Valle Nevado sem neve: a Cordilheira em dias de Sol – CHILE

20 out

A aproximados 3.200 metros do nível do mar, Valle  Nevado  é uma estação de esqui chilena cravada na Cordilheira dos Andes. Partindo de Santiago, em uma hora – de subida em curvas sinuosas –  chega-se ao topo do passeio, o  Valle Nevado Ski Resort, com seus 40 quilômetros de pistas nevadas, que lhe garantem o título de maior estação de esqui da América do Sul.

Valle Nevado Ski Resort - CHILE

Isto posto, na contramão do que seria essa dica imperdível de passeio de inverno, esse post  não se dedica a um roteiro de neve. Até porque, nem só de neve vive o Valle. Aí vem a boa notícia: se você programou sua viagem ao Chile na primavera ou verão, não precisa tirar o Valle Nevado do seu roteiro.

Valle Nevado - CHILE

Ao decidir subir a Cordilheira nas estações de sol, você vai apenas redirecionar os motivos para chegar até o Valle. No lugar de neve, flores, e no lugar de esqui, caminhadas ensolaradas pela emblemática Cordilheira dos Andes, certamente uma das paisagens mais imponentes  do Sul da América.

Cordilheira dos Andes - CHILE

Na primavera, a montanha fica forrada de florzinhas amarelas que nosso guia, com mímicas e num “embolês” de idiomas, nos levou a crer que são chamadas de ‘dedos de ouro’  pelos locais.

Flores - Cordilheira - CHILE

A subida conta com um trecho de 32 quilômetros de curvas numeradas. A soma de pista estreita com curvas fechadas, no inverno, quando o fluxo é  intenso, faz com que o tráfego aos finais de semana seja divido em turnos: de 08h às 14h para subir e das 14h às 20h para descer.

Curvas Numeradas - Cordilheira dos Andes - CHILE

Para enfrentar a neve na pista no inverno, corrente nos pneus é obrigatório. Tudo isso você vai aprendendo enquanto sobe a montanha. No calor, sem neve no asfalto, resta observar a paisagem cheia de vida que o sol traz ao vale.

Curvas da Cordilheira dos Andes - CHILE

Valle Nevado - CHILE

No caminho, uma parada na curiosa casa na pedra, à margem da pista, pouco antes da chegada a estação.

Casa na Pedra - CORDILHEIRA - CHILE

Chegando a Valle Nevado, a vista exuberante da Cordilheira é, sem dúvida, o ponto alto do passeio.

Valle Nevado - Chile

Cercada pelos picos nevados, a sensação é de estar no topo do mundo. Pelo menos eu me senti assim, como criança curiosa, querendo ver tudo.

Vista Cordilheira - VALLE NEVADO - CHILE

A estação, no entanto, de fato fica morta neste período. Não havia quase ninguém no dia em que estivemos lá, no início de dezembro. Sem movimento, só conhecemos a loja do Resort, com preços que acompanham a altitude da montanha. Ainda assim, vale a visita (confira o tour virtual aqui).

Valle Nevado - CHILE

Valle Nevado Store - CHILE

O complexo, além dos hotéis e apartamentos, conta com bares e restaurantes. Nós não chegamos a comer por lá. Na verdade, nesse passeio nossa intenção era conhecer a Cordilheira de perto, curva a curva. Nos dedicamos pouco, ou quase nada, à estação de esqui. Ficamos, como disse, como criança em um dia na fazenda… Correndo pelos campos! rsrsrs

CORDILHEIRA - CHILE

No início de dezembro ainda havia um restinho  de neve aqui e ali pra ninguém  perder a chance de fazer um selfie nevado.

Valle Nevado - Chile

Mesmo nesse período, foi preciso alugar calçados próprios para o passeio no topo da montanha. Sem neve, o terreno úmido vai formando superfícies de lama que os calçados alugados enfrentam sem contratempo.

Aluguel de calçados para esqui - Santiago - CHILE

Alugamos ainda em Santiago, pois sai bem mais barato  que lá em cima. Dica do nosso guia 😉

Rental Ski - Santiago - CHILE

E depois de curtir a paisagem e a conversa interessante com nosso guia chileno, Diogo, fizemos o caminho de volta para Santiago. Na ida, como curiosidade, o Diogo pediu que comprássemos um pacote de salgadinhos que foi inflando conforme avançávamos cordilheira acima (mais uma brincadeirinha inocente de criança).

Diminuição da pressão atmosférica - Cordilheira - CHILE

À medida que se avança na altitude, a pressão atmosférica diminui e as moléculas do ar passam a ficar mais afastadas umas das outras. (fonte Revista Superinteressante – confira a matéria sobre o tema aqui)

Com ou sem neve, o passeio ao Valle Nevado tornará ainda mais rica e interessante sua viagem ao Chile, viu? 😉

NO MAIS, VALE SABER QUE:

– Nós não alugamos carro no Chile. Para o Valle Nevado, fechamos com um guia local e fizemos o passeio no carro dele, apenas eu e o Hélio, o que nos deixou muito a vontade para fazermos tudo no nosso tempo. ( Nas mudanças de apartamento, acabei perdendo o contato do guia, mas informe-se no seu hotel, eles podem ter boas indicações de guias locais).

