naturais de Paripueira, também chegam à Praia do Carro Quebrado. Informe-se ao comprar seu pacote.

– Como foi dito, Barra de Santo Antônio fica na AL-101 Norte,  a 20km do Riacho Doce, na saída norte de Maceió.