Arquivo | PARIS RSS feed for this section

FAUCHON PARIS

12 jun

Paris nunca  economiza no quesito ‘sou puro glamour, ponto’ .

Passagem nas imediações da Praça Madeleine - PARISE  ela é assim mesmo, cheia de surpresas encantadoras, ali, do nada, dobrando a esquina ou na próxima praça.

Detalhes da Praça Madeleine - PARIS

Em mais uma esquina de uma outra praça, você se depara com todo o glamour da FAUCHON: uma loja chique de chocolates artesanais e outras 20 mil  iguarias. Um endereço célebre e tradicional, funcionando no mesmo local desde 1886. Um lugar para experimentar o que há de melhor na cozinha francesa ou  para lanchar tranquilamente após caminhar pelas ruas litográficas de Paris.

É tudo isso, sem  exagero, e ainda fico devendo alguns adjetivos.

Botões de rosa - Fauchon - PARIS

Em dois endereços, dividindo esquina no fundo da Igreja de la Madeleine, encontra-se essa  pâtisserie +  épicerie + boulangerie;  

Mais restaurante e café;

Fauchon - Praça Madeleine - PARISMais uma loja tipo supermercado para torrar seus euros em presentinhos cheios de charme suavemente salpicados com luxo.

Fauchon - Cave - Chocolats - Epicerie - PARIS

FAUCHO - PARIS

Retomando a localização, as duas lojas FAUCHON ficam na  Praça  Madeleine (Place de la Madeleine). Para chegar basta pegar o metrô e descer na Estação Madeleine (linha 12).  Confira no mapa abaixo e saiba como utilizar o metrô de Paris aqui.

Mapa Fauchon - PARIS

No centro da praça está a  Igreja La Madeleine:

Atrás da Igreja, especificamente no canto direito  na foto acima,  ficam as duas  lojas FAUCHON. Delicie-se!  É caro mas, até que o câmbio nos separe, não é impossível. Em meio a tantos itens, certamente algum caberá no seu orçamento.

FAUCHON - latinha de chocolates - PARISNo meu caso, disposta a me debruçar sobre a magia das éclairs parisienses e diante da diversidade atordoante e da dificuldade lingüística de ficar perguntando: “E esse aqui? É de que?”, escolhi aqueles que achei mais bonitos.

E para quem não pretende sair de lá de mãos vazias, as  latinhas da Fauchon, recheadas com qualquer uma de suas iguarias, são das mais deliciosas e simbólicas lembranças de Paris para trazer na mala. Devorado o conteúdo, a latinha fica para guardar açúcar com requinte e boas lembranças (sou dessas! rsrs) 😛

E, ainda no quesito ‘latinhas fofas’ ,  o foie gras Fauchon é uma ótima dica de presente para paladares mais refinados.

Confira as delícias e  preços da loja   aqui .

Site:  http://www.fauchon.com/

– Conheça a trajetória da Fauchon aqui, com fotos históricas de diferentes períodos do estabelecimento.

– Além do endereço tradicional em Paris, na Praça Madaleine, hoje há  unidades Fauchon espalhadas pelo mundo. Em Paris, você pode encontrar filiais nos Aeroportos Charles de Gaulle e Orly e na Gare du Nord, Terminal do Eurostar. Confira todos os endereços na França aqui.

– A melhor das notícias é que ainda que sua viagem seja por aqui mesmo, pela América do Sul,   é possível encontrar produtos Fauchon em Santiago do Chile, Uruguai e Paraguai. Confira os endereços aqui.

MAIS SOBRE PARIS? Leia também:

Guia Rápido do Louvre

Como utilizar o metrô de Paris

Roteiro fácil para a Sacré-Coeur

Como ir de Paris aos Jardins de Monet – Giverny

E, para evitar filas e aproveitar ao máximo seu tempo em Paris, que tal embarcar para a Cidade Luz já com os ingressos na mala? Confira algumas opções:

VERSAILLES DE ÔNIBUS

VERSAILLES DE TREM

INGRESSOS PARA O LOUVRE

City Tour + Cruzeiro + Almoço na Torre Eiffel

UM DIA EM  VERSAILLES e TRIANONS 

Ingressos para EURODISNEY

Todos os serviços e passeios em Paris disponíveis no TicketBar  aqui.

TicketBar é parceiro do MissCheck-in desde abril de 2015 😉

Onde ficar em Paris: nossa experiência no TIMHOTEL MONTMARTRE.

18 mar

Planejando a primeira viagem a Paris?

Sentindo-se encurralado por tanta informação, tipo noiva às vésperas do casamento?

Quanto mais você procura, quanto mais você pesquisa, mais indecisão vai acumulando no peito?

Sim! Quase todo mundo passa por isso.

PARIS - Trocadéro

Meses antes da viagem, eu estava nessa vibe louca de ‘noiva’ <mesmo sem nunca ter casado> olhando vários hotéis; passeando via google street view pelas ruas de alguns deles; olhando preços; localização; milhares de fotos e comentários de hóspedes. Mas nada do que tinha visto trazia a sensação que eu buscava… a de estar integrada àquele charme vintage do cotidiano de Paris.

Montmartre à noite - PARIS

De repente, no meio de tanta pesquisa, encontrei a foto de uma pracinha arborizada agraciada por uma fonte wallace. Vi a placa “Timhotel” entre as árvores. Aumentei  a  imagem, conferi a localização, joguei no Google e lá estava o resultado: TimHotel Montmartre – Praça Émile Goudeau, na Colina de Montmartre, 18º arrondissement.

Praça Émile Goudeau

Praça Émile Goudeau – Timhotel ao fundo – MONTMARTRE.PARIS

Sim! Várias pessoas me indicaram vários hotéis e várias coisas próximas aos ‘seus’ hotéis. Mas eu buscava uma experiência bem minha e ninguém havia me dito nada sobre o Timhotel Montmartre.

TIMHOTEL MONTMARTRE - PARIS

Sobre Montmartre, ouvia  que era longe, que era inseguro  e alguns ainda temperavam a informação com a citação de que era uma área de prostituição. No meu lúdico imaginário, entretanto, Montmartre era apenas o bairro de Amelie Poulain, le petit Nicolas, Picasso, Van Gogh e do Moulin Rouge. Por isso desembarquei, por conta e risco, no Timhotel. Ponto.

Cena de Amelie Poulain

Amelie Poulain

O que posso dizer, particularmente, sobre minha experiência: Montmartre é o lugar onde deixei meu coração em Paris. Essa é uma opinião muito pessoal? Sim, claro, mas é a única que tenho sobre o bairro e sobre o Timhotel Montmartre.

Vista de Montmartre - PARIS

O HOTEL

Veja! Eu não buscava um hotel luxuoso, um quarto super confortável ou um café da manhã de buffet quilométrico. Se essa é sua pretensão, esse não é um hotel pra você < talvez o Novotel Les Halles, por exemplo,  se encaixe melhor nos seus planos>

O Timhotel é muito simples – três estrelas, em um prédio antigo – os quartos são pequenos e os banheiros menores ainda.

Quarto de Casal - Timhotel Montmartre - PARIS

???????????????????????????????

Mas são limpos, com decoração suave e objetivamente confortáveis. Além disso, aconchegante, e particularmente agradável, após um dia inteiro de andanças pela cidade, descansar em uma daquelas janelinhas de Paris, como se morador fosse.

Janela TIMHOTEL MONTMARTRESobre as diárias,  não estão entre as mais baratas, mas, no geral, a Rede Timhotel oferece preços razoáveis e o Timhotel Montmartre, no conjunto, garante um ótimo custo-benefício. Chegando lá, de bônus, você vai notar que a localização é meio que… encantadora.

O café da manhã é bem resumido, o salão é pequeno, mas são oferecidos croissants e brioches e pãezinhos frescos e deliciosos, o básico perfeitinho de qualquer boulangerie.

???????????????????????????????

Talvez por esses comentários de que Montmartre não é seguro e tal e tal, o hotel não era muito frequentado por brasileiros. Os hóspedes, em sua maioria, eram europeus  < com aquela salada de frutas de idiomas e cabecinhas loirinhas em sóbrios pullovers  très chic. Por isso também, fique atento à diferença de comportamento. Terminada a refeição, todos os hóspedes, sem exceção, recolhem suas bandejas e depositam em um suporte no canto do salão. Se você não fizer o mesmo, corre o risco de levar um ‘carão’ da copeira. O Hélio, indisciplinado, levou  😛  >

???????????????????????????????

MONTMARTRE

Sobre se hospedar em Montmartre: se você aprecia História, Arte e também curte vivenciar o cotidiano das cidades que visita, creio que Montmartre é bem o seu lugar.

Montmartre

Em Montmartre Van Gogh viveu na Rua Lepic (com roteiro aqui) e de lá pintou sua vista. Picasso também morou por lá, nada mais, nada menos que no simplório prédio Bateau Lavoir, coladinho no Timhotel Montmartre, na simpática Praça Emile Goudeau.

Le Bateau Lavoir - Montmartre- PARISSaindo da praça pela escadaria na lateral do hotel, em uma curta linha reta você chega à Rua des Abbesses, onde está a Estação de metrô Abbesses, na Praça Abbesses, endereço do famoso muro do “Eu te amo!”.

Estação Abbesses – Montmartre

Por ali, diversas opções de cafés, pequenos bistrôs, sanduicherias, frutarias e lojinhas interessantes enchem as ruas.

Frutarias de Montmartre

???????????????????????????????

???????????????????????????????

???????????????????????????????

Tentamos variar pra conhecer um pouquinho de cada portinha da vizinhança e entre nossos preferidos ficou a Pizzaria La Pignatta, bem próxima a Praça Abbesses. Boa comida, ambiente agradável e preços atrativos.

???????????????????????????????

Seguindo pela Rua Abbesses, na direção oposta à estação de metrô, chega-se a Rua Lepic, também cheia de vida,  boa comida e lojas graciosas, inclusive o café onde, no filme, trabalhava Amelie Poulain. Veja como chegar ao Café aqui.

Café des deux moulins - Montmartre - PARIS

Há alguns passos da esquina da Rua Lepic com a Boulevard de Clichy, cintila há alguns séculos o Moulin Rouge, quase em frente à Estação de metrô Blanche (conheça esse roteiro aqui).

Moulin Rouge

Voltando tudo e de volta ao  Hotel, agora subindo a Praça Émile Goudeau, pela Rua Ravignan, em uma curta caminhada chega-se ao coração de Montmartre, em meio àquelas ruazinhas cheias de souvenires, cafés, pinturas, crepes e biscoitos. Pelas ruelas, envolvido na atmosfera do bairro, em cinco minutos você estará na icônica “Place du Tertre”, famosa por seus artistas de rua, com suas pinturas de rua e caricaturas a gosto do freguês.

???????????????????????????????

A Place du Tertre, por sua vez, está na lateral da imponente Sacré Coeur.

Esquina da Place du Tertre, na lateral da Sacré Coeur - Montmartre - PARIS

Esquina da Place du Tertre, na lateral da Sacré Coeur – Montmartre – PARIS

E se hospedar na Colina de Montmartre é isso! É ficar na vizinhança borbulhante e charmosa da Place du Tertre e estar pertinho da Sacré Coeur, sem  precisar se aventurar pelas escadarias lotadas que levam à Igreja (confira o roteiro de como chegar à Sacré Coeur sem escadas aqui).

Sacré Coeur - Montmartre - PARIS

Sobre a insegurança, posso garantir que a colina é sempre movimentada, cheia de turistas e locais que lotam as ruas, cafés e restaurantes do Bairro. Aos pés da escadaria, sempre rola aquele golpe chato da fitinha, o que, por sua vez, não torna a escadaria inviável, mas à noite, prefira chegar e sair de Montmartre por dentro da colina, tipo, da Estação Abbesses (ou Estação Pigalle).

Carrossel

Carrossel das Escadarias da Sacré Coeur.

Do outro lado da colina,  depois do Moulin Rouge, descendo a Boulevard Clichy, no sentido oposto à esquina com a Rua Lepic e Estação de metrô Blanche, há vários cabarés e sexy shops. De dia, são apenas vitrines mais ousadas e chamativas. À noite, você pode evitar esse trecho e se concentrar do Moulin Rouge pra cá (vindo em direção a Lepic). Assim vai notar que a noite de Montmartre  é mais segura e familiar que a noite de muitas cidades brasileiras. Confira as direções indicadas no mapa:

Mapa - Timhotel Montmartre

Sobre Montmartre ser longe… Certo… Pode ser um dos pontos turísticos mais afastados da cidade, mas Paris é uma cidade grande e seus pontos turísticos são bem espalhados. Provavelmente, qualquer lugar que você escolher será muito próximo de alguns pontos e distante de outros. Para todas as distâncias há um sistema de metrô que interliga toda a cidade e resolve de maneira eficiente sua questão de locomoção (confira como usar o metrô de Paris aqui).

mapa-metro-e-rer-paris

Mapa do Metrô e RER de PARIS

INFORMAÇÕES ÚTEIS

– Tomadas 110v, no padrão europeu. Certamente, você vai precisar de adaptador universal de tomadas (item indispensável na sua mala)

???????????????????????????????– O prédio do hotel, apesar de antigo, conta com elevador. O terraço  garante uma vista linda da colina e os quartos do último andar são mais caros, mas também têm vista privilegiada

– Wifi disponível nos quartos.

– Não tem estacionamento e não há como chegar de carro na ‘porta’ do hotel, pois, por um lado, o acesso à Praça  Émile Goudeau é por escadas e, no lado oposto à escadaria, o acesso de veículos se encerra no encontro da Rua Ravignan com a Praça.

Escadaria da Praça Émile Goudeau – Montmartre

– A Rede TIMHOTEL tem várias unidades espalhadas por Paris e os preços variam de acordo com a localização.

Mais sobre Paris e Montmartre: 

Paris de metrô

Roteiro fácil para a Sacré Coeur

Uma noite no Moulin Rouge

Biscuiterie de Montmartre

Tudo o que você vai encontrar em Montmartre no site www.montmartre-site.com

Desde abril de 2015 somos parceiros do TicketBar, site especializado na venda on-line de ingressos e passeios em várias cidades do mundo. Por lá você vai encontrar:

JANTAR MUSICAL EM MONTMARTRE

SHOW E JANTAR NO MOULIN ROUGE

INGRESSOS PARA O LOUVRE

VERSAILLES À NOITE

City Tour + Cruzeiro + Almoço na Torre Eiffel

– Todos os serviços e passeios oferecidos em Paris AQUI.

MOULIN ROUGE – A experiência da Rafaella :)

31 mar

30/03/2014| Hoje – que legal – a dica vem direto da Espanha, da leitora e agora web-amiga Rafaella Pinto. E pra começar, um clássico, o relato da Rafa sobre sua recente experiência no icônico Moulin Rouge  em Montmartre, Paris. Vamos lá?

Olá gente, me chamo Rafaella, casada, paraense, com casa em São Paulo e atualmente morando em Madrid. Conheci a Anna através do blog, trocamos umas ideias e hoje vim dar minha opinião sobre o Moulin Rouge, um dos passeios que fiz em Paris no último final de semana. 

