Arquivo | 7.MISS AMIGOS RSS feed for this section

Lambe-sujos X Caboclinhos: a tradicional batalha folclórica de Laranjeiras/SE.

16 out

O querido amigo, o jornalista Léo (Leonardo) Barreto está de volta ao “Miss”. Mais uma vez, com uma deliciosa história de Laranjeiras, município histórico, fundado em 1605, a aproximadamente 20 quilômetros de Aracaju. Há mais de cem anos, acontece na cidade a festa de Lambe-sujos e Caboclinhos, considerada uma das maiores manifestações culturais do Brasil. Uma vez por ano, no segundo domingo de outubro, o cortejo invade as ruas do pequeno município. O Léo esteve lá, na edição 2016 da festa, e veio contar pra gente  😉

Texto e fotos – Leonardo Barreto

________________________________________________

De volta ao reduto sergipano de manifestações  culturais, agora para participar  de umas das maiores festas do município  de Laranjeiras. Marcado por ter  a maior população  negra de Sergipe, Laranjeiras também  é conhecida por manter viva as tradições  do período  colonial, levando de geração  a geração  a cultura de um povo por muitos anos foi marcado pela escravidão.

lambe-sujos-laranjeiras-blogmisscheck-in

Seja no início, no meio ou no final do ano, as ruas históricas de laranjeiras têm sempre espaço para os cortejos folclóricos. No segundo domingo  de outubro quem dá cor à cidade é a manifestação  dos lambe-sujos e caboclinhos.

cortejo-larajeiras-lambesujos-caboclinhos-blogmisscheck-in

Seguindo  a tradição, a cidade é tomada por homens, mulheres e crianças, que se dividem em dois grupos: o dos lambe-sujos, representando os negros, e o dos caboclinhos, representando os índios.  O Cortejo retoma de forma lúdica as batalhas entre negros quilombolas e índios domesticados  pelos senhores de engenho  da época  do Brasil colonial.

cortejofolclorico-laranjeiras-blogmisscheck-in

A batalha é uma representação das investidas dos índios nos quilombos, a mando dos capitães-do-mato dos engenhos, aproveitando o fato dos indígenas conhecerem melhor a região. O objetivo era derrotar e aprisionar os negros escravos fugidos. Mostrando como era a luta do negro pela sua liberdade, acontece durante a festa o sequestro da rainha dos caboclinhos, o que motiva os combates.

caboclinho-blogmisscheck-in

A festa começa com uma alvorada às 4h da manhã e segue por todo o dia. O ponto alto é no final da tarde, com o enfrentamento dos grupos em que um vence o primeiro combate e o outro vence o segundo. Nessa brincadeira, quem sai ganhando mesmo é a cultura do nosso povo, que permanece viva atravessando os séculos.

larajeiras-caboclinhos-blogmisscheck-in

Pra ter acesso a toda essa riqueza cultural, é fácil, Laranjeiras fica distante da capital, Aracaju, apenas 24 km.

DE CARRO| Basta seguir pela BR-101 Norte, sentido Maceió, até o viaduto de acesso ao município.

DE ÔNIBUS| Há horários regulares, diariamente,  em micro-ônibus, partindo tanto da Rodoviária Velha de Aracaju, no centro da cidade, como da Rodoviária Nova, na Av. Tancredo Neves, ao lado do HUSE (Hospital de Urgência de Sergipe), na saída da cidade.

MAIS SOBRE LARANJEIRAS?

– Conheça o primeiro post do Léo sobre a cidade aqui.

– Almoço na roça, embaixo da Mangueiras, no Povoado Cedro, em Laranjeiras, no post sobre o Chiozinho, Rei do Pirão.

– Todas nossas dicas de Aracaju e Sergipe em Aracaju post a post.

– CONHEÇA NOSSO INSTAGRAM – @misscheck     você vai encontrar fácil nossas dicas de Aracaju, Sergipe e Alagoas nas hashtags:

#aracajunomiss

#sergipenomiss

IBIS BUDGET ARACAJU – a experiência do Caju

31 maio
Sim! Eu tenho um amigo chamado Caju ( Pedro Cajueiro para os desavisados). E ele é redator. E é um querido. E eu exploro meus amigos e peço que eles façam posts quando se hospedam em Aracaju. E costumo insistir até conseguir minha matéria… rsrsrs. Chata ou não, está aí o resultado: o relato do Caju sobre sua passagem pelo Ibis Budget,  em março de 2015 😉
______________________
Inaugurado em dezembro na capital Sergipana, a proposta do Ibis Budget é ser um local para descansar. O check-in deve ser feito a partir de 16:00 e o check-out às 12:00, achei tarde o check-in.
Ibis Budget ARACAJU
De fora o Hotel é até simpático, mas percebe-se que segue a lógica arquitetônica de tudo hoje, com placas revestindo toda a fachada. Também senti falta de árvores em toda a calçada, deixando o ambiente muito cinza e árido, nem parece que fica tão perto da orla.
Hotel Ibis Budget ARACAJU
Ao entrar, damos de cara com um balcão com duas atendentes e uma fila que nos separa delas. Pensei “fila?”, estou me sentindo na Subway. Foi aí que percebi ter encontrado a melhor definição para o Ibis Budget: a Subway dos hotéis. É simples, igual em todo lugar, mas dá pra encarar se você tiver consciência do que está consumindo. Tem gente que vai dizer que é besteira, que adora o Subway, mas sabemos que a lanchonete não é lá nenhuma maravilha do universo.
Recepção - Ibis Budget -Aracaju

Check-in lento – quando cheguei havia duas filas, uma pra cada caixa, cada uma com umas 6 pessoas

Esperando minha vez de ser atendido no caixa, vi um casal ser atendido e subir o elevador. Logo em seguida fui atendido e percebi que o lance é um hotel expresso mesmo. Você paga antes e consome depois. E aí volta o homem (do casal que tinha subido) perguntando se existia alguma forma de terem o dinheiro de volta, porque a mulher dele não gostou do quarto. O que ela esperava? Um Copacabana Palace por 94 a diária? Tsc, tsc.
Depois de pagar a conta (hotel pré-pago), subimos pro quarto pra deixar a bagagem. Ainda no corredor, o hotel cheira a cola e o acabamento é daqueles feito às pressas, barato. Claro que o cheiro de cola um dia vai sair, mas se já tinham alguns meses de inaugurado, fico imaginando como estava em dezembro.
IBIS BUDGET - Aracaju - Corredor

O corredor do hotel, com revestimento do teto em PVC.

Ibis Budget - detalhes do corredor - Aracaju

Detalhe do revestimento do teto, aquele mais barato possível.

O elevador estava com portas sujas e ainda com plásticos revestindo, só que rasgados, deixando um aspecto desleixado.
Ibis Budget - Elevadores -  Aracaju
Até a placa de numeração do quarto te dá uma dica sobre a pretensão do Hotel (ou a falta dela), com uma fonte muito informal, beirando o infantil.
Hotel Ibis Budget - AJU.SE
O quarto é bem simpático e confortável. Ponto.
Ibis Budget - ARACAJU - Quarto
O festival de acabamentos ruins continua aqui, mas é só lembrar dos 94 reais para aceitar com tranquilidade o produto entregue. De qualquer forma, algumas coisas só serão percebidas se vistas de perto.
Ibis Budget - Aracaju - fechadura com problemas

Porta do sanitário não fechava.

Ibis Budget - banheiro - Aracaju

Detalhe do acabamento do chuveiro.

Ar-condicionado - IBIS BUDGET - Aracaju

Acabamento do teto do quarto, bem cafona.

A ida a Aracaju estava atrelada a um casamento. Voltamos da festa tarde, umas 3 da matina. E fomos tomar banho. Depois de abrir o chuveiro não conseguimos fechar mais. A água caía forte e sem parar. A torneira estava frouxa, solta e o jeito era ligar para pedir ajuda. Só que no quarto não tem telefone (tampouco frigobar, tivemos que comprar água na lojinha antes de subir pro quarto, R$ 5 = 1,5 l). Então tive que colocar uma roupa correndo e ir até o corredor, em frente aos elevadores pra pedir que mandassem alguém pra fechar a torneira. foram mais de 10 minutos esperando e esvaziando o tanque do hotel. Eu já imaginava todo mundo acordando no outro dia sem água pra tomar banho. A ajuda chegou e me disse: é, realmente não dá pra fechar a torneira. Hahahahahaha. Eu já tinha percebido isso. “Teremos que mudar os senhores de quarto”. E ele foi atrás do registro da água, que não fica no quarto. Depois de mais uns minutos a cachoeira parou.
Mudamos de quarto, este com beliche (o da foto) e porta do sanitário que não fechava. Mas tudo correu bem até a hora de ir embora.
Esperando no hall do Hotel um casal, fiz mais algumas fotos pra mostrar a decoração e alguns detalhes que dão ar de desleixo também na entrada. Depois foi só depositar a chave numa urna e ir embora sem precisar dar mais qualquer satisfação. Dá pra voltar, como se volta em uma Subway, sem pretensão.
 Ibis Budget  - ARACAJU - Lounge
______________________________
Apesar dos pesares, para quem procura uma sugestão econômica de hospedagem, o Ibis Budget é uma opção barata em ótima localização.
Mapa Ibis Budget - Aracaju
Logo atrás do Celi Hotel, na Av. Oceânica ( que, diferente do que você imaginou, não ‘beira o oceano’). Trata-se de uma via logo atrás da Av. Santos Dumont/SE-100 (que, embora caísse como uma luva no endereço do aeroporto é, na verdade,  a legítima  avenida ‘beira mar’ de Aracaju).
Fica o nosso agradecimento ao amigo Caju, que em meio a sua vida louca de jobs e briefings, arrumou um tempinho para nos enviar esse texto exclusivo… Ah-Ra… E eu nem enchi tanto o saco dele assim 😛

 

ZAGREB – CROÁCIA por Marilda Uchoa

11 maio

Não esperava que assim, de repente, iria acabar abrindo a categoria ‘Croácia’ aqui no Miss. O presente veio da amiga Marilda Uchoa, que me trouxe essa delícia de lugar através do seu relato, com texto e fotos. Preciso dizer que adoooooro? Ela me prometeu uma série de textos, contando cidade a cidade sua recente passagem pela Croácia e Bósnia em abril de 2014. Aguardo ansiosa. Hoje começamos por Zagreb. Vou parando de tagarelar por aqui e agora sigam com o texto que a Marilda fez pra nós 😉

Mapa Croácia

Mapa disponível em http://pessoas.hsw.uol.com.br

Após 25 horas de viagem e uma mala desaparecida, chegamos a Zagreb, capital da Croácia. Apesar da primavera ter chegado há 3 semanas, o frio de 9°C e os ventos cortantes faziam qualquer brasileiro jurar que estávamos no inverno. Por esse motivo, é recomendável checar as condições do clima da época em que se deseja viajar. Soubemos com os locais que nos últimos dois anos nevou no mês de maio! E apesar de não termos tido o prazer de presenciar neve, a indesejada chuva se fez bastante presente.

Igreja de São Marcos - Zagreb - Croácia

Zagreb – ao fundo, Igreja de São Marcos com seu telhado particular.

                Alugamos um carro ainda no Brasil e já saímos do aeroporto com o mesmo. GPS a postos, tranquilamente chegamos ao hotel bem centralizado. As vias são novas, bem sinalizadas e o tráfego tranquilo. DICA 01: É necessário apresentar uma carteira internacional de habilitação para se locar um carro na Croácia. Além disso, o cartão de crédito a ser apresentado na locadora para caução, deve ser da própria titularidade do motorista. Há cobrança de pedágios nas estradas, mas estes não são caros.

                Apesar de já fazer parte da União Europeia, a Croácia ainda não adotou o Euro como sua moeda. Esta se chama Kuna e vale aproximadamente R$ 0,50. Com US$1,00 dólar compra-se 5,00 Kunas, o que faz com que os preços praticados com o turismo no país não sejam nada exorbitantes.

Zagreb - Croácia

                Confirmamos in loco a impressão que tivemos ao pesquisar Zagreb ainda no Brasil. Pouco a ver e fazer. Chegamos à noite e ao sair para jantar – do hotel fizemos todo o centro e pontos turísticos a pé – percebemos que o vento congelante mantinha os moradores dentro de suas casas e tornava a cidade meio fantasma.

Jardins de Zagreb - Croácia

                A Catedral, o Mercado Central e a Igreja de São Marcos – com seu telhado pitoresco nas cores da bandeira croata – são as principais atrações.

Mercado Central - Zagreb - Croácia

Mercado Central – Zagreb – Croácia

Além disso, vale caminhar por entre as ruelas próximas ao mercado com várias opções de bares e restaurantes. O que deve ser bastante agradável com sol e clima mais ameno.

ZAGREB - Post Croácia

Rua Tkalciceva, cheia de bares e restaurantes – Zagreb.Croácia

Zagreb é uma cidade muito ampla e arborizada e o que lhe falta em pontos turísticos sobra em lindos e amplos jardins que nos convidam para passeios a pé, leituras em seus bancos ou pic-nics. Todavia, ficamos apenas um dia inteiro e acreditamos ter sido o suficiente.

Igreja de São Marcos

Lindo 😉

Para continuar passeando pela Croácia, leia também o relato da Marilda sobre DUBROVNIK.

 

 

Dicas de compras em NY por quem entende de desconto.

1 fev

“Dicas de compra em Nova York”  nos foi enviado por  uma galera que realmente entende de compras em conta. Nada menos que o pessoal do Dsconto.com. Preparados? 

Que a cidade de Nova York é o paraíso das compras, todo mundo já sabe. Mas você sabe onde encontrar as melhores ofertas na cidade?

Nova York é uma das cidades mais famosas em todo o mundo. Conhecida como “a cidade que nunca dorme”. Suas ruas são repletas de lojas, shoppings e centros de compras em que os turistas poderão desfrutar de milhares de produtos a preços atraentes, bem como promoções, liquidações e diversos outros tipos de ofertas de produtos para todos os gostos e necessidades.

Uma boa dica de compras em Nova York são as lojas conhecidas como “Outlets”. Essas lojas são conhecidas por venderem produtos de marcas famosas a preços bastante reduzidos. Assim, você poderá encontrar roupas, sapatos, relógios e acessórios em geral com promoções imperdíveis.

Em geral, essas lojas ficam localizadas em pontos específicos, dentro do estado de Nova York. Um dos principais pontos de outlets na região é o Jersey Gardens, localizado em Elisabeth, em New Jersey, a 40 minutos de carro de Manhattan. O local reúne dezenas de lojas que vendem produtos de marcas famosas com preços imperdíveis.

Jersey Gardens (imagem disponível em isabellaardente.blogspot.com)

Outra dica interessante de compras em Nova York são as “megastores”, que são lojas gigantescas que vendem produtos específicos como roupas, produtos de fotografia e muitos outros ou vendem todo tipo de artigo.

Uma das lojas desse ramo mais conhecidas é a Macy’s. Localizada na 712 5th Ave. entre 55th e 56th St., a loja é uma das maiores da região, chegando a ocupar um quarteirão inteiro com produtos de marcas famosas como roupas, sapatos, eletrônicos, malas de viagem e muito mais!

Macy's New York (imagem disponível em blogdacomunicacao.com)

Se você gostou dessas dicas, não perca tempo e garanta já a sua passagem para Nova York visitando a loja virtual TAM no portal Dsconto, clique aqui e aproveite! O Dsconto é uma plataforma de compra online em que você pode encontrar diversas lojas virtuais, ofertas, cupons de desconto exclusivos até dicas de compras e novidades, tudo em um só lugar! 😉

BLOSCARS DE VIAGEM 2013 – SKYSCANNER

18 jan

Essa semana fomos presenteados com essa surpresa: a indicação do Miss ao Bloscars de Viagens 2013, promovido pelo Skyscanner.

Bloscars 2013 - Skyscanner

Estamos concorrendo na categoria Melhor Blogueira de Viagem (pense na pressão) e, apesar de sempre me esquivar de qualquer tipo de concurso, foi muito gratificante estar entre os escolhidos.

Bloscars de Viagens 2013

Agora que estamos na chuva,  queremos encharcar a mochila e, por conta disso, pela primeira vez estamos soltos pela net, batendo nas portas, pedindo votos. Contamos contigo nessa hora, certo? Vai lá  rapidinho, vota e volta.

Para dar seu voto, clique aqui.

Se você ainda não conhece o Skyscanner,  conheça o site aqui. Pode ajudar muito no planejamento da sua viagem 😉

Dicas Culturais de São Paulo – por Isadora Calil

28 out

 Todo esse tempo falando de viagens, cantos e lugares e, até então, nenhuma citação sobre São Paulo. É! Estamos em falta e, por isso, quando a Isadora Calil, redatora do nosso parceiro Skyscanner, decidiu escrever um post sobre Sampa, recebemos a proposta como um presente.  Confiram as dicas da Isadora:

Viagens, sejam elas internacionais ou domésticas, sempre demandam planejamento. Não importa se estamos viajando a trabalho ou lazer, é preciso organizar tudo: comprar as passagens aéreas – de preferência, usando ferramentas que agilizem a busca de aeroportos, horários e preços, como a oferecida pela Skyscanner-, hospedagem e, claro, lugares para conhecer no destino.

Se os dois primeiros itens são rapidamente ticados pelo viajante, o último pode ser uma tarefa compartilhada e até mesmo divertida (a existência de blogs como o Miss Check-in é a prova disso).

Caso o seu próximo destino de viagem seja a cidade de São Paulo, que tal conhecer duas dicas culturais de um dos bairros  mais tradicionais da capital paulista?

Conhecendo a Vila Mariana

Parte integrante da lista de regiões que compõem o centro expandido de São Paulo, a Vila Mariana é normalmente associada a uma imagem de bairro residencial tranquilo.

Muito do apelo dela para se viver e conhecer vem da localização privilegiada e acesso fácil a diversos pontos importantes da capital – a Avenida Paulista, o Aeroporto de Congonhas e o centro.

Circundada por várias vias importantes da cidade, destaque à Avenida 23 de Maio, a Vila Mariana também oferece facilidades como três estações de metrô (Ana Rosa, Vila Mariana e Santa Cruz) e linhas de ônibus que a ligam ao resto da cidade.

Agora que vocês já sabem chegar, deve estar se perguntado por quê exatamente se deslocar até lá.

Abaixo, listo dois dos endereços mais importantes do mapa cultural da Vila Mariana e, também, da cidade de São Paulo.

Museu Lasar Segall

Para quem é amante de artes plásticas, nada como uma visita ao Museu Lasar Segall. Construído na antiga residência do pintor  e escultor lituano, o museu conta com um acervo fixo, em que estão expostos quadros e esculturas das diversas fases do artistas; um espaço para exposições sazonais; e uma sala dedicada a contar a vida de Jenny Klabin Segall, esposa do artista e idealizadora do museu.

Mais do que um lugar para se entrar em contato com as obras de Segall, o museu é também um espaço de convivência.  Lá você encontrará um agradável café; duas salas de cinema; uma biblioteca especializada em dramaturgia e audiovisual; além de oficinas voltadas a ações educativas.

Cinemateca Brasileira

Outro endereço icônico do bairro é a Cinemateca Brasileira. Funcionando desde 1992 no prédio que antigamente abrigava o Matadouro Municipal, a Cinemateca é destino certo para os amantes de cinema.

O compromisso da instituição é o de preservar e difundir a memória audiovisual do Brasil, mantendo no acervo imagens produzidas desde 1895 até os dias de hoje.

A Cinemateca está sempre de portas abertas ao publico trazendo discussões, sessões de filmes raros e  abrigando nas salas dela parte da programação da Mostra Internacional de São Paulo, que, neste ano, acontece dos dias 19 de Outubro a 1 de Novembro.

 

Interessado? Ao comprar sua passagem aérea, já programe um tour pela Vila Mariana!

E, para saber mais sobre as instituições,  acesse os sites:

Museu Lasar Segall- http://www.museulasarsegall.com.br

Cinemateca Brasileira- http://www.cinemateca.gov.br

Texto de Isadora Calil – redatora convidada do Skyscanner

 E se você ainda não conhece o Skyscanner, vale a pena clicar conferir esse buscador de passagens aéreas promocionais! #ficanossadica! 😉

 

Alugue um carro e pé na estrada – por Caroline dos Santos

6 jun

Olha aí um post que cai super bem com essa temporada de férias que se aproxima. A Carol, do site CarroAluguel.com , preparou dicas úteis para quem pretende colocar o pé na estrada com um carro alugado. Eu, por exemplo, totalmente leiga no assunto, já tive algumas surpresas inconvenientes no balcão da locadora e quase tive que seguir de ônibus. Pra você não passar por isso, confira as dicas 😉

 

Dicas para alugar um carro

Conhecer novas cidades é algo sempre prazeroso e dependendo da distância entre a sua casa e o destino, a viagem de carro pode ser a melhor opção, muito devido a liberdade do ir e vir, quanto pelo gasto, já que a viagem de carro, pode ser, muitas vezes, mas barata do que uma viagem de avião. Porém, muitas pessoas não possuem um automóvel em condições de rodar pelo Brasil, por isso, a melhor saída é alugar um carro e cair na estrada. Porém, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre os procedimentos de aluguel. Veja aqui algumas dicas para a adesão do serviço:

Quem pode adquirir o serviço de aluguel de carros?

Inicialmente, para alugar um carro é necessário ter no mínimo 21 anos e possuir a CNH há mais de dois anos. A pessoa que fizer a locação será responsável pela condução do veículo, caso outra pessoa necessite conduzir o carro é necessário que ela esteja presente no momento da locação, para que possa assinar os documentos necessários em que se responsabiliza, junto com o motorista, por eventuais problemas.

Quanto tempo dura a diária?

A diária do aluguel de carros dura 24h, logo, serão computadas as horas após a retirada do veículo, contando ciclos de 24h em 24h. O período mínimo para o aluguel de carros é de uma diária, ou seja, você não pode alugar um carro, ficar com ele apenas 12h e pagar a metade do serviço.

Quanto custa uma diária e o que vem incluso nela?

As diárias variam de acordo com o modelo do carro e seus adicionais, no site Carro Aluguel, por exemplo, os valores podem variar entre R$68 até R$362 a diária. Os valores estão relacionados aos veículos e eles são subdivididos em diversas categorias que vão desde ao modelo básico até o luxo.  Você pode selecionar também o plano de locação ideal, que vai desde valor da diária até aqueles que oferecem, além da diária, seguros, liberação de taxas adicionais e alguns acessórios.

Como proceder com o combustível do veículo?

A locadora irá entregar o carro com o tanque cheio, cabe a você devolvê-lo assim, caso contrário, a locadora irá cobrar em espécie o valor do combustível que falta, e é claro que o valor que eles cobram é um pouco mais elevado do que o valor que você irá pagar em um posto de gasolina comum.

As multas são responsabilidade de quem?

As multas são responsabilidade do condutor, logo, se você for multado com o veículo alugado, a qualquer momento, a locadora pode encaminhar a multa ao condutor, e o procedimento a ser seguido é o mesmo que determina a legislação brasileira para multas em carros próprios.

Pode atrasar na entrega dos veículos?

Em geral, as locadoras podem tolerar até 0:59 min sem cobrança adicional, entretanto, passado esse prazo elas começam a cobrar frações diárias que variam de 1/3 a 1/6 do valor.

Como posso alugar um veículo através do site CarroAluguel.com?

O sistema de locação no site CarroAluguel.com é bem simples e em apenas alguns minutos você poderá concluir o serviço. Para começar o processo preencha os requisitos que estão no topo da página, lá você deverá preencher a cidade e os horários de retirada e devolução do veículo. Após isso, você verá quais são as locadoras e os modelos de carros disponíveis, categorizados de acordo com seus benefícios e diferenciais – vale a pena lembrar que os valores variam em relação ao modelo e os benefícios. Escolha sua locadora predileta e solicite sua reserva. Caso você não tenha cadastro no site, será necessário preencher algumas informações pertinentes para efetuar a reserva. Após a confirmação da locadora e do modelo do carro, o site enviará um voucher que deve ser impresso e levado no dia da retirada do veículo. O pagamento é feito direto para a locadora, logo, você não precisará digitar os dados do seu cartão de crédito no site.

Viu como é fácil alugar o carro pela internet? Com alguns poucos passos e minutos, você já reservará o seu carro e ficará tranquilo até a data da viagem, sabendo que o veículo desejado estará lhe esperando na cidade de destino.

Gostou das dicas? O site do Carro Aluguel oferece disponibilidade para aluguel de carros em Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, entre outras importantes cidades brasileiras. Acesse e solicite o serviço.

POÇO AZUL.Nova Redenção/BA – por Juãum Hungria

25 fev

Depois de tanto falar e citar e comentar sobre meu personal designer, chegou o grande – e esperado – momento, qual seja, de ter um post dele aqui, cheio de dicas e fotos lindas para nós. Mais que um amigo, Juãum é uma estrela cheia de energia que sempre me contagia com sua luz multicolorida… Multicolorida sim e Multicolorido passou a ser seu sobrenome, depois que, sabiamente e felizmente, ele lançou seu próprio blog, nada menos que o MULTICOLORIDO.COM, um “balaio” colorido de ideias criativas (se eu fosse você, não perderia de dar um clique aí e ir até lá conhecer). Então, aí vai mais um post para o rol do “MISS AMIGOS”  direto do mundo “multicolorido” de Juãum Hungria. 😉

Após minhas citações no Google aumentarem kkkk, o “personal designer” citado várias vezes aqui no blog resolveu dar o ar da graça *-*. Decidi compartilhar um destino lindo e que conheço desde de pequeno,  pertinho da casa da minha vó. Um lugar incrível, uma caverna de águas cristalinas que resplandece um azul límpido e apaixonante, esse pedaço mágico é conhecido como Poço Azul!

Muitos pensam que as belezas da Chapada Diamantina resumem-se somente a cidade de Lençóis, por ser destino mais conhecido. Mas existem cidades próximas que possuem uma natureza exuberante que vale muito a pena conhecer. Uma delas é Nova Redenção, cidade onde se localiza o Poço Azul. Além de um destino turístico lindo, o lugar se tornou ainda mais importante após a descoberta de fósseis no interior da sua caverna que ajudaram arqueólogos a desvendar espécies importantes, como a preguiça gigante, remontando assim um trecho importante da pré-história das Américas.      

Matéria da Folha de São Paulo sobre a exploração da gruta. (Clique na imagem para ampliar)

Após uma ducha, nos preparamos para a descida que leva ao interior da gruta. Um corrimão de cordas,  degraus feitos de terra e escadas de madeira auxiliam a descida que leva em direção a plataforma onde colocamos os coletes e as máscaras de mergulho para adentrarmos nas águas do Poço Azul.

Foto com flash! faz com que a luz reflita sobre a água e não deixa muito visível a profundidade. Prefira fotografar sem o flash 🙂

A água é um pouco gelada, mas esquecemos a medida que vamos percorrendo com olhos atentos às rochas submersas, observando formas e tentando dá uma de mergulhador de documentário kkk.  Vislumbrando os detalhes que se escondem na profundidade (que chega até 16 metros) da caverna, com um nado lento, vamos vivendo cada minutinho que passamos lá como um período de recarregar as energias.

Parte superior da caverna, que possui forma semelhante ao mapa do Brasil.

E QUEM DESCOBRIU?

Meu pai morou nessa região durante a infância e me contou que as crianças brincavam próximo a área onde fica o Poço Azul , jogavam pedra e sabiam que havia água dentro da caverna pelo barulho que fazia ao cair das pedras. Mas o corajoso que decidiu ver que águas eram essas foi Seu Milú, um senhor simpático que tive o privilégio de conhecer pouco antes dele falecer. Hoje a família dele é que administra o Poço Azul.

Lembra que eu falei sobre os fósseis encontrados na caverna? O negócio foi uma exploração tão importante que ganhou até um documentário no Discovery Channel (a terrinha dos meus avós está chic *-*) chamado ‘Os Mistérios do Poço Azul’. Segue abaixo um trecho do documentário:

Para downloado do documentário na íntegra, clique aqui.

DICA 1: O Restaurante de Dona Alice é uma boa opção para quem quer almoçar após  o passeio. 15 reais por pessoa para se servir no seu buffet self-service. Além da praticidade  de não ter que se deslocar , você ainda conta com uma vista belíssima.

DICA 2: Prefira visitar o Poço em horários  entre 11:00 e 13:00, pois os raios de sol estão mais fortes e deixam as águas mais cristalinas.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

Valor de entrada do Poço Azul: R$ 15,00 por pessoa.

Tempo de permanência na gruta: 15 a 20 minutos por grupo.

Aqui acaba meu post gente, espero que tenham gostado do destino que é meu “caminho de roça” kkkk

Obrigado Anna pela honra de ter um post aqui #fãdecarteirinha

Quero aproveitar a oportunidade pra mandar um beijo pra minha mãe, meu pai e fazer um merchan do meu site www.multicolorido.com! 😀

Estudando espanhol em Buenos Aires – por Gustavo Pelogia.

17 jan

Sabe uma coisa que eu sempre quis fazer desde a primeira vez que estive em Buenos Aires? Ah-ah! Voltar para estudar espanhol. E agora, me pergunto: “Nossa! Será que todo mundo tem esse sonho?” rs rs… Tanta gente indo pra lá fazer o mesmo. Na verdade, Buenos Aires é uma cidade apaixonante e acho que quem conhece sempre procura uma desculpa para voltar. Estudar espanhol, que também é uma língua deliciosa, parece ser a melhor delas. Numa situação de escolhas decisivas, nada melhor então que ouvir a opinião de quem já foi, já voltou e já foi de novo. É o caso do Gustavo, que nesse momento está lá, em algum lugar próximo à Casa Rosada (muita inveja nessa hora! rs), aprimorando seu espanhol e ampliando seus horizontes. Sua experiência na Expanish  pode clarear nossas ideias na hora de definir como e onde estudar. Segue o relato por Gustavo Pelogia:

Estudando espanhol em Buenos Aires

A primeira vez que fui para Buenos Aires, meu único objetivo era, pela primeira vez, sair do Brasil. Um ano e dois meses depois, joguei tudo para o alto e me mudei para cá.

Viajei sozinho e a primeira coisa que pensei foi em fazer aulas de espanhol, para aprender um pouco da língua e aproveitar para praticar com as pessoas na cidade. Dei um Google e entre várias escolas, escolhi a Expanish (www.expanish.com). O preço de todas é bem parecido, mas o site deles era o mais confiável, me atenderam muito bem e a escola fica no microcentro (perto da Casa Rosada, 9 de Julho, Florida e outros lugares turísticos básicos). Fui trocando e-mails em português e inglês com o staff e me senti seguro. Conto minha história abaixo pela experiência que tive com eles, mas estes conselhos servem para quem vai estudar ou morar aqui, seja aonde for 🙂

Iria ficar só uma semana em Buenos e também contratei a hospedagem pela escola. Se você quer ficar algumas semanas por aqui (até um mês, por exemplo), é uma boa opção, mais barata que hotel e mais segura que hostel. Você tem seu quarto, fica em um bairro bonito (o meu foi a Recoleta, entre a Rua Junin e Av. Santa Fé), conhece mais pessoas da escola e minha host era uma argentina gente boníssima. Se quiser ficar muito tempo, vale a pena buscar um ape mesmo, dividindo com outras pessoas que já morem aqui. Janeiro é um mês bom para conseguir um emprego, já que turista para todo lado, principalmente brasileiros (você pode encontrar boas opções no Craigslist http://buenosaires.craigslist.org/).

