Arquivo | ARACAJU RSS feed for this section

ATELIÊ 22 – Cama, Mesa e Cores – ARACAJU.SE

21 out

Eu poderia te dizer que o Ateliê 22 é um  lugar para experimentar uma comida refinada em ambiente agradável.

Também poderia falar que é um ‘cama e café’ com instalações aconchegantes, decoração elegante e quartos confortáveis.

Acredito que todos esses substantivos e adjetivos o definiram com justiça. Mas… Ainda assim… Dizer tudo isso soa com uma objetividade tão seca, que não descreve a essência do lugar.

O Ateliê 22 é desses lugares com alma! Alma criativa, com uma riqueza de detalhes que encanta a cada canto.

Móveis antigos, de família, com o aroma dos momentos felizes que já presenciaram. Relógios, cristaleiras, livros e quadros.

Ah! Os quadros!  É Ateliê exatamente por isso… Por ser a morada do renomado artista plástico Alfredo Mallet, que preenche os espaços da casa com as cores originais e irreverentes de sua arte.

A mesa posta e o cardápio de primeira ficam por conta da Fátima, esposa do Alfredo, que tem uma precisão não menos artística na combinação de sabores e texturas de seus pratos.

De sobremesa, o papo solto, leve, inteligente e sempre divertido em volta da mesa, como nos velhos tempos… Nos tempos daquela Aracaju menina, ainda tímida, da década de 80, que o Alfredo descreve sorrindo, entre um gole e outro.

 Tardes agradáveis – Hélio (Sr.MissCheck-in), Fátima e Alfredo – Ateliê 22 – Setembro de 2018

Pra você, que leu esse texto até aqui e ficou intrigado, pelo menos, curioso pra conhecer, posso dizer apenas que, se busca uma opção diferente e uma noite regada a boa conversa e excelente comida, o Ateliê 22 é, certamente, uma das experiências mais aconchegantes de Aracaju.

 ‘CAMA e CAFÉ’ e BISTRÔ

– Como dito no início, o Ateliê 22 é uma hospedagem, tipo ‘cama e café’ e também um ‘Bistrô’. Mas, nesse ponto, vale esclarecer que:

O Ateliê é um negócio familiar. Não tem funcionários. Você será recebido e atendido pelos donos da casa, o Alfredo e a Fátima.

– A casa conta com duas suítes, no pavimento superior, exclusivas para receber hóspedes. Reservas e verificação de disponibilidade, apenas pelo Booking. Confira o link aqui.

–  Para quem quer apenas saborear a comida da Fátima, vale ressaltar que, exatamente por ser um negócio familiar, ELES SÓ TRABALHAM COM RESERVAS, PARA ATÉ QUATRO PESSOAS, APENAS PARA JANTAR, DE SEGUNDA A SÁBADO. A comida, como já disse repetidamente, é excelente, mas é preciso reservar com antecedência.

– Para reservar o jantar, é só entrar em contato através do Telefone/WhatsApp (79)9.8102-9392. No contato, a Fátima envia o cardápio e você escolhe previamente o que será servido.

ENDEREÇO e COMO CHEGAR

O  Ateliê 22  fica na Rua José Valença Santos Leite, nº 22, Aruanda. Para chegar, você deve seguir sentido Litoral Sul/Orla do Pôr do Sol. No mapa abaixo, aparece a rua do Ateliê 22. A letra A marca o único prédio que há na região, ponto de referência para quem vem pela praia. A letra B marca o Condomínio Maria Rezende Machado, ponto de referência para quem vem pela Av. Melício Machado:

Também como referência, você pode entrar na esquina da Pinheiro Segurança e Vigilância (Rua ‘D’ Dois), pois essa rua dá de cara com o Ateliê 22, igualzinho aparece nessa foto aí embaixo 😉

– Nós somos velhos conhecidos e admiradores do Ateliê 22. Confira nosso primeiro post, que explica mastigadinho como chegar, clicando aqui. E confira também nosso post sobre o ‘Cama e Café’ clicando aqui.

– Para encorpar sua viagem a Aracaju, confira nossa coletânea de dicas em Aracaju – post a post.