Moulin Rouge

Bem, eu já tinha uma certa vontade de ir nesse lugar, pois assisti o filme Moulin Rouge (2001, com Nicole Kidman e Ewan McGregor) e me encantei. Pra quem não sabe, a casa é um famoso cabaret parisiense que abriu as portas em 1889, e nos remete à boemia parisiense do período da Belle Époque.

Moulin Rouge - Montmartre

Se não me engano, tem espetáculo todos os dias. Porém, aconselho que comprem o ingresso pela internet (http://www.moulinrouge.fr/reservations/index.html), pois fui segunda-feira passada, período de baixa temporada, e ainda assim estava lotado!

Moulin Rouge - Paris

Dica número 1: Cheguem um pouco cedo, os assentos não são enumerados e se chegarem em cima da hora vão colocá-los no pior lugar. Como eu fui cedo, sentei colada no palco, o que me possibilitou ver melhor o espetáculo (ainda que meu marido tenha olhado mais de perto ainda os seios das dançarinas que ficam no palco).

Dica número 2: Bem, pra quem tem muito piti ciúme e não aguenta a ideia do seu namorado/marido olhar o peito de outra mulher mesmo que seja num espetáculo, lá com certeza não é o seu lugar. As dançarinas ficam de seios expostos a maior parte do tempo (e elas não são feias!).

Dica número 3: Se você é o tipo de turista que tem muito dinheiro sobrando, o espetáculo dá a você a opção de ingressos com jantar, sem jantar ou com champagne/drinks (meia garrafa). O preço de todos é salgadíssimo: o mais barato é 99 euros (só entrada no espetáculo), e o mais caro 210 euros (jantar) (pasmem). É melhor não converter nem o mais barato… (valores de Março de 2014).

Dica número 4: Não ouse tirar fotos do espetáculo, é explicitamente proibido.

 

Como chegar lá? Bem, eu estava hospedada um pouco perto do Moulin Rouge e dei uma caminhada pra chegar lá, mas você tem a opção de ir de táxi ou metrô (a estação Blanche fica bem na frente). Só fique atento ao horário, pois o último espetáculo acaba mais de 1h da manhã, esse horário o metrô já está fechado. Também fui embora caminhando, pois não é sempre que podemos nos dar esse luxo de caminhar tranquilamente pela rua de madrugada, né? Outro agravante é que só fui caminhando porque não estava sozinha, estava com o meu marido.

Mapa Moulin Rouge - Paris

E no final das contas, valeu a pena? A resposta é SIM! Eu adorei o atendimento da casa, o espetáculo, tudo… é o tipo de programação noturna imperdível quando se está em Paris. Recomendadíssimo!!! Só não vou contar os detalhes do show pra não estragar a surpresa de vocês, né? 

Espero que eu tenha esclarecido algumas dúvidas e ajudado vocês!

 Beeeeeeijo!!!

Rafaella Pinto (texto e fotos)

– Continue passeando por Montmartre, região onde fica o Moulin Rouge, no  post Montmartre a pé.

– Para aprender a usar o metrô de Paris, leia também Paris de metrô.

– Site do Moulin Rouge www.moulinrouge.fr

– Site da loja oficial do Moulin Rouge www.moulinrougestore.com

Desde abril de 2015 somos parceiros do TicketBar. Você pode agilizar sua viagem e driblar filas através desse serviço em Paris e outras cidades pelo mundo. Por lá você vai encontrar:

SHOW E JANTAR NO MOULIN ROUGE

JANTAR MUSICAL EM MONTMARTRE

CRAZY HORSE SHOW

NOITE REAL EM VERSAILLES

City Tour + Cruzeiro + Almoço na Torre Eiffel

– Todos os serviços e passeios oferecidos em Paris aqui.

BAGAGES du MONDE – um lugar para guardar suas malas em PARIS

8 jul

A necessidade realmente ensina. E foi de uma necessidade descabelante que acabei descobrindo, via Conexão Paris, a solução do nosso volumoso problema: BAGAGES DU MONDE – um lugar seguro, em Paris,  para guardar suas malas enquanto bate perna pela Europa.

Quando decidimos ir a Londres, já havíamos comprado o aéreo chegando e partindo de Paris. A única certeza que tínhamos é que, após cinco dias em Paris, quatro baianos muambeiros <pausa para uma risadinha  sem graça> já estariam abarrotados de bagagem. Dito e certo:

Ocorre que viajar de trem com muitas malas não é legal. Subir, descer e arrastar as malas pelos vagões, além de arrumar um cantinho para toda sua muamba, não é algo assim tão confortável… Ainda mais quando estamos falando de 12 MALAS. Note os compartimentos para bagagem do Eurostar:

Daí surgiu a busca incansável por um lugar seguro para guardar nossas malas em Paris durante os três dias que passaríamos em Londres. Guarda-volumes da estação de trem, deixar no hotel, embarcar com elas (já que o Eurostar despacha bagagens)… Tudo isso, claro, passou pela minha cabeça, mas o BAGAGES DU MONDE, ao final, me pareceu o mais seguro e descolado, embora não seja um serviço dos mais baratos.

O serviço está instalado no Aeroporto Charles de Gaulle – no Nivel 4 do Terminal 2, onde também está a Estação de  Trens TGV (Gare TGV):

Terminal 2 – CDG

As malas são pesadas, etiquetadas e encaminhadas ao Raio-X, tal qual no check-in normal. Você recebe os tickets correspondentes por cada volume e assina um contrato de prestação de serviço.

O serviço é cobrado por diárias e por volume/mala (de até 32 Kg), de acordo com tabela* abaixo (valores de maio de 2012):

Nós deixamos cinco malas por três dias, o que, como mostra a tabela, nos custou 150 Euros. Caro, eu sei, mas conforto nunca foi barato e para quem, como eu, já perdeu toda sua bagagem em um país estranho (Venezuela), conforto e segurança valem esses Euros a menos na carteira.

COMO CHEGAR

Para levar as malas, fomos de táxi. Eu, que não entendo naaaaada de Charles de Gaulle, anotei  à risca a indicação do site (em francês, claro) e entreguei ao taxista.

Diante da informação, ele te deixará no ponto que aparece na foto abaixo (ao lado do Sheraton), onde, de cara, já tem um elevador (as escadas ficam ao lado do elevador):

Descendo até o Nível 4, ao sair do elevador verá o BAGAGES DU MONDE à sua frente:

Chegando de trem, você irá subir até o Nível 4 e facilmente também avistará a empresa (confira na f0t0):

Ocorre que, já no retorno, para pegar as malas, mais uma vez optamos pelo táxi. Entreguei o papelzinho ao taxista, mas ele, certamente novo no país, além de grosseiro e nada prestativo, não entendeu muito o que estava escrito em francês. Depois de muita luta em uma misturada de idiomas que criamos na hora <pausa para outra risadinha> berrei “Gare TGV”. Pronto! Com esse berro ele entendeu exatamente onde eu queria chegar.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

– Endereço:  Paris – Aeroporto Charles de Gaulle – Terminal 2 –  Estação TGV –  4º Piso.

– Horário: Todos os dias, das 6:00h às 21:30h.

– Sitehttp://www.bagagesdumonde.com

– Para usar o serviço é necessário apresentar o Passaporte.

– Eles também oferecem aluguel de roupas de inverno e trabalham com frete de bagagens/volumes e animais de estimação.

*As informações deste post, inclusive valores e horários, referem-se a Maio de 2012.

Biscuiterie de Montmartre – PARIS

23 jun

Montmartre sempre reserva boas surpresas. Um bairro cheio de vida e personalidade que anda com as próprias pernas, mais afastado do circuito turístico básico de Paris (embora ache básico conhecer Montmartre). Dentre tantas, aqui vai uma singela e confeitada razão para conhecer o bairro: A Biscuiterie de Montmartre.

Localizada na Rua Norvins, uma das mais movimentadas da colina, a sedutora lojinha  te recebe com biscoitos  sortidos e macarons coloridos.

Pelas prateleiras,  latas decorativas aguardam ansiosas por ter seu conteúdo preenchido pelas guloseimas da vitrine.

Balinhas, docinhos, tudo muito bonitinho, com aquele  “Q” charmoso de Montmartre, a colina dos moinhos.

Para os macarons, você escolhe a lata e seleciona os sabores que quiser. Para os biscoitos também.

Lata com 12 macarons sortidos – 20 Euros

Latas de Biscoistos

Na verdade, não fosse a consciência dietética que a indústria da beleza nos impõe e 0 precinho salgado,  você sairia de lá com sacolas cheias de gulodices.

Eu, por exemplo, me encantei com essas cerejinhas:

Cerejinhas – 3,25 Euros

Mas, para azar da gula, a aparência é infinitamente melhor que o sabor. Desaprovada essa.

Já os macarons ganham em tudo, inclusive na lata fofa que lhes serve de embalagem. E a latinha de biscoito, decorada com imagens de Montmartre, também tem o seu lugar… Notadamente, na minha bagagem, claro… rs rs… Não perco uma chance de me oferecer mais um presentinho 😉

Latinha de biscoito – pequena – 10 Euros

COMO CHEGAR

A Rue Norvins é uma das principais artérias de Montmartre. Ela liga a Rue Lepic à Place du Tertre, esta, por sua vez, lateral da Sacre Coeur.

 Vamos combinar que esse mapa acima ( e abaixo também), do google, não é dos melhores, mas dá pra ter uma noção.  Chegando de metrô, a estação mais próxima da Biscuiterie é a   LAMARCK CAULAINCOURT – Linha 12. Confirma no mapa (onde A=metrô e B=Biscuiterie)
 

 Mas você também pode descer na estação BLANCHE, que sai bem em frente ao Moulin Rouge, e seguir pela Rue Lepic até chegar na Norvins. Para tudo isso, é preciso estar com um bom mapa de Montmartre e enteder um pouco do bairro. A dica é dar uma pescada no nosso post Montmartre a pé.

RESUMINDO

Endereço: Rue Norvins, 16, a 50 metros da Place du Tertre.

Site: http://www.biscuiterie-montmartre-paris.com/

Horário de Funcionamento:  todos os dias, das 09:30 às 20:30h.