Também da para ficar em casa de família e ter refeições inclusas, mas ai você entra no horário deles, precisa avisar caso não vá. Eu não queria ter horário para nada, então optei só pela residência compartida. No meu ape, tinha uma brasileira de São Paulo e uma menina dos EUA. Mas o que mais tem aqui na escola são suíços (14%), brasileiros (19%), reino unido (11%) e americanos (10%).

Não sabia nada de espanhol, então entrei no nível A1(vai até o C2) e tinha 4 horas de aula por dia, das 9h às 13h. Conselho: em uma semana dá para aprender bastante, mas se você já tiver algum nível de espanhol, é melhor ficar mais tempo (ao menos duas!). Só aconselho ficar pouco tempo se você não souber nada, ou pode acabar tendo aulas sobre coisas que já sabe (o programa de aulas aqui é baseado no modelo do Instituto Cervantes, da Espanha).

As aulas começam todas as segundas, então sempre tem alguém novo na classe. E é muito fácil fazer amigos de todo o lado. Já que é todo mundo é gringo e estão em uma cidade nova, só fica sozinho quem quer. A galera se encontra nos intervalos e no final da aula e explora a cidade, vai pra balada, sai pra jantar, etc.

Minha semana chegou ao fim rapidinho, eu voltei para São Paulo, mas não tirei da cabeça a ideia de retornar. Segui a vida e as coisas foram mudando: meu namoro acabou, todos que moravam comigo resolveram se mudar e eu não estava feliz no meu emprego. Tudo aconteceu meio que ao mesmo tempo e decidi que era hora de realizar meu sonho. Entre 2010 e 2011, segui estudando espanhol no Brasil e estava apaixonado pela língua, então fiz as malas, planejei tudo em dois meses e vim. Voltei para a Expanish em novembro, fiz mais um mês de aulas e conheci mais um montão de pessoas de vários países. Os suíços (as) são os que mais gostam da cidade. Tem três que chegaram mais ou menos comigo e, assim como eu, também não tem data para ir embora!

————————————————————————-

 Um #ficaadica direto de Buenos Aires. Adorei! 🙂

ÚTIL:

O site da Expanish é http://www.expanish.com/;

– Para conferir os preços de cursos e serviços oferecidos pela escola, clique aqui;

– Para tirar dúvidas com o Gustavo, encontre-o no Face e no Twitter, clicando aqui e aqui.

– Como falou o Gustavo, a localização é bem bacana. A escola fica na Tte. Gral Juan Domingo Perón, 698, no quarteirão entre as Ruas  Maipu e Florida. Perto de tudo. Confira no mapa (A= Expanish):

Tiras que ELA posta!!

17 set

Hoje eu me reservo ao direito de fazer um post pessoal, com uma história pessoal e desejos pessoais. Hoje só quero retribuir o carinho que tenho recebido, fazendo apenas o que posso fazer: desejar tudo de melhor para quem sonhou, buscou, encarou e agora se permite alcançar o sucesso que lhe está reservado. Lais! Já disse isso antes, mas vou repetir: todas energias positivas para você nessa nova etapa. A Lais Nascimento, designer de moda, está de malas prontas para Porto, onde vai desfrutar de uma bolsa de estudos que conseguiu por dois motivos: dedicação e talento. Falei que é pessoal, mas acho que histórias assim têm que nos servir de exemplo.  Motivação sempre, mesmo quando nada nos motiva! rs rs.

E por falar em motivar… Olha a Lais me motivando. Estava com a cara amarrada em um dia desses de stress (workmente falando rs), quando me entregam uma correspondência:

Abro e me deparo com isso… Um bloco de anotações personalizado do blog de Ilustrações da Lais, o inspirador Tirasqueuposto.blogspot.com. Ah! Me derreti! Com gatinho? Pegou no meu ponto fraco… rs rs.

Conheci a Lais aqui, no blog, trocando figurinhas sobre Portugal. Essa troca de amizade, de boas energias, de carinho… Isso realmente sequer passava pela minha cabeça quando tive a ideia de criar o MISS! Só posso agradecer e desejar que essa corrente continue!

E que a Lais curta muito sua estada em Porto. Que aproveite cada cantinho bacana que a cidade oferece e que, se tiver um tempo, conte tudo para nós. Sei que não é fácil arrumar as malas e partir sozinha para o desconhecido, mas no final toda dificuldade é recompensada. Todo esforço e privação volta em forma de conquista e realização. Pode esperar!

Para conhecer um pouco mais sobre a Lais e seu trabalho, acesse também  lalaisnascimento.blogspot.com .

E para conhecer o gatinho exclusivo que a Lais fez para o Miss Check-in, clique aqui (Ah! Mas clica mesmo, vai! rs)