NO INSTAGRAM – @misscheck    você vai encontrar fácil nossas dicas de Sergipe e Aracaju  através das hashtags:

#sergipenomiss

#aracajunomiss

Anúncios

PIRÃO e SÍTIO – duas razões para você conhecer o Restaurante Chiozinho em Laranjeiras/SE

17 maio

Você não precisa sair de Aracaju para comer um bom pirão de peixe ou de camarão. Fato.  Mas, se além do pirão, você também quiser ter uma tarde diferente e agradável, almoçando entre mangueiras, em uma casa de sítio na zona quase rural de Laranjeiras, o Restaurante Chiozinho é uma bela dica.

Restaurante Chiozinho - Laranjeiras -SERGIPE

O Chiozinho, conhecido como o Rei do Pirão, fica no Povoado Cedro, em Laranjeiras, a 16km de Aracaju. Para chegar, saindo da capital, você vai seguir pela BR-101 norte, sentido Laranjeiras/Maceió/Recife.

Seguindo pela BR-101 norte, você vai passar por três viadutos, nessa ordem: viaduto da BR-235 (acesso para Areia Branca e Itabaiana); o viaduto de acesso ao município de Nossa Senhora do Socorro e o viaduto de acesso ao município de Laranjeiras. Estes dois últimos você visualiza apenas os trevos de acesso, por isso fique atento às placas 😉

A entrada para o Povoado Cedro é a primeira à direita, logo depois do viaduto de Laranjeiras, onde uma placa indica ‘Mussuca’, imediatamente após um radar de velocidade, no Km-78 da BR-101.

A partir daí, siga direto, subindo a ladeira de paralelepípedos até o cemitério. Nesse ponto, siga pela via da esquerda, como indicado na foto:

Caminho Chiozinho - Povoado Cedro - Laranjeiras - SERGIPE

Continue seguindo (o povoado, basicamente, só tem uma rua) e quando você perceber que a rua acabou, vire à direita.

CHIOZINHO - Povoado Cedro - SERGIPE

Entrada do sítio onde fica o restaurante – Povoado Cedro – SERGIPE

Logo verá o Chiozinho, um sítio com uma casa varandada à sombra de duas mangueiras.

Restaurante Chiozinho - Laranjeiras - SERGIPE

O lugar é muito simples. E a graça é essa!

RESTAURANTE CHIOZINHO - Laranjeiras - Povoado Cedro - SERGIPE

De bônus, uma mesa com vista para terrenos verdinhos, burrinhos pastando, coqueiros aqui e ali e uma moradora local querendo fazer amizade.

Restaurante Chiozinho - Povoado Cedro - BR101-SERGIPE

Gatinha - Povoado Cedro - Restaurante Chiozinho - SERGIPE

Em algum tempo, chega o que mais interessa: um prato de camarões suculentos ao alho e óleo…

Seguido da MOQUECA DE CAMARÃO, cuja porção é cobrada por pessoa – R$17,00 por ‘boca’ (valor em maio de 2018). Na foto, a porção para 3 pessoas – R$51,00. Aquela comida com toque caseiro, cheirosa e gostosa! E tudo preparado com leite de coco fresco, extraído dos cocos da região.

Como disse, você não precisaria rodar tanto para comer um bom pirão e um bom camarão, mas se nada do que foi dito até aqui te convenceu, eu ainda tenho duas cartas na manga: o atendimento sorridente do Luizinho e a atmosfera bucólica, com gostinho de rede balançando na brisa e sombra fresca com cheirinho de mato. Ah! E tem a vista em alguns trechos do povoado, no caminho para o restaurante 😉

Vista - Povoado Cedro - Laranjeiras-SERGIPE

– Costumam abrir todos os dias, mas, para não perder sua viagem e se informar sobre as formas de pagamento, entre em contato com eles 😉 (Nós sempre pagamos em dinheiro… o Banese vive fora do ar no shopping, piorou no sítio, né?)

VOLTANDO PRA CASA…

– Vale reforçar que a estrada até o sítio é calçada.

Povoado Cedro - Laranjeiras - BR101 - SERGIPE

– Para retornar para Aracaju, retome a BR-101, sentido Maceió, e siga por 2 km até retorno mais próximo, em Pedra Branca.

BR-101-Retorno para Aracaju em Pedra Branca - SERGIPE

– Mais dicas de Aracaju e arredores em  Aracaju post a post.

NO INSTAGRAM – @misscheck    você vai encontrar fácil nossas dicas de Sergipe e Aracaju  através das hashtags:

#sergipenomiss

#aracajunomiss

#dicadomiss_aracaju

 

 

 

 

CARNAVAL NO VELHO CHICO: os cânions além do Karrancas.

4 fev

Quer esticar o feriadão de Carnaval de Aracaju até os Cânions do Rio São Francisco?

O que você deve saber antes de ir:

COMO CHEGAR

CANINDÉ DO SÃO FRANCISCO, município ponto de partida para os cânions em Sergipe, está a 250km de Aracaju.

Na saída da capital, é preciso acessar a BR-235 e, alguns quilômetros depois de Itabaiana, sair da 235 e entrar à direita, em direção ao município de Ribeirópolis, para acessar a Rota do Sertão. Confira nosso foto-guia da BR-235 aqui.

BR-235 – Vista da Serra de Itabaiana.

– Um bate e volta Aracaju-Canindé é possível. Mas saiba que são aproximadamente três horas de viagem para ir e o mesmo tanto para voltar. É cansativo. Se for em carro próprio, o melhor mesmo é pernoitar na região.

PIRANHAS, a cidade vizinha, na margem alagoana do Rio São Francisco, é uma graça e tem mais estrutura para o turismo que Canindé. Apesar de pequena, tem várias opções de hospedagem. Mas, em cima da hora, talvez não seja fácil encontrar acomodações disponíveis. Confira nosso post sobre Piranhas aqui.

Piranhas – Alagoas (Foto do IG @misscheck)

Considere, nesse caso, buscar opções em Canindé.  < Verifique as dicas de hospedagem ao final do post 😉 >

PASSEIO PELOS CÂNIONS

– Por muito tempo o grupo MF-Tur dominou o passeio de catamarã pelos cânions do Velho Chico. O ponto de partida das embarcações, o RESTAURANTE KARRANCAS, em Canindé, tem boa estrutura, abre todos os dias, com embarques diários para os Cânions. Informações e reservas no WhatsApp 79-99869-6428/ Instagram @karrancas_restaurante/ Passeios de helicóptero – Instagram @voosxingo .

Vista aérea do Karrancas – Foto do IG @karrancas_restaurante

O problema é que, como mais tradicional e de mais fácil acesso, o restaurante e os catamarãs lotam nos feriados.

– Se quiser um passeio mais tranquilo, com menos aperto, é preciso andar mais um pouco e se embrenhar pela caatinga da margem alagoana do Chico.

– A primeira opção é o RESTAURANTE SHOW DA NATUREZA, em Olho D’Água do Casado. Partindo do trevo de Piranhas, são aproximadamente 5km de asfalto pela Rodovia AL-220 (sentido Delmiro Gouveia) e mais 13 quilômetros de estrada de terra até o restaurante. Confira como chegar aqui.

– O Show da Natureza está cravado entre os paredões dos Cânions e a parada para o almoço já garante uma vista linda da região. Mas, além disso, o restaurante oferece passeios de lancha e catamarã. Confira os valores e horários através do WhatsApp 82-98874-6994/ Instagram @show_da_natureza .

– Um pouco mais distante de Canindé e Piranhas, o RESTAURANTE ECOLÓGICO CASTANHO também é uma ótima pedida para o feriadão. Um santuário verde no meio da aridez do sertão, com ótima estrutura, boa comida e drinks deliciosos.

– Seguindo pela mesma AL-220, a partir do trevo de Piranhas, são 23Km, sentido Delmiro Gouveia, de estrada asfaltada até o acesso para o Restaurante. Saindo da rodovia, são mais 16 km de estrada de terra no meio da caatinga. Mas todo esforço vale a pena! Confira como chegar aqui.

– Para quem quer fazer apenas o passeio pelos Cânions, o embarque para o Catamarã do Castanho fica a 15 minutos de Piranhas, na Praia da Dulce, em Olho D’Água do Casado. Também oferecem passeio de lancha. Para horários, valores e disponibilidade, informe-se no WhatsApp 82-98114-7070/ Instagram @restaurante_castanho .

– No caminho para o Castanho, você vai encontrar o acesso para o Mirante do Talhado, uma opção de hospedagem, totalmente inusitada, no meio do nada, mas com uma vista incrível dos cânions, chalés aconchegantes e a simpatia implacável do Seu José Francisco. Se ecoturismo for sua praia, vale muito investir alguma porção da sua viagem nessa dica. Informações e Reservas no WhatsApp 82-98732-8612/ Instagram @mirantedotalhado . Confira nosso post sobre o Mirante aqui.

– Para comer bem, apreciando a vista da barragem da Usina de Xingó, considere uma parada para almoço no RESTAURANTE CABOCLO D’ÁGUA, com acesso logo depois do Posto Fiscal de Piranhas (para quem vem de Canindé).

– A vista já valeria a visita e a comida está entre as melhores da região. WhatsApp 79-99868-6428/ Instagram @caboclo_dagua .

CONTATOS ÚTEIS

– Pousada Trilha do Velho Chico – Instagram @trilhadovelhochico (com opção de camping)

Pousada Trilha do Velho Chico

– Pousada O Canto – Instagram @pousada_o_canto

– Pousada Porto de Piranhas – Instagram @portodepiranhas

– Hotel Aconchego do Velho Chico – Instagram @hotelaconchegodovelhochico

– Hotel Pedra do Sino – Instagram @pedradosinohotel

– Xingó Parque Hotel – Instagram @xingoparquehotel

– Receptivo Xingó Adventure – Instagram @xingo_adventure

– Passeios de Helicóptero – Instagram @voosxingo

UMA VEZ EM SERGIPE, APROVEITE TAMBÉM PARA CONHECER A FOZ DO VELHO CHICO:

– Como chegar a Foz do São Francisco partindo de Aracaju.

– Delta do Velho Chico.

– Piaçabuçu – Alagoas.

– Todas nossas dicas de Aracaju e Sergipe em Aracaju post a post.

– CONHEÇA NOSSO INSTAGRAM – @misscheck     você vai encontrar fácil nossas dicas de Aracaju, Sergipe e Alagoas nas hashtags:

#aracajunomiss

#sergipenomiss

#alagoasnomiss

MERCADO MUNICIPAL DE ARACAJU: as histórias por trás das bancas.

17 mar

17 de março é o aniversário de Aracaju. Para comemorar os 162 anos da nossa ‘Pequena’, um post sobre o Mercado Municipal da cidade, contado por aqueles que fazem essa história todos os dias 😉

capa-mercado-municipal

O Mercado Municipal de Aracaju é um complexo formado por três espaços: Mercados Antônio Franco, Thales Ferraz e Albano Franco.

OS MERCADOS

O Mercado Antônio Franco, prédio mais antigo do conjunto, data de 1926 e leva o nome do empresário que financiou sua construção, Antônio do Prado Franco. Desde então, é um dos símbolos da cidade, com seu emblemático relógio central.

6tag-393939263-881066026568163843_3939392631

Anos depois, em 1948, foi construído o Mercado Thales Ferraz, ao lado do Mercado Antônio Franco, com o objetivo de funcionar como mercado auxiliar.

Com o passar do tempo, entretanto, os dois prédios passaram a não comportar o grande número de feirantes que se estabeleceram na região. Ano a ano, o número de barracas se multiplicava, espalhando-se desordenadamente pelo entorno dos dois prédios antigos.

fb_20161114_10_11_39_saved_picture
Vista do centro de Aracaju, antes da reforma dos mercados, em 1998. Foto – acervo Libório Gândara Ateliê de Arquitetura

O cenário só foi modificado em 1998, quando uma grande reforma removeu todas as barracas, restaurou os prédios antigos e inaugurou mais um mercado, para abrigar os itens de abastecimento: Mercado Albano Franco (homenagem ao governador em exercício na época)

6tag-393939263-1343526880518934354_393939263

O projeto de restauração foi idealizado pela arquiteta sergipana Ana Libório, resultado de uma tese desenvolvida por ela durante curso de especialização na Bahia.

 

A REFORMA – 1998 a 2000 (para ouvir a reportagem, aperte o play)

 

AS HISTÓRIAS POR TRÁS DAS BANCAS

O novo Mercado Municipal de Aracaju foi inaugurado em 15 de setembro de 2000. Boa parte dos comerciantes que trabalhavam no antigo espaço foi realojada na nova configuração. As histórias de alguns desses comerciantes são o tema desta matéria: Mercado Municipal de Aracaju, as histórias por trás das bancas.

Boca Louca da Sanfona

Wolfrand do Barro – por Anna Guimarães

Edilza das Imagens – por Katlen Bomfim

Maria do Limão – por Ariel Carmo

Galega das Ervas – por Jéssica Amaral

Maria Izabel das Bonecas – por Caroline Prata

 

 

– Esse post é parte do nosso projeto “POEIRA, PAREDES e HISTÓRIAS“, que busca preservar a memória da cidade de Aracaju – Sergipe. Conheça o site com a matéria completa aqui e a   a Fanpage aqui.

– Mais sobre Aracaju em Aracaju post a post.

NO INSTAGRAM – @misscheck    você vai encontrar fácil nossas dicas de Aracaju  através das hashtags:

#aracajunomiss

#dicadomiss_aracaju

Carnaval em SERGIPE: 5 dicas no LITORAL SUL.

21 fev

Vamos partir do princípio que, se você apontou sua “bússola” para Sergipe no período do Carnaval, é porque, muito provavelmente, quer  desviar sua “nau” dos mares agitados do samba ao frevo. Nesse cenário, Sergipe é uma escolha bem acertada 😉

arcos-da-orla-foto-do-blog-misscheck-in

Salvo alguns blocos de rua, muito animados por sinal, e o Rasgadinho, Aracaju é realmente um lugar tranquilo no Carnaval. E, com o feriado prolongado, dá pra esticar seu roteiro pelas redondezas da capital.

sergipe_mapa

Escolhemos algumas dicas para ajudar no seu roteiro. Ao final de cada uma delas indicamos a distância de Aracaju e o tempo sugerido para o passeio 😉

SUL DO ESTADO – RODOVIA SE-100

ABAÍS – rumo ao litoral sul, Abaís é a segunda praia após a Ponte Joel Silveira (na saída de Aracaju), depois da Caueira. A praia é muito procurada, sobretudo por sergipanos, que costumam ter na região suas casas de veraneio. A nossa dica, entretanto, para esse pedacinho da litorânea é uma parada na Lagoa Azul.

A lagoa está no caminho entre Aracaju e Abaís e é a maior lagoa natural de Sergipe. Para um banho relaxante e boa comida, nossa dica é o Restaurante Lagoa Mar, bem à beira da pista, no trecho logo após o posto da Polícia Rodoviária Estadual.

restaurante-lagoa-mar-lagoa-azul-abais-sergipe-fotodomisscheck-in

Se optar por esse destino, confira todos os detalhes aqui. Mais a frente, você também encontrará o acesso para a banho com Tambaquis, que também vale a visita.

Distância Aracaju-Lagoa Azul – 25km

Tempo sugerido –  Um dia é suficiente, mas pode ser um passeio de meio período também (manhã ou tarde). Uma sugestão para quem tem mais energia é combinar a praia do Abaís ou Saco pela manhã e almoço e tarde na Lagoa.

lagoa-azul-abais-sergipe-foto-do-ig-misscheck

PRAIA DO SACO – saindo de Aracaju, fica logo depois do Abaís. Na nossa opinião, é uma das melhores praias do Litoral Sul.

Uma vez no Saco, dá pra combinar a praia com o passeio à Ilha da Sogra. A dica bônus é um vendedor de coco que fica bem ao lado da Igrejinha amarela à beira mar, fundada pelos Jesuítas em 1575. A água de coco mais doce que já tomamos. < Segundo o vendedor, é “coco de canavial”… rsrs>

Distância Aracaju-Praia do Saco – 40km

Tempo sugerido –  Bate-volta de um dia é suficiente.

 TERRA CAÍDA –  Passando a Praia do Saco, rumo ao extremo sul do Estado, a próxima atração é a Ponte Gilberto Amado e a linda vista do Rio Piauí.

ponte-gilberto-amado-sergipe

Atravessando a ponte, do outro lado, coladinho nela, está o Povoado Terra Caída.

terra-caida-sergipe-blog-misscheck-in

Nesse povoado, além da vista do rio, uma pausa no Restaurante Frutos do Mar é uma ótima dica. Se não der pra encaixar uma parada para almoço, passe pelo menos para conhecer suas empadas e o pastel de aratu.

restaurante-frutos-do-mar-sergipe-foto-do-ig-misscheck

POVOADO  PONTAL (SE) E MANGUE SECO (BA) – Seguindo viagem, a última parada de Sergipe no litoral, no extremo sul do Estado,  é o Povoado Pontal.

sergipe-povoado-pontal-foto-do-ig-misscheck

Depois da Ponte Gilberto Amado, são 16 Km até o povoado. À beira do Rio Real, só o povoado em si já faria valer a visita. Casinhas simples e a vida caminhando sem pressa, envolvida na brisa tranquila que movimenta as águas com leveza. Amo esse lugar ❤

povoado-pontal-sergipe-foto-do-blog-misscheck-in

Fechado meu parêntese poético inoportuno, o que todos buscam mesmo no Pontal é a travessia para Mangue Seco, a famosa praia baiana, do outro lado do rio.

mangue-seco-bahia-foto-do-blog-misscheck-in

Se sua opção for Mangue Seco, confira todas nossas dicas sobre esse passeio aqui. Há travessias para Mangue Seco partindo da Praia do Saco e do Rio Piauitinga (entre o Saco e Ponte Gilberto Amado), mas o ponto mais próximo e com travessia mais curta pra terra da Tieta é o Pontal. Além disso, conhecer o povoado é a cereja que o bolo do seu roteiro merece.

pontal-sergipe-foto-do-blog-misscheck-in

No Pontal há alguns estacionamentos para deixar seu carro e vários barqueiros oferecem a travessia.  <“Chore” um pouquinho, porque dá para conseguir um desconto>

Distância Aracaju-Pontal – 65km

Tempo sugerido –  Bate-volta de um dia é suficiente. Mas se quiser curtir Mangue Seco com calma, um pernoite pode ser bem proveitoso. Nossa dica de hospedagem por lá é o Resort Recanto da Natureza.  Confira nosso post completo sobre a pousada aqui 😉

resort-recanto-da-natureza-mangue-seco-foto-do-ig-misscheck

BR-101 SUL – ECOPARQUE TIMBÓ – e, ainda no sul, saindo da rodovia SE-100, a última dica não é litorânea, mas envolve muita água e natureza.

piscina-parque-timbo-salgado-sergipe

Partindo de Aracaju pela BR-101 (sentido Estância), logo após Itaporanga D’Ajuda, está o viaduto de acesso para Salgado e Lagarto. Pouco antes de Salgado está o Ecoparque Timbó, com seu parque aquático de água corrente, tobogãs, escorregadores e inúmeros quiosques para churrascos com a família. Uma ótima dica para quem está com crianças e curte ecoturismo. Conheça mais e tire suas dúvidas no nosso post completinho sobre o parque aqui.

quiosque-do-parque-timbo-blog-miss-check-in

Distância Aracaju-Timbó – 45km

Tempo sugerido – bate-volta de um dia. Se quiser curtir o parque com mais tranquilidade, o melhor dia é o sábado. E para quem quiser esticar a estada com um pernoite, o parque conta com chalés preparados para receber até 15 pessoas 😉

MAIS SOBRE O SUL DO ESTADO:

Lagoa Azul – Abaís – Sergipe.

Como chegar a Mangue Seco, partindo de Aracaju.

Resort Recanto da Natureza, opção de hospedagem em Mangue Seco.

Ponte Gilberto Amado.

Ecoparque Timbó – Salgado/SE.

– Todas nossas dicas de Aracaju e Sergipe em Aracaju post a post.

– CONHEÇA NOSSO INSTAGRAM – @misscheck     você vai encontrar fácil nossas dicas de Aracaju e Sergipe nas hashtags:

#aracajunomiss

#sergipenomiss

RÉVEILLON EM ARACAJU – Programação 2016

28 dez

DEZEMBRO de 2016 – A atual gestão da Prefeitura (que já vai tarde, por sinal) deixou o Natal sem luz e o Réveillon sem fogos. Esse ano não acontecerá a tradicional festa da virada na Passarela do Caranguejo. Mas, para quem está desembarcando em Aracaju nos próximos dias, tem programação sim! Segue uma listinha de algumas opções para curtir a virada do ano na cidade 🙂

FESTAS DOS HOTÉIS

**Todas as festas incluem show com música ao vivo e queima de fogos 😉 😉

RADISSON | Na ponta norte da Orla de Atalaia, quase em frente ao Oceanário.

R$ 500,00 por pessoa   ceia completa, bebidas incluídas.

Telefone: 79-3711-3300

Instagram: @radissonhotelaracaju

MERCURE | Na Orla de Atalaia, quase ao lado do Radisson e bem em frente à Delegacia de Turismo.

R$350,00 por pessoa –  buffet completo (comidas e bebidas).

Telefone: 79-2106-9100

Facebook: MercureAracaju

REAL CLASSIC | Na Orla de Atalaia, o hotel verdinho, entre o Radisson e o Mercure.

R$1500,00 para duas pessoas, incluindo uma diária em quarto duplo com café da manhã e buffet completo, com mesa de frios, pratos quentes, sobremesas e open bar.

Telefone: 79-2106-7020/ 2106-7023.

Site: www.realclassichotel.com.br

CELI HOTEL | Na Orla de Atalaia, em frente à praça das estátuas.

R$1299,00 para duas pessoas, incluindo uma diária em quarto duplo com café da manhã/ Jantar e coquetel na virada.

Telefone: 79-2107-8030

Instagram: @celihotel

ARUANÃ ECO PRAIA HOTEL | Na Praia de Aruana, ao lado da AABB.

R$580,00 por pessoa – buffet completo (comidas e bebidas) do estrelado Sollo Restaurante.

Telefone: 79-2105-5200

Instagram: @aruanaecopraiahotel

Mais informações sobre o hotel no nosso post aqui blog.

FORA DA CIDADE

PRODIGY BEACH RESORT  | Na Ilha de Santa Luzia, Barra dos Coqueiros, do outro lado do Rio Sergipe, a 8 Km do Centro de Aracaju.

R$350,00 por pessoa – buffet completo (comidas e bebidas).

Telefone: 0800 600 8088

Instagram: @prodigyaracaju

Mais informações sobre o hotel no nosso post aqui no blog.

BOA LUZ  |Hotel Fazenda em Laranjeiras, a 15 Km da capital.

R$257,00 por pessoa – ceia e espumante.

Telefone: 79-3281-4848

Site: boaluz.com.br

Mais informações sobre o hotel no nosso post aqui no blog.

 

FESTAS DAS BARRACAS DE PRAIA

MOQUECA ALAGOANA  | No Litoral Sul, sentido Ponte Joel Silveira.

R$250,00 por pessoa e mesas a partir de R$800,00 – mesa de frios, comidas típicas e bebidas (refrigerante, cerveja e água).

Telefone: 79-99844-2353/99821-8697.

Facebook: moquecaalagoana

COM AMOR BEACH  | No Litoral Sul, sentido Ponte Joel Silveira.

R$250,00 por pessoa – Buffet/Não tem open bar – as bebidas a parte/Festa comandada por Samyra Show, Batifum e Kinho Farreiro.

Telefone: 79-3227-2413

Facebook: comamorbeachbar

 

PRAIA PARATI  | No Litoral Sul, sentido Ponte Joel Silveira.

R$200,00 por pessoa – apenas bebidas (cerveja, água de coco, refrigerante e água)/Música com Igor Rodsi e Banda Vibe e DJ.

Telefone: 79-3227-2100/ Whatsapp 79-99850-4878

Instagram: @praiaparati

Esse post é o resultado de uma pesquisa independente do blog. Saímos garimpando festas em Aracaju pelo Instagram e Facebook e entramos em contato com cada estabelecimento para confirmar valores e itens inclusos 😉

Mais dicas de baladas de réveillon em Aracaju no IG @trazaconta

– Todas nossas dicas de Aracaju e Sergipe em Aracaju post a post.

– CONHEÇA NOSSO INSTAGRAM – @misscheck     você vai encontrar fácil nossas dicas de Aracaju e Sergipe nas hashtags:

#aracajunomiss

#sergipenomiss

 

 

Lambe-sujos X Caboclinhos: a tradicional batalha folclórica de Laranjeiras/SE.

16 out

O querido amigo, o jornalista Léo (Leonardo) Barreto está de volta ao “Miss”. Mais uma vez, com uma deliciosa história de Laranjeiras, município histórico, fundado em 1605, a aproximadamente 20 quilômetros de Aracaju. Há mais de cem anos, acontece na cidade a festa de Lambe-sujos e Caboclinhos, considerada uma das maiores manifestações culturais do Brasil. Uma vez por ano, no segundo domingo de outubro, o cortejo invade as ruas do pequeno município. O Léo esteve lá, na edição 2016 da festa, e veio contar pra gente  😉

Texto e fotos – Leonardo Barreto

________________________________________________

De volta ao reduto sergipano de manifestações  culturais, agora para participar  de umas das maiores festas do município  de Laranjeiras. Marcado por ter  a maior população  negra de Sergipe, Laranjeiras também  é conhecida por manter viva as tradições  do período  colonial, levando de geração  a geração  a cultura de um povo por muitos anos foi marcado pela escravidão.

lambe-sujos-laranjeiras-blogmisscheck-in

Seja no início, no meio ou no final do ano, as ruas históricas de laranjeiras têm sempre espaço para os cortejos folclóricos. No segundo domingo  de outubro quem dá cor à cidade é a manifestação  dos lambe-sujos e caboclinhos.

cortejo-larajeiras-lambesujos-caboclinhos-blogmisscheck-in

Seguindo  a tradição, a cidade é tomada por homens, mulheres e crianças, que se dividem em dois grupos: o dos lambe-sujos, representando os negros, e o dos caboclinhos, representando os índios.  O Cortejo retoma de forma lúdica as batalhas entre negros quilombolas e índios domesticados  pelos senhores de engenho  da época  do Brasil colonial.

cortejofolclorico-laranjeiras-blogmisscheck-in

A batalha é uma representação das investidas dos índios nos quilombos, a mando dos capitães-do-mato dos engenhos, aproveitando o fato dos indígenas conhecerem melhor a região. O objetivo era derrotar e aprisionar os negros escravos fugidos. Mostrando como era a luta do negro pela sua liberdade, acontece durante a festa o sequestro da rainha dos caboclinhos, o que motiva os combates.

caboclinho-blogmisscheck-in

A festa começa com uma alvorada às 4h da manhã e segue por todo o dia. O ponto alto é no final da tarde, com o enfrentamento dos grupos em que um vence o primeiro combate e o outro vence o segundo. Nessa brincadeira, quem sai ganhando mesmo é a cultura do nosso povo, que permanece viva atravessando os séculos.

larajeiras-caboclinhos-blogmisscheck-in

Pra ter acesso a toda essa riqueza cultural, é fácil, Laranjeiras fica distante da capital, Aracaju, apenas 24 km.

DE CARRO| Basta seguir pela BR-101 Norte, sentido Maceió, até o viaduto de acesso ao município.

DE ÔNIBUS| Há horários regulares, diariamente,  em micro-ônibus, partindo tanto da Rodoviária Velha de Aracaju, no centro da cidade, como da Rodoviária Nova, na Av. Tancredo Neves, ao lado do HUSE (Hospital de Urgência de Sergipe), na saída da cidade.

MAIS SOBRE LARANJEIRAS?

– Conheça o primeiro post do Léo sobre a cidade aqui.

– Almoço na roça, embaixo da Mangueiras, no Povoado Cedro, em Laranjeiras, no post sobre o Chiozinho, Rei do Pirão.

– Todas nossas dicas de Aracaju e Sergipe em Aracaju post a post.

– CONHEÇA NOSSO INSTAGRAM – @misscheck     você vai encontrar fácil nossas dicas de Aracaju, Sergipe e Alagoas nas hashtags:

#aracajunomiss

#sergipenomiss