Telefone: +33 (0)1 42 52 50 37.

Metrô: mais próximos – Abbesses e Lamarck Caulaincourt/Todos que levam a Montmartre – Anvers, Pigalle, Blanche (a estação Barbès de Rochechouart fica num miolo esquisito, pouco indicado para turistas). Confira a localização das estações no mapa.

– Para entender Montmartre e saber como chegar, leia Montmartre a pé.

– Para mais dicas de compras e presentes em Paris, leia também Libraire Brentano’s e Fauchon Paris.

– Todas as informações deste post, inclusive preços e horários, referem-se a Maio de 2012.

Librairie Américaine Brentano’s – PARIS

8 jun

Caminhando por Paris, no acaso me deparei com essa charmosa livraria na Avenida L’Opera, próxima à praça da Opera Garnier:

A Librairie Américaine Brentano’s, como o próprio nome indica, tem o diferencial de vender livros em inglês e edições recém lançadas nos Estados Unidos.

Mas, embora adore livrarias, preciso confessar que, nesse caso específico, embora a proposta e o acervo sejam bastante tentadores, meu verdadeiro encantamento pelo lugar se deve à parte de papelaria e artigos de presentes.

Tudo que se vê dá vontade de levar ao caixa e empurrar no cartão. Caixas, artigos de decoração e muitas, mas  muitas opções para presente.

Os artigos de cozinha são um mimo e, não fosse a franquia de bagagem, até daria mesmo para sacrificar o cartão e encher a mala com as coisas lindas que você encontra na loja:

Nem os artigos pet ficaram de fora. Na foto abaixo, note os pratinhos e latas para ração no chão… Não tinha para gato 😦   (só por isso não levei!)

As caixas decoradas com motivos que remetem a Paris, na minha opinião, são as mais tentadoras, cheias de charme em design retrô.

Na primeira vez, em 2010, acabei levando uma caixa maleta – linda, diga-se de passagem – por 36 Euros:

Agora, em maio de 2012, adquiri uma capa para passaporte decorada com o mapa de metrô de Paris. 11 Euros:

LOCALIZAÇÃO

A Livraria, instalada no mesmo endereço desde sua fundação, em 1895,  fica no nº 37 da Avenida L’Opera.

Avenida L’Opera, por sua vez, é aquela que se inicia na praça da Opera Garnier e se estende até o cruzamento com a Rua Saint-Honoré, esquina do Hotel do Louvre, na altura exata do acesso ao museu pela Rua Rivoli. Confira no mapa (onde A= Av. L’Opera):

 Acredito que caminhar pela Avenida L’Opera, curtindo a arquitetura simétrica de seus prédios, é a melhor forma de chegar à Livraria, mas, caso queira chegar de metrô, a estação mais próxima é Pyramides.

Tomando como referência a  foto abaixo, onde aparece a Opera Garnier (o imponente prédio de cúpula esverdeada, que eu insisto em chamar de Academia de Música), estando de costas para a Opera, caminhando em direção ao Louvre, a Livraria fica no lado direito da Avenida.

A esquina que aparece  à esquerda da tela é o endereço do elegante e disputado Café de la Paix (vale a pena sentar e experimentar qualquer dos itens refinados de seu cardápio).

A Livraria Brentano’s está localizada no terceiro quarteirão após a Opera Garnier, no trecho entre as Ruas d’Antin e Danielle Casanova (clique no mapa para ampliar):

Vale tomar nota que Rua d’Antin, nº 09,  é o endereço fictício de Marguerite Gautier, a protoganista do célebre romance “A Dama das Camélias” de Alexandre Dumas Filho.

DICA DE CAMINHADA

– Uma possibilidade interessante e objetiva para caminhar por essa região é começar pela Galeria Lafayette, atrás da Praça da Opera Garnier. Saindo da Galeria, siga pela Avenida L’Opera sentido Louvre. Antes da Rivoli, à direita você pode aproveitar para visitar o Palais Royal e de lá, atravessando a Rivoli, seguir para o Louvre. Confira o percurso no mapa:

RESUMO DA ÓPERA

O QUE: Librairie Américaine Brentano’s (Livraria Americana Brentano’s)

ONDE: Avenida L’Opera, nº 37, Paris.

QUANDO: Segunda a sábado, das 09:30h às 20:30h.

DE QUE: Metrô Pyramides (linha 14)

PERTO DE QUE: Praça da Ópera Garnier; Café de la Paix; Starbucks da L’Opera (do outro lado da avenida).

E MAIS: A Av. L’Opera é ótima para compras, repleta de lojas bacanas  a preços possíveis. Em 2010, o Hélio comprou um casaco Armani (belíssimo)  por surpreendentes 140 Euros.

PARIS de METRÔ – rápido e fácil.

27 maio

Andar de metrô por Paris pode ser uma forma rápida e prática de cortar a cidade, além de, entre outras coisas, fazer com que você se sinta um local, cruzando a cidade de metrô com toda classe e desprendimento de um parisiense… eheheh 😉

À primeira vista, o mapa das linhas de metrô e RER de Paris pode causar uma agoniazinha. Mas, chegando lá, você vai notar que não tem nenhum bicho de sete cabeças. Mantenha a calma, siga o mapa e as indicações espalhadas pelas estações.

QUE BILHETE COMPRAR?

– Para quem permanecerá apenas alguns dias na cidade (menos de uma semana),  acredito que as melhores opções estão entre: a cartela de 10 bilhetes, o Paris Visite ou o Mobilis. Confira todas as possibilidades de bilhetes aqui.

– O cartão NAVIGO é uma opção interessante para quem vai ficar mais de uma semana e é preciso foto 3×4 para emitir o cartão.

– O bilhete unitário – ticket t+ – custa € 1,70. Comprando a cartela com 10 bilhetes, o valor cai para € 1,25.  Cada bilhete unitário é válido para uma única viagem no metrô, ônibus, RER (Zona 1), bondes e funicular de Montmartre.

– O MOBILIS se aproxima do Paris Visite. É melhor que o Paris Visite porque permite que você selecione o número de zonas de acordo com suas necessidades (confira a distribuição das zonas aqui). A desvantagem é que não cobre o deslocamento para o Aeroporto CDG . Confira as condições do MOBILIS aqui e aqui e, de acordo com suas pretensões, veja qual dos dois bilhetes atende melhor as suas necessidades.

– O PARIS VISITE  é um bilhete único que vale por 1, 2, 3 ou 5 dias consecutivos, dando acesso ilimitado aos transportes citados acima dentro do prazo de sua validade.

A escolha dependerá da sua necessidade e das suas pretensões. Os valores são definidos pelo número de dias (jours) escolhido e pelo número de zonas:

1ª Observação  – Para passear por Paris, o bilhete de até 3 zonas atende perfeitamente suas necessidades (nesse caso, vale conferir se o Mobilis não é mais interessante). O bilhete de  5 zonas inclui os aeroportos, Versailles e Eurodisney. Confira no mapa (disponível no site oficial dos transportes de Paris http://www.ratp.fr):

Mapa - Zonas - ParisVisit

Zonas – ParisVisit – Disponível em http://www.ratp.fr

2ª Observação –  Os bilhetes começam a contar do primeiro dia de utilização e não do dia da compra.

3ª Observação – Uma vez utilizado, seu bilhete PARIS VISITE será válido por dia e não por 24h. Isso faz bastante diferença para o Paris Visite de 1 dia.

COMPRANDO O BILHETE

Nas estações de metrô  você vai ter que comprar seu bilhete nas máquinas. Os balcões com atendentes são apenas para informação, pelo menos na maioria das estações da cidade. Manusear a máquina é simples, o menu é intuitivo, mas um passo a passo sempre cai bem. 😉

1º PASSO Ao chegar em qualquer estação de metrô, você logo verá as máquinas:

As máquinas sinalizadas com a cor azul aceitam moedas e as sinalizadas com a cor laranja (ou quase laranja), além de moedas, também aceitam cédulas. As duas aceitam cartões.

2º PASSO – Escolhida a máquina da sua forma de pagamento,  close na  tela:

A indicação em francês, grifada em azul marinho no centro da tela, pede para que você role a barra para selecionar a opção desejada.

 Explicação 1 – a barra metálica, logo abaixo do monitor,  te direciona para as opções. Role sempre a barra até a opção desejada.

Explicação 2 – Os botões, ao lado da barra metálica, concluem a seleção  validando – botão verde –  ou anulando – botão vermelho –  o item selecionado.

Explicação 3 –  Na tela, a opção de comprar bilhetes está acima e, abaixo, cartão Navigo. Para comprar bilhetes, role a barra metálica para cima e clique no botão verde:

Nota: achater é compra/comprar. Então, a opção que você selecionou dizia: compra de bilhetes/comprar bilhetes.

3º PASSO  Ao validar a opção “compra de bilhetes”, irá aparecer esta segunda tela:

Nela, você irá definir o que quer comprar: – Bilhetes à unidade – Carnê de 10 bilhetes (onde cada bilhete sai por €1,25) – Carnê de 10 bilhetes com desconto para crianças – Outros bilhetes – Billets Ile-de-France, RAPT, SNCF

1ª Observação  – neste ponto, para comprar um, dois ou mais bilhetes, você irá selecionar a primeira opção. No nosso caso, queríamos o PARIS VISITE, assim, escolhemos a última opção – Billets Ile-de-France, RAPT, SNCF.

2ª Observação – note que, logo abaixo da última opção, há um ícone para escolha do idioma. Você pode rolar a barra até lá, clicar no botão verde e então selecionar o idioma de sua preferência. Eu, que queria me sentir “nativa” … kkkkk… Preferi seguir na ousadia de fazer tudo em francês.

4º PASSO Ao selecionar a opção Billets Ile-de-France, RAPT, SNCF, esta será a próxima tela:

  Para chegar no item PARIS VISITE, você dever ir rolando a barra para baixo e outras opções irão aparecendo até chegar no item desejado:

Role um pouco mais para ver todas as opções dos PARIS VISITE  – 1,2,3 ou 5 dias:

Selecione o bilhete de acordo com a quantidade de dias que pretende e clique no verde. A próxima tela irá perguntar o número de zonas que você deseja, 3 ou 5. (distribuição das zonas aqui):

Selecione a opção desejada e, após clicar no verde, a tela seguinte te pergunta se a tarifa é normal (adulto) –  Plein Tarif,  ou reduzida (para crianças) – Enfant. Selecione a opção desejada (no nosso caso, todas para adultos) e, como sempre, para validar, clique no botão verde:

Na tela seguinte, você irá definir quantos Bilhetes PARIS VISITE vai comprar (no nosso caso, quatro):

Na sequência, a próxima tela te pergunta um “tralálá”, ao qual  você apenas responde “não” –  NON:

E, finalizando, aparecerá a última tela do processo de compra, onde é informado o valor a pagar e as opções de pagamento (moedas, cédulas ou cartão):

Para definir o modo de pagamento, não é necessário selecionar nada, apenas insira o valor devido no compartimento indicado para cada modalidade de pagamento –  cédulas, moedas ou cartão:

Os bilhetes e o troco, se houver, cairão no compartimento logo abaixo do monitor:

Para ter acesso ao metrô, você irá inserir seu bilhete na catraca e aguardar que ele seja devolvido, quando então será liberada sua entrada:

Se quiser, após comprar o PARIS VISITE, solicite seu guia e o porta-bilhete no balcão de informações:

O guia é útil e contém informações acerca dos parceiros do PARIS VISITE que oferecem descontos para seus usuários. É o caso do Arco do Triunfo, onde os usuários do PARIS VISITE têm 20% desconto no valor da entrada:

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

– Vale lembrar que o Bilhete individual e o PARIS VISITE não são válidos apenas para o metrô. Eles também valem para ônibus, bondes e para as linhas de RER (que é praticamente o metrô), observando sempre os números de zonas que você escolheu, sobretudo para RER que, no caso dos Aeroportos e de Versailles , é necessário ter adquirido o ticket para  5 zonas. O bilhete também é válido para o funicular de Montmartre. – Bilhetes individuais para os Aeroportos também podem ser comprados nas máquinas, na mesma opção onde está o Paris Visite – Billets Ile-de-France, RAPT, SNCF – no 3º passo.

– Antes de optar pelo PARIS VISITE, verifique seu planejamento de viagem. Caso sua necessidade de metrô, ou outro transporte atendido pelo programa, não necessite de muitas viagens, a cartela com 10 bilhetes, onde o valor unitário de cada bilhete cai de € 1,70 para € 1,25, pode ser uma opção mais interessante.

– Nas duas vezes que estive em Paris, não conheci o MOBILIS. Hoje, analisando friamente, acho que o MOBILIS ou a cartela de 10 bilhetes, por exemplo, sairiam mais em conta para cobrir nossa cota diária de deslocamentos pela cidade. No mesmo passo a passo mostrado acima você chega nessa opção 😉

– Mesmo que tenha comprado o bilhete individual para uma única viagem, guarde-o até sair da estação, pois ele pode ser solicitado a qualquer tempo pelos fiscais do metrô, bem como ser necessário para sair da estação em alguns casos, como acontece em algumas plataformas do RER.

– Como há inúmeras linhas de metrô atendendo a capital francesa, dê uma pesquisada no mapa e procure sempre a estação de metrô mais próxima do seu destino sem necessidade de trocar muitas linhas. Por exemplo, a estação mais próxima de Notre Dame é Saint Michel de Notre Dame, na Linha B (azul) do RER, mas caso você esteja na Linha 1 (amarela) do Metrô, por exemplo, pode descer na estação Hôtel de Ville e, em uma curta caminhada, chegará à Igreja, sem precisar ficar trocando de linhas, deixando de curtir a bela vista que a superfície oferece.

– Apesar do metrô ser uma excelente opção de transporte, vale reforçar que Paris é uma cidade linda, que pede boas e longas caminhadas por suas ruas históricas e jardins românticos. Use o metrô somente quando necessário.

– Todas as informações constantes neste post, inclusive valores, referem-se a Maio de 2012.

LINKS ÚTEIS

Guia do Metrô de Paris (francês e inglês)

Compra on-line de bilhetes.

–  PLAN METRO – Mapa Oficial da Ratp.fr

Mapa Interativo – indique a estação de partida e a de chegada. O site fornece informações como tempo, distância e um mapa com o percurso percorrido.

Se você é mais agoniado e prefere viajar com tudo previamente organizado,  agilizar sua viagem comprando ingressos e passeios on-line  é uma boa dica 😉

VERSAILLES DE ÔNIBUS

VERSAILLES DE TREM

INGRESSOS PARA O LOUVRE

UM DIA EM  VERSAILLES e TRIANONS 

Ingressos para EURODISNEY

City Tour + Cruzeiro + Almoço na Torre Eiffel

– Todos os serviços e passeios disponíveis no TicketBar em Paris aqui.

TicketBar é parceiro do MissCheck-in desde abril de 2015 😉

MAIS DICAS SOBRE PARIS? Leia também:

Guia Rápido do Louvre

Roteiro fácil para a Sacré-Coeur

Como ir de Paris aos Jardins de Monet – Giverny