– Para você, que pretende alugar um carro e ir por conta própria, indico o post detalhado do  Diego no www.meusroteirosdeviagem.com.

– A temporada de esqui, em regra, vai de junho a outubro.

– Informações sobre a prática de esqui, hospedagem e estrutura do Valle Nevado no site oficial do Resort: www.vallenevado.com/pt/

– Empresas especializadas também fazem esse passeio, confira nos links:

SkiTour

SkiVan

– Mais sobre o Chile? Leia também:

San Alfonso del Mar

Algarrobo

Anúncios

15 Respostas to “Valle Nevado sem neve: a Cordilheira em dias de Sol – CHILE”

  1. meusroteirosdeviagemego 30/10/2014 às 16:51 #

    Gostei do seu relato. Obrigado por ter citado o meu blog, um abraço 😉

  2. Cris Rodrigues 18/11/2014 às 10:18 #

    Querida Anna, tuas postagem maravilhosas como sempre!
    Andei bem afastada de tudo (final de faculdade é pra matar)… mas aos poucos estou retomando a rotina… e já planejando o próximo destino!
    Bjão e ótima semana pra vcs =)

    • Anna Guimarães 18/11/2014 às 19:42 #

      Criiiiis!
      Saudades.
      Mas te entendo perfeitamente.
      Também passei um tempo meio off, enrolada com reforma, pedreiros e afins…
      Mas sempre bom poder falar contigo.
      Abraço apertado :*

  3. belle brandi 03/01/2015 às 10:35 #

    Oi mIss, adorei o post. Quero registrar que em uma das minhas viagens a Santiago, subi as cordilheiras em plena primavera e confesso que me frustrei um pouco. Na minha opniao, a subida so vale no inverno pois a paisagem é deslumbrante. Nas outras estacoes, quando nao houver neve, sugiro curtir a linda capital, e seus arredores.Tem muita dica lá no blog da nossa ultima trip por la: http://www.loucasporviagem.com.br. Abraco da sua conterrania

    • Anna Guimarães 05/01/2015 às 16:32 #

      Oi Belle!
      Tudo bem?
      Valeu pelo comentário. Obrigada.
      Sobre quando conhecer ou não a Cordilheira, acho essa uma questão muito particular. O ideal mesmo é não deixar de conhecer.
      Pode acontecer da pessoa ir ao Chile apenas uma vez e deixar de fazer este passeio em razão da estação seria muita maldade.
      Com ou sem neve, no verão ou no inverno, ela é sempre um deslumbre.
      Abraço

      • Valéria 14/01/2015 às 16:19 #

        Isso vai de cada um, Anna e Belle. Quem gosta de neve vai preferir no inverno, quem gosta de sol, no verão.
        Apenas acho que ir a Santiago e ver a Cordilheira apenas de longe, deixa o passeio pela metade.

      • Anna Guimarães 15/01/2015 às 10:59 #

        Oi Valéria!
        Obrigada pelo comentário.
        Concordo com você.
        Abraço,
        Anna

  4. Ione Aparecida MARÇAL Paz Landim 19/03/2015 às 10:06 #

    Cheguei ontem de Santiago e o melhor de toda a viagem foi subir a Vale Nevado pela Cordilheira…
    É simplesmente deslumbrante e indescritível a Cordilheira dos Andes e acho que ir a Santiago e não visitar a Cordilheira é o mesmo que ir a Roma e não ver o Papa.

    • Anna Guimarães 19/03/2015 às 13:29 #

      Verdade, Ione. Concordo com você.
      Ela tem uma coisa mágica que mexe com a gente (foi a sensação que tive)
      É uma paisagem inesquecível.

  5. Vanessa 30/03/2015 às 21:44 #

    Vc ainda tem o contato do guia? ou foi agência?

    • Anna Guimarães 31/03/2015 às 23:23 #

      Oi, Vanessa!
      Tudo bem?
      Então, como disse no post, fomos com um guia, muito bacana, mas acabei perdendo o contato dele 😦
      Qualquer outra dúvida, estou por aqui.
      Abraço,
      Anna

  6. paula 14/11/2016 às 00:12 #

    oieee, queria saber se para ir para o valle nevado precisa pagar alguma taxa e tals

    • Anna Guimarães 14/11/2016 às 23:34 #

      Oi Paula!
      Quando estivemos não pagamos nenhuma taxa.
      Mas para tirar suas dúvidas e ter informações atualizadas, dá uma olhada no site deles, que indicamos aí no final do post 😉
      Abraço,
      Anna

      • Ione 15/11/2016 às 09:06 #

        Não precisa pagar nada para i a Vale Nevado.
        Mas o passeio e se quiser ir ás montanhas também terá que pagar.
        Mesmo sem neve.
        Vale a pena.

      • Anna Guimarães 17/11/2016 às 10:24 #

        Obrigada, Ione
        Também acho que vale muito a pena